Set 6, 2019

Cientistas que revelaram a primeira imagem do buraco negro recebem prémio de 3 milhões de dólares

De acordo com o coordenador da investigação, os cientistas estão a trabalhar para, no próximo ano, revelarem o primeiro vídeo que contém imagens do buraco negro

<

Os cientistas que capturaram a primeira imagem do buraco negro em abril deste ano vão receber um prémio no valor de 3 milhões de dólares (aproximadamente 2,72 milhões de euros). Conhecido por ser uma espécie de "Oscar da ciência", o The Breakthrough é um prémio atribuído ao cientista, ou grupo de cientistas, que se destaca em áreas como as ciências da vida, física e matemática.

O valor será dividido pelos 347 cientistas que trabalharam neste projeto e de acordo com Shep Doeleman, o cientista que encabeçou as operações do projeto, esta imagem representa um marco histórico para o entendimento do universo.

À AFP, Doeleman contou que «prevê que no fim da próxima década já seja possível obter vídeos de alta definição em tempo real do buraco negro, que revelem como eles são e se comportam». Contou ainda que «a equipa está já a trabalhar no processamento de informação que vai permitir o primeiro vídeo de um buraco negro», – mesmo que a qualidade não seja a melhor – que poderá estar pronto no próximo ano.

Recorde-se que este foi um marco histórico também porque o algoritmo que permitiu decifrar a imagem do buraco negro foi concebido por Katie Bouman, uma investigadora do Massachusetts Institute of Technology (MIT, em inglês), que ficará para sempre conhecida como uma das figuras femininas marcantes da ciência contemporânea.