Out 3, 2018

Novo iPad Pro

Aqui está a novidade, que a Apple afirma ser a melhor, a mais consistente alguma vez lançada. Quando o iPhone XS e o XS Max foram lançados no mês passado, a marca tinha os componentes mais poderosos em qualquer gadget com iOS. E é assim que funciona, dando prioridade ao iPhone em relação a outros produtos e, para alguns elementos, permitindo ao seu novo iPad usar a tecnologia testada.

Então, quando o primeiro iPad Pro foi lançado em 2015, tinha o maior ecrã ainda num dispositivo iOS, mas apresentava, por exemplo, o Touch ID de primeira geração, não o sensor de impressões digitais de segunda geração encontrado no iPhone 6s, lançado apenas dois meses antes. Apesar de ter uma versão simplificada do processador do iPhone 6s, agora, os rumores que apontam à construção para um novo iPad Pro, parecem sugerir algo muito excitante.

Nós já falámos sobre alguns deles, como a data de lançamento de uma entrada USB-C que permitirá a saída de vídeo de alta resolução, e uma nova conexão inteligente, possivelmente de tipo magnético, que poderia dar origem a um lote de novos acessórios.

E agora, o estimado Guilherme Rambo na 9to5Mac sugeriu que o próximo iPad Pro poderia ter um processador mais rápido do que o super-rápido encontrado nos últimos iPhones, que é o XS, XS Max e o próximo XR. Rambo é bastante confiável e as suas previsões geralmente tornam-se realidade.

Ele é cauteloso sobre onde ele está a receber as suas informações, apenas citando "fontes familiarizadas com o desenvolvimento do novo 2018 iPad Pro". Ele actualizou os seus comentários anteriores para adicionar detalhes do processador que poderia estar no novo tablet.

Ele alega que estaremos possivelmente a caminho de ver o processador A12X no próximo iPad Pro. Ele diz que é semelhante ao processador A12 nos iPhones mais recentes, mas, ainda mais rápido!

Nós estávamos presentes, como aconteceu, em 2010, quando Steve Jobs revelou o primeiro iPad, e, num comentário quase imperceptível, comentou sobre o chip presente no iPad, chamado A4, quando disse: "E é tudo construído com o nosso próprio silicone".

Foi o primeiro do que é agora uma série de processadores personalizados em dispositivos iOS. Nos últimos anos, a Apple seguiu um caminho practicamente similar. O A10 Fusion foi o processador usado no iPhone 6S em setembro de 2016, seguido pelo A10X Fusion no modelo de segunda geração do iPad Pro nove meses depois.

Mas, desta vez, a mudança para o super-rápido, na verdade, o processador mais rápido da Apple, que provavelmente estará na base do iPad Pro, seguirá em sucessão muito rapidamente. De certo modo, esta vivacidade não é surpresa. Porque o último processador X foi o A10X no iPad Pro de 10,5 polegadas (e a reedição do modelo de 12,9 polegadas) em junho de 2017. Resumindo, há mais de um ano.

Já que há rumores de que o novo iPad Pro terá uma actualização muito grande, que irá usar uma versão X rápida do chip Apple A12 Bionic, o que parece sensato. Mas, Rambo vai mais além, alegando não apenas que será mais rápido que o chip nos iPhones mais recentes, mas também que incluirá uma GPU A12X poderosa, assim como a CPU.

O controlo da Apple sobre o processador agora é total, e a sua introdução do A12X - se for isso que realmente iremos ver nas próximas semanas, é potencialmente muito emocionante.