Jun 6, 2018

Explosão da energia solar na China revela um futuro sombrio para os combustíveis fósseis

De acordo com um estudo de 2016, o principal fator de mortes relacionadas à poluição do ar na China é a queima de carvão.

A China está em uma missão para se tornar a próxima superpotência verde. O país é o maior investidor em energia renovável, tendo investido US$ 126,6 bilhões na indústria em 2017, um aumento de 30% em relação ao ano anterior.

a energia solar é responsável por grande parte desses investimentos. Até 2020, a China espera gerar 110 gigawatts de energia solar - o suficiente para abastecer mais de 30 milhões de lares - como parte de um ambicioso plano para reduzir as emissões de carbono. Até 2030, a China promete aumentar a quantidade de energia proveniente de combustíveis não-fósseis para 20% do total (de cerca de 13% atualmente).

O afastamento da China do carvão e outros combustíveis fósseis se acelerou na última década. Nos últimos anos, o país desenvolveu várias fazendas solares gigantescas, e a tendência é de crescimento.

Por Leanna Garfield - Businnes Insider