Technology

Fev 1, 2018

O SEU PAPEL, DIGITAL

Todos nós nos habituamos, desde os tempos da escola e da faculdade, a tomar notas em papel. Seja em conferências, reuniões de trabalho ou workshops, era quase omnipresente a utilização de blocos de notas em vários formatos e feitios, desde os de bolso até aos mais volumosos para quem quisesse incluir gráficos e esquemas nas suas notas.

Por NUNO AFONSO

Chegada a era dos smarthphones e tablets, a verdade é que muitos de nós continuam a não abdicar dos blocos de notas em papel – há algo de especial no papel: o toque de um lápis, caneta ou marcador cativa-nos, nalguns casos crê-se inclusivamente que aumenta o poder de concentração de um modo que o digital ainda não consegue.

Esta questão cativou Magnus Wanberg, o fundador da norueguesa reMarkable, um entusiasta do papel que se apercebeu que na era moderna por mais que este nos estimule o cérebro e a imaginação, sem restrições ou distracções, tem também o lado menos prático de dificultar a consulta dessas mesmas notas quando espalhadas por vários blocos de notas. Bem como a necessidade de muitas vezes termos de passar a limpo no computador essas mesmas anotações e as despesas e a consciência ambiental inerentes ao gesto de as imprimimos para consulta e o senão de, quando necessário, nunca estarem disponíveis ou à mão.

Desde 2013 que a reMarkable se dedica e criar e a aperfeiçoar uma tecnologia única de papel digital, criando um tablet com uma superfície digital e os respectivos marcadores que lhe dão a sensação única de poder escrever e desenhar como se estivesse a utilizar um bloco de notas e que serve também como leitor para livros digitais.

Em 2018 a reMarkable permanece como a única empresa a conseguir reproduzir em formato digital uma sensação realista da utilização do papel, o que tem facilitado a vida a imensos artistas, escritores, empresários e leitores de todo o mundo.

A intensão da empresa e tecnologia norueguesa é que o reMarkable seja mais que um mero aparelho de leitura; o seu design e tecnologia única têm por objectivo substituir a necessidade de levarmos livros, documentos, blocos de desenho e notas connosco quando vamos a alguma reunião ou nas utilizações do dia-a-dia.

A tecnologia da tinta digital que tenta replicar num ecrã a sensação do papel não é uma novidade, mas dados os seus custos, a maior parte dos tablets acabou por as substituir pelos ecrãs de plasma, LCD ou led e só aparelhos destinados exclusivamente à leitura, como o Kindle, mantiveram a tecnologia, mas sem grandes desenvolvimentos e com várias limitações.

O seu formato é o de um tablet convencional para facilitar a experiência da leitura e do desenho ou escrita. É esguio e inclui duas faixas de silicone que permitem que o possamos utilizar livremente sobre qualquer superfície sem que deslize. Entre as distinções entre este "tablet de papel" e os convencionais destacamos o ecrã com uma cobertura PMMA que o protege do desgaste e até da água, é extremamente leve e a sua bateria dura muito mais que as de um tablet convencional – ao contrário dos aparelhos concorrentes e até da maior parte dos telemóveis, a carga da bateria do reMarkable tem uma autonomia de três a quatro dias, dependendo da intensidade do uso.

Para quem queira tomar notas ou utilizar o tablet para desenhar, o mesmo inclui as opções de lápis, caneta, dois tipos de marcador e uma borracha. Destacamos aqui a opção do lápis, uma vez que o lápis digital permite fazer tudo aquilo que um lápis de grafite normal faria: é possível criar sombras e o ecrã reconhece os vários tipos de pressão, pelo que, tal como no papel, ao fazermos mais ou menos força alteramos a densidade e a profundidade do traço. Voltando à cobertura PMMA do ecrã, que a reMarkable garante ser "praticamente inquebrável", a verdade é que este tablet aguenta bem quedas de alturas superiores a 1,20m, o equivalente a uma utilização de pé, sem sequer gerar um risco.

Contactos * team@remarkable.com * www.remarkable.com * reMarkable, Pilestredet 75C, 0354, Oslo, Norway

Mais artigos

DestaquesArtigos

  • 226c441149909061a3a62986fcadd917

    Sport

    Abr 1, 2017

    NAGINATA - A ARTE QUE FAZ O CARÁCTER

    Se há herança que o Oriente vai dando à Humanidade, é inegavelmente, uma diversidade de disciplinas que procuram a evolução do Ser e que conduzem à elevação física, mental e espiritual. Artes Marciais como o Karaté, incluído...

  • slide-1

    Food & Beverage

    Mai 28, 2018

    A ARTE DOS DOCES

    Girassol, amendoim ou sésamo de halva, com aditivos ou sem eles, amêndoa, nozes e outros frutos secos, o aromatizante de creme mais delicado, a mais deliciosa pasta turca – em qualquer um dos doces da marca irá encontrar uma...

  • 572e1220696469.5631227a8514a

    Mecanica e Locomoção

    Mar 1, 2017

    EXO - MAIS DO QUE UMA PRÓTESE COMUM

    Os Estados Unidos da América (EUA), país onde o número de pessoas que viu amputados algum dos seus membros ascende aos dois milhões, é o mesmo país que agora disponibiliza ao mercado uma tecnologia pioneira de próteses que...


  • Savory14

    Science & Nature

    Mar 2, 2018

    A DERRADEIRA ARMA

    As grandes pastagens podem ser uma resposta para acabar com as áreas de desertos e amenizar os efeitos do aquecimento global, defende o ambientalista e agricultor zimbabuano, Allan Savory que, em tempos, foi responsável pelo abate...

  • IMG_6941

    Lifestyle & Travel

    Jul 1, 2017

    A CIDADE DAS CAVERNAS

    Quase se pode dizer que é uma cidade "bipolar". É "apenas" um dos locais habitados pelo Homem mais antigos do mundo, tendo a sua origem ainda na pré-história. E é também um dos locais mais preservados.

  • cowrok

    Business & Industry

    Set 19, 2018

    Cowork

    Escritório onde e quando quiser


    Ao longo dos últimos 20 anos, o paradigma do trabalho tem vindo a sofrer imensas e radicais alterações, fruto de vários fenómenos estruturais, económicos, tecnológicos...


  • From Sedan Chairs To Automobiles

    Business & Industry

    Nov 30, 2015

    De Liteiras a Automóveis

    A Saint-Gobain já está no negócio dos vidros há muito tempo. Há tanto tempo, aliás, que o primeiro veículo equipado pela empresa foi a liteira do arquitecto de Luís XIV de França, Jules Hardouin Mansart, em 1699.

  • 01 Ashlim

    Technology

    Out 1, 2016

    NÃO HÁ RAZÃO PARA TAPAR O SOL

    Embora já existam invenções que nos permitem criar electricidade sustentável para uso próprio, como bicicletas, turbinas de água portáteis que geram energia através de correntes de água, nenhuma delas providencia electricidade...

  • big-03_w

    Business & Industry

    Jun 1, 2016

    WONDER CEILING

    Nowadays the interior design industry has experienced a tremendous breakthrough in terms of technology, materials and aesthetics evolution. Your VIP Partner found out about a technique which can transform your living-room, or bedroom...