Lifestyle & Travel

Mar 3, 2018

AVENTURA SEM TURISMO

O turismo de aventura tornou-se extramente popular na última década, mas perdeu também boa parte do seu realismo, afinal com visitas guiadas e resorts à porta fechada em hotéis de luxo pouco tem sobrado do espírito de aventura que tornou populares muitos destinos em África, na América do Sul e na Ásia.

<

Por PABLO HERNANDEZ

The Adventurists é uma agência de viagens especializada em viagens para aventureiros ousados, prometem muita aventura e muito pouco turismo e, asseguram, o risco de morte ou mutilação são extremamente reais na sua oferta, principalmente na Ice Run que irá decorrer no lago Baikal, na Sibéria, entre 12 e 24 de Março.

O desafio é o seguinte: cruzar o lago gelado numa motorizada Ural antiga e pouco fiável nuns aprazíveis 30 graus negativos, tudo pela adrenalina e uma boa causa, uma vez que o evento reúne donativos para uma caridade à escolha dos participantes. Os interessados devem possuir uma carta de condução internacional de Categoria A para poderem conduzir a Ural clássica, que ao contrário das actuais motorizadas da Ural não eram muito bem-humoradas, construídas para durar, mas não propriamente para funcionar a escolha recai propositadamente sobre estas relíquias da extinta União Soviética para dificultar a vida aos concorrentes. A motorizada mais recente já terá pelo menos 18 anos de vida, a organização não utiliza motos que tenham sido produzidas após o ano 2000.

Não receie, durante os primeiros três dias os organizadores irão ensiná-lo a conduzir sobre o gelo, a manusear e consertar a moto e algumas técnicas de sobrevivência no gelo (recorde-se que irá acampar em cima de água congelada e uma temperatura exterior a rondar os 30 graus negativos, 20 negativos durante o dia em Março). O Baikal é considerado o lago mais profundo do planeta e estima-se que a natureza terá demorado 25 milhões de anos a torna-lo no que é actualmente.

A organização assegura uma boa quantidade de partes suplentes e garante que terá que consertar a moto algures no percurso, pois se as mesmas à saída da fábrica já pouco eram de fiar, uma vez que se tratam de réplicas mal adaptadas em 1939 de uma moto alemã (sim, em plena Segunda Guerra Mundial), a passagem do tempo ainda piorou a sua fiabilidade. Terá que percorrer superfícies lisas e escorregadias, rachas abertas no gelo e amontoados de neve solidificada sob uma temperatura capaz de matar uma raposa do Ártico no pico da sua idade.

Embora a organização opte por um tom ligeiro e bem-humorado na descrição da Ice Run 2018, deixam o alerta: "há um perigo real nas coisas que irá fazer (…) não deve subestimar os riscos de participar nesta aventura. A probabilidade de se magoar gravemente ou de morrer é extremamente alta. Alguns dos concorrentes anteriores ficaram permanentemente desfigurados, com sequelas severas no seu corpo ou inclusivamente faleceram. Isto não são férias. É uma aventura que pela sua própria natureza é extremamente arriscada. Estará mesmo a colocar a sua saúde e a sua vida em risco. O objectivo é precisamente esse."

Caso queira livrar-se do quotidiano e de um ano de reuniões e rotina, esta bem pode ser a dose de adrenalina que o pode fazer esquecer-se do mundo e focar-se apenas na sua sobrevivência, as inscrições são em equipas de duas pessoas e, como este ano já vai tarde, a Ice Run 2019 irá decorrer entre 11 e 23 de Março. Muita aventura e zero turismo a um custo aproximado de £10.000 por equipa mais a viagem de avião e comboio para a Sibéria russa. É a oportunidade de "abraçar uma aventura monstruosa, algo tão árduo do qual os meros mortais fugiriam a correr. Voltará para casa com histórias que irão maravilhar os seus amigos durante anos e forjar novas amizades com base nas agruras partilhadas, o género de amizade que dura mais que uma queimadura de gelo." A organização sugere que subscreva um bom seguro de vida e saúde sem omitir às seguradoras o que se propõe a fazer, pois mais vale jogar pelo seguro. Recordamos: há uma probabilidade bem real de não voltar para casa!

Contactos * www.theadventurists.com * hq@theadventurists.com * Tel: +44 117 963 5513

Mais artigos

DestaquesArtigos

  • Cb_z-_QUYAAQW51

    Luxury & Fashion

    Mar 1, 2017

    ROTHY'S - ESTILO: RECICLÁVEL

    Está farta daqueles ténis de marca que são iguais aos ténis de todas as suas amigas?! Sim, aqueles que calça quando chega ao fim do dia de trabalho e precisa de dar algum descanso ao pé. Então este artigo é para si, descubra...

  • Depositphotos_96954074_xl-2015

    Lifestyle & Travel

    Mar 1, 2017

    SALZBURGO - PARA LÁ DE MOZART

    Salzburgo, cujo nome significa literalmente "fortaleza de sal", foi refundada no século VIII por São Ruperto de Salzburgo, é a actual capital do Estado de Salzburgo e a quarta maior cidade da Áustria.

  • cientista2

    Research & Education

    Set 21, 2018

    LUTA CONTRA O CANCRO

    Cientistas portugueses na Vanguarda

    São portugueses, estudam o cancro e tentam encontrar a cura para este 'bicho'. Trazem novas teorias e formas de olhar a ciência, contribuindo de forma significativa para o mundo. 


    ...


  • Depositphotos_7554000_xl-2015

    Research & Education

    Abr 25, 2018

    CIENTISTAS PORTUGUESES NA VANGUARDA

    São portugueses, estudam o cancro e tentam encontrar a cura para este 'bicho'. Trazem novas teorias e formas de olhar a ciência, contribuindo de forma significativa para o mundo

  • 1. Technology-Remarkable-Your Paper, Digital

    Technology

    Fev 1, 2018

    O SEU PAPEL, DIGITAL

    Todos nós nos habituamos, desde os tempos da escola e da faculdade, a tomar notas em papel. Seja em conferências, reuniões de trabalho ou workshops, era quase omnipresente a utilização de blocos de notas em vários formatos e...

  • Furoshiki

    Home & Design

    Jun 1, 2017

    EMBRULHE OS SEUS PÉS

    Furoshiki é o nome da arte tradicional japonesa de embrulhar objectos em pano. Agora, pela mão da marca italiana Vibram, esta arte é também aplicável aos pés.  


  • Luxury & Fashion

    Abr 1, 2015

    Brazilian Beauty

    "Boticário" (apothecary) is what pharmacists used to be called, and that was the name Miguel Krigsner chose for his new compounding pharmacy, which opened its doors on 22 March 1977 in the centre of the city of Curitiba, Paraná, Brazil. 

    ...

  • GreengageJellycreditChrisTerryweb_1500_900_85

    Food & Beverage

    Abr 1, 2016

    A Rede Social por Excelência

    Imagine o aeroporto de Barajas feito, em grande escala, de gelatina. Agora imagine o que é possível fazer-se com gelatina usando centenas de moldes diferentes. É esse o trabalho que distingue Bompas & Parr, líderes em design...

  • 15195938972_495e152d7e_o

    Technology

    Abr 1, 2016

    Fechaduras Electrónicas Mais Seguras

    As chaves são parte integrante do dia-a-dia: transportá-las, usá-las, perdê-las e pagar para fazer chaves novas. Os smartphones tornaram-se uma parte igualmente indispensável das nossas vidas, sendo o caminho natural combinar...