Luxury & Fashion

Abr 1, 2017

O MUNDO EM COLLANTS

Lisos, com laços, bolas ou em renda, rasgados, de rede, brilhantes, opacos ou transparentes, com ou sem ligas, de descanso, push up ou especiais para grávidas, os collants são hoje uma peça de vestuário indispensável, que se destaca em desfiles de moda mundiais.  

<

Designers como Balmain, Yves Saint Laurent e Diane von Furstenberg são alguns dos estilistas de renome que têm incluído esta peça de vestuário nas suas colecções. Ícone da moda desde a década de 1920, os collants caíram em desuso nos últimos anos, para regressarem agora em todo o seu esplendor.

Longe vão os tempos em que as fashionistas olhavam para os collants como uma peça socialmente inaceitável, mesmo debaixo de temperaturas negativas, era absolutamente demodé. Actualmente, os collants são um must have, sobretudo nas estações frias, tornando as pernas femininas ainda mais sensuais. Há, porém, aspectos a ter em conta sobre o seu uso.

Segundo os fashionistas, «collants pretos, lisos e finos são os mais usados quer pelas senhoras em geral, quer pelos criadores, pois vestem bem com vestidos em tecidos brilhantes. Os opacos são muito procurados para o dia-a-dia, especialmente durante as estações frias». A título de curiosidade, uma maneira de compreender a sua espessura é através do número de derniers descrito na embalagem. Um collant fino tem entre 15 e 20 derniers (unidade de medida que corresponde ao peso em grama por nove quilómetros de fio e 20 derniers correspondem a 20 gramas por nove quilómetros de fio). Portanto, quanto menor a quantidade de derniers, mais finos e elegantes são os collants, razão pela qual alguns se rompem mais facilmente.

Já para usá-los com bolas ou mesmo rasgados é preciso uma certa atitude. Este Inverno, Diane von Furstenberg vestiu as pernas das suas modelos com collants de bolas e vestidos envelope, enquanto Hedi Slimane, para a Saint Laurent, combinou os rasgados com saias curtas em tule e vestidos curtos em lurex, num estilo mais punk.

Muito sexy e delicados, os collants em rede fina e as combinações com rede e flores conjugam-se com vestidos de corte a direito, em tecidos mate. Para os fashionistas, «quanto mais trabalhadas forem as meias, mais simples deve ser a roupa, e vice-versa».

Esta peça está de tal forma in que que até o o jornal britânico "The Telegraph" lhe dedicou, recentemente, um artigo, no qual refere que são sete os tipos de collants mais requisitados no momento: opacos, diluindo assim a polémica sobre a estética do seu uso; de malha, muito úteis no tempo frio; cor de pele, para as menos friorentas e mais preocupadas com a estética da perna; com efeitos, para quem gosta de ousar; pretos semi-transparentes, deixando adivinhar um pouco da perna; modeladores (anti-celulite, push up, etc); e coloridos, nomeadamente no mesmo tom da roupa, inspirados nas últimas colecções Gucci e Valentino.

Feitos de materiais diversos como nylon, lycra ou lã, os collants, também chamados de meias-calças, são um acessório associado ao público feminino, embora muitos homens tenham retomado o seu uso.

Sim retomado… porque se recuarmos 2.200 anos, até à Mesopotâmia, estes eram usados estritamente pelos soldados, devido ao frio.

No século XIV, tornaram-se um acessório aliciante entre a nobreza devido à riqueza de materiais utilizados nas peças de vestuário, incluindo nos collants. No reinado de Catarina da Rússia, por exemplo, eram os homens que os utilizavam como artefactos de sedução.

Também em Espanha se tornaram famosos durante o século XV, tendo sido acrescentada uma particularidade, não podiam enrolar nas pernas, pois as calças dos homens cobriam apenas as coxas. Os reis aderiram então aos collants em seda.

Foi a partir do ano 1780, quando os tecelões criaram meias com materiais mais finos, que o uso se generalizou entre as senhoras, nomeadamente os de ligas. Estes tornaram-se igualmente populares em Paris, França, entre as dançarinas de Can-Can, facto muito arrojado, para a época.

Após as duas Guerras Mundiais e graças a novas tecnologias de fabrico, os collants passaram a ser confeccionados com materiais mais delicados e economicamente mais acessíveis. Um aspecto que foi do agrado das senhoras, já que a mini-saia entrava na moda e, assim, para além de ter as pernas protegidas, eles também as modelavam.

Quem talvez tenha nascido na época errada foi William Lee, o inventor deste acessório, pois não enriqueceu nem ficou famoso com a sua criação.

Mais artigos

DestaquesArtigos

  • vegetacion_del_mundo_212903380_1200x803

    Science & Nature

    Ago 1, 2017

    A ÁRVORE DA VIDA

    O Baobá personifica o espírito africano. Árvore da vida, da fertilidade e solução medicinal para muitas maleitas, o Baobá tem uma importância única para comunidades inteiras. Há uma lenda no Senegal (a imagem desta árvore...

  • jaeger-lecoultre-janek-deskiewicz

    Luxury & Fashion

    Jul 1, 2017

    O DESIGNER POR DETRÁS DO REVERSO

    A historia do polaco Janek Deleskiewicz é, actualmente, indissociável da história de um ícone internacional entre marcas de relógios: a Jaeger-LeCoultre; e, sobretudo do seu modelo de maior sucesso: o Reverso.

  • comida1

    Food & Beverage

    Mai 14, 2018

    ELIMINATION OF TRANS FAT IN ALL FOODS

    "In South Asian countries, they have very, very high risk of heart disease and high intakes of trans fats", says specialist


  • 1

    Culture & Art

    Out 8, 2018

    MILESTII MICI

    "Imagine uma adega com centenas de quilómetros de corredores cheios de vinho, alguns milhões de garrafas, milhares de hectolitros em barris, centenas de safras, dezenas de variedades, um subterrâneo tão grande que apenas pode...

  • 01-Galop-DHermes.nocrop.w710.h2147483647.2x

    Luxury & Fashion

    Jul 1, 2017

    ESTRIBO ELEGANTE

    A nova garrafa de perfume de senhora do icónico Galop d'Hermès é inspirada na original, de 1930, da abertura da primeira loja da Hermès em Nova Iorque, nos Estados Unidos. Voltemos quase um século atrás.

  • #1

    Luxury & Fashion

    Out 19, 2018

    HORNSKOV KØBENHAVN

    "Todos conhecemos a importância que uma aparência impecável tem no mundo dos negócios. Cada vez mais, vemos espantosos cortes de cabelo e barba, combinados com belas gravatas e fatos e camisas e sapatos."


  • 1. Technology-Clear Channel-Real-Time Contents

    Technology

    Fev 1, 2018

    CONTEÚDOS EM TEMPO REAL

    Num mundo em constante mudança no qual o progresso e o desenvolvimento há séculos que são a palavra de ordem, uma das ferramentas de marketing de massas mais utilizada, o outdoor, parece ter ficado estagnada no tempo.

  • Yoga-foto

    Sport

    Set 1, 2016

    O YOGA E O LOCAL DE TRABALHO

    Considerado por muitos uma modalidade de elite, a práctica do Ioga tem-se revelado tão benéfica para a saúde física e mental que tem vindo a crescer não só a nível individual, mas também nos locais de trabalho, sendo considerado...

  • Born From the Stars

    Luxury & Fashion

    Jan 31, 2016

    Nascido das Estrelas

    A Moissanite tem sido objecto de elevado interesse desde a sua descoberta, há um século. Também conhecida como carboneto de silício, a moissanite dança com faíscas de luz que parecem exceder qualquer explicação racional. A sua...