Lifestyle & Travel

Jan 31, 2016

O Recife das Cores

A Grande Barreira de Coral é uma das sete maravilhas do Mundo Natural e ao observarmos de longe compreende-se porquê. É mais extensa que a Grande Muralha da China e o único organismo vivo visível do espaço.

<

A Grande Barreira de Coral é um anfitrião, extremamente antigo, de coisas vivas, composto por coral que cresce por cima de coral morto, com origem, provavelmente, há cerca de vinte milhões de anos. Muitas gerações de coral tornaram-se grandes paredes de pedra, cobertas por uma miríade de organismos vivos, como corais, algas, esponjas, peixes, minhocas, estrelas-do-mar, tartarugas, moluscos, cobras, crustáceos e uma extraordinária variedade de milhares de espécies de plantas e animais.

Embora não existam provas concludentes, o primeiro contacto humano ocorreu algures no tempo. Sabemos que o povo Aborígene ocupou grande parte do território australiano durante 40.000 anos. Tanto Aborígenes como os povos ilhéus do Estreito de Torres pescaram e caçaram nestas águas, viajando entre as diferentes ilhas do recife.

Durante longos períodos, aquando de actividade glacial, a região da Grande Barreira de Coral encontrava-se seca, com extensas planícies costeiras. Hoje, a área encontra-se a uma profundidade inferior a 100 metros.

O Parque

O Parque marinho estende-se por cerca de 3000km (1800 milhas), quase paralelo à costa de Queensland, desde a cidade meridional de Bundaberg até ao extremo norte do Cabo York.

O recife, que encontra-se entre 15km a 150km ao largo da costa australiana e tem uma largura de 65km em algumas zonas, é um conjunto de corais colorido e vívido, que dá aos mergulhadores uma experiência subaquática única.

Um encontro imediato com os jardins de Coral da Grande Barreira revela muitas atracções submarinas, incluindo a maior colecção de corais (de facto, mais de 400 espécies diferentes), esponjas coralíferas, moluscos, raias, golfinhos, mais de 1500 espécies de peixes tropicais, mais de 200 tipos de aves, cerca de 20 tipos de répteis incluindo tartarugas marinhas e amêijoas gigantes com mais de 120 anos de existência.

O recife é área de acasalamento para as baleias-de-bossa, durante a migração desde a Antártida, e também habitat para várias espécies ameaçadas de extinção, como o Dugongo (Vaca-do-Mar), ou a Tartaruga-Verde. Em reconhecimento da sua importância, a UNESCO classificou a Grande Barreira de Coral como Património da Humanidade em 1981.

Devido à sua beleza, tanto abaixo como acima da linha de água, o recife tornou-se um dos destinos turísticos mais procurados do mundo.

Em 2006 existiam cerca de 820 operadores e 1500 embarcações e aeronaves autorizados a operar no Parque Natural da Grande Barreira de Coral, garantindo um acesso fácil a todos os que querem experimentar a zona e aprender em primeira mão sobre as suas belezas naturais e valores de Património da Humanidade.

Onde ficar

Existem muitos locais fantásticos onde ficar alojado na Grande Barreira de Coral, e uma grande variedade de experiências à sua espera. Pode ficar numa ilha, num resort como a Ilha Hamilton ou algo mais isolado e remoto como a Ilha Haggerstone.

Há uma enorme escolha de hotéis e resorts nas cidades e vilas costeiras, que acolhem todo o tipo de visitantes.

Mais artigos

DestaquesArtigos

  • portable-fundus-camera-1

    Helthcare & Wellness

    Mai 1, 2017

    PARA ALÉM DO OLHO

    Há alguns anos, uma ida regular ao dentista, era ainda um pesadelo. Os processos "quase" medievais, costumavam levar-nos o sono durante dias. E, o mesmo costumava acontecer quando precisávamos de fazer exames oftálmicos rigorosos....

  • IMG_6941

    Lifestyle & Travel

    Jul 1, 2017

    A CIDADE DAS CAVERNAS

    Quase se pode dizer que é uma cidade "bipolar". É "apenas" um dos locais habitados pelo Homem mais antigos do mundo, tendo a sua origem ainda na pré-história. E é também um dos locais mais preservados.

  • A3JUNIOR-BE05-A

    Mecanica e Locomoção

    Abr 1, 2017

    INVACARE ACTION 3 JUNIOR - A CADEIRA DE RODAS QUE CRESCE COM AS CRIANÇAS

    Quando pensamos em crianças e jovens, surge-nos imediatamente uma imagem de liberdade, diversão e energia. Retirar isso a uma criança é triste, sobretudo, quando razões diversas a levam a usar cadeira de rodas. A pensar nisso,...


  • Borrego14

    Business & Industry

    Abr 1, 2017

    BORREGO DA NOVA ZELÂNDIA - 135 ANOS A EXPORTAR BORREGO

    O borrego não só é a carne de eleição dos neo-zelandeses quando recebem visitas ou jantam fora. De acordo com uma sondagem efectuada anualmente pela Beef + Lamb New Zealand, é também o produto mais exportado. 

  • parrilla

    Food & Beverage

    Mar 1, 2017

    GASTRONOMIA DO URUGUAI - UMA DELICIOSA SURPRESA

    Tido muitas vezes como um continente de desequilíbrios, a América do Sul guarda ainda muitas pequenas maravilhas quase inexploradas. É o caso do segundo menor país deste continente, o Uruguai. É um dos países mais desenvolvidos...

  • Real-Liga-Naval-Espanhola

    Culture & Art

    Mai 31, 2018

    HONRAR E PRESERVAR A HISTÓRIA

    Portugal e Espanha partilham uma das mais longas histórias do mundo no capítulo da tradição naval, sendo inclusivamente comum os casos de monarcas de ambos os países com formação académica nas escolas militares navais

    ...


  • Fertile Uzbekistan

    Food & Beverage

    Fev 29, 2016

    Uzbequistão Fértil

    O Uzbequistão é um país cheio de sol e boas terras. Mantém-se uma cultura onde vegetais, frutas e verduras são obrigatórias à mesa, ou "dastarkhan", o espaço de refeição. Nos rigorosos Invernos, estes frutos e vegetais são...

  • 3

    Food & Beverage

    Jul 1, 2015

    To tea or not to tea

    Sri Lanka has been a tea treasure for a long time. Almost two hundred years ago, the British brought one single tea plant from China, and planted it in the Royal Botanical Gardens. The plant spread, and now Sri Lanka is one of biggest...

  • Jyske Bank

    Business & Industry

    Fev 1, 2015

    Friendly Advice

    Given Gibraltar's status as a British crown colony, its culture and legal system are very much like what you find in the UK.