Food & Beverage

Fev 29, 2016

A Especiaria de Luxo

A canela é usada desde tempos remotos, os Egípcios já a usavam em 2000 a.C. como agente perfumante durante o processo de embalsamamento. No entanto, a canela foi levada para a Europa por mercadores árabes, através de conspicuosas rotas terrestres, que carregavam quantidades limitadas e muito caras. A origem desta especiaria foi mantida em segredo até ao século XVI, através de histórias impressionantes e inacreditáveis acerca de como tinha sido adquirida, e assim manter o monopólio e o preço deste bem de luxo.

Foi em 1518 que comerciantes portugueses descobriram canela no Ceilão, actual Sri-Lanka, e assumiram o controlo do comércio de canela durante cerca de um século. Em 1638, o reino cingalês de Kandy e o exército holandês aliaram-se e derrubaram os ocupantes portugueses. Os holandeses mantiveram, no entanto, o Reino como pagamento pelos serviços militares. O monopólio da canela estava agora nas suas mãos, e assim continuou durante os 150 anos seguintes.

Em 1800, a canela já não era uma comodidade tão rara e dispendiosa, uma vez que o seu cultivo tinha chegado a outras partes do mundo, e outras iguarias como o chocolate e a cassia começaram a ganhar popularidade.

Cassia Co-op

A Cassia Co-op é a primeira empresa de processamento e exportação a estabelecer-se no coração das plantações de canela. Cerca de 85% da canela nos actuais mercados mundiais é originária da Indonésia, e a maior parte cresce numa só área, no centro da ilha de Sumatra, chamada Kerinci. Aqui está a maior plantação de cassias do mundo, conhecida pela alta qualidade das suas matérias-primas. O Monte Kerinci é o vulcão mais alto da Indonésia, e o pico mais alto da ilha de Sumatra, rodeado por árvores de canela e a viçosa floresta do Parque Nacional Kerinci Seblat, o maior habitat da espécie ameaçada Tigre de Sumatra. Os solos férteis das encostas dos altos vales de Kerinci são adequados para as árvores de canela, uma vez que estas crescem melhor entre 800 e 1500 metros de altitude.

Um dos objectivos da Cassia Co-op é exportar canela e derivados, e óleo de patchouli a partir da Indonésia, retirando os intermediários da cadeia de comércio, e ligar directamente o produtor ao consumidor e vice-versa, para assim criar transparência e interdependência. Para além disso, esforçam-se para criar uma cadeia de comércio justa e eficiente, que tenha simultaneamenteu impacto sustentável positivo em Sumatra.

Capacitar os Produtores

O Centro de Treinos da Cassia Co-op é um lugar onde os produtores podem aprender sobre agricultura sustentável, controlo de qualidade, certificações, produtos consumíveis e mercados internacionais.

Através deste Centro de Treino, a empresa trouxe aos agricultores um nível sem precedente de treino e transparência. Em troca de apoio na sustentabilidade e programa de rastreio, cada agricultor tem direito a preços especiais e recebe bónus pelas matérias-primas.

Foi implementado um Sistema de Controlo Interno (Internal Control System - ICS) robusto que deu à Rainforest Alliance a primeira certificação para canela. O programa beneficia os agricultores, a empresa e o ambiente local. Cada lote é cuidadosamente mapeado, através de GPS e auditado para assegurar que não se sobrepõe ao Parque Nacional de Kerinci.

Canela

Há centenas de variedades de canela, mas apenas quatro são usadas comercialmente: Canela do Ceilão, Canela Cassia, Canela de Saigão e Canela Korintje da Indonésia.

Esta última tem um sabor mais forte do que a Canela do Ceilão, que apresenta um travo amargo e intenso e é frequentemente chamada canela "normal". A Cassia é da espécie cinnamomum burmannii blum, o termo botânico é "cassia vera", localmente é conhecida como "kayu manis" (em indonésio), "madeira Doce" (em português). A Cassia, ou canela, é a casca da árvore.

Pós e Paus

Os produtos da Cassia Co-op incluem pós de canela do tipo padrão, (moagem 60), cortada e limpa (moagem 06), e corte para chá (moagem 18), que preenchem a maior parte das requisições, bem como paus de canela em tamanhos que vão de 6 cm até 7 cm, 8 cm, 12 cm e/ou 25 cm.

Óleo Essencial

Como parte da sua abordagem sustentável, a Cassia Co-op tenciona usar 100% da árvore cassia, pelo que começou a incluir no catálogo óleos essenciais de canela. O óleo pode ser extraído da casca, mas também da folha da caneleira. Ao produzir óleo em Kerinci, a Cassia Co-op consegue também acesso à madeira abundante derivada da colheita da cassia. Esta fonte de energia renovável e biológica vai de encontro à visão da Cassia Co-op. de usar a totalidade da árvore.

Mais artigos

DestaquesArtigos

  • agua-de-coco-genuine-coconut-abrefacil

    Food & Beverage

    Ago 1, 2017

    VÁ PELO ORIGINAL

    Apetecia-lhe um saltinho rápido até àquela praia tropical de que tanto gostou durante as férias do ano passado? E o sabor refrescante daquela água de coco que ainda sente na boca? Acha que estou a brincar consigo?

  • Borrego14

    Business & Industry

    Abr 1, 2017

    BORREGO DA NOVA ZELÂNDIA - 135 ANOS A EXPORTAR BORREGO

    O borrego não só é a carne de eleição dos neo-zelandeses quando recebem visitas ou jantam fora. De acordo com uma sondagem efectuada anualmente pela Beef + Lamb New Zealand, é também o produto mais exportado. 

  • _MSS8814

    Business & Industry

    Jun 20, 2018

    NOVO CICLO DE INVESTIMENTO EM ANGOLA

    A economia de Angola está a iniciar um novo ciclo de recuperação, para cujo aproveitamento se conta com a recuperação – que já se verifica – do preço do petróleo e com a assistência técnica do Fundo Monetário Internacional

    ...


  • 355260_1_800

    Mecanica e Locomoção

    Ago 1, 2017

    CONSTRUÇÕES ORIGAMI

    Como num truque de magia, desembrulha-se o pacote e... UAU! É a estrutura que você precisa para as suas férias, festival de música, pavilhão de exibição, o seu... o que você precisar temporariamente.

  • 4

    Technology

    Out 31, 2018

    ECRÃS FLEXÍVEIS ROYOLE

    "Muitas vezes é o caso de avanços tecnológicos, que são de alguma forma interessantes, mas depois passam muito tempo na fase de protótipo. Os detalhes costumam ser complicados, mas a Royole mostrou algumas telas flexíveis...

  • dynamiq-gtt-115-porsche-inspired-yacht-1

    Mecanica e Locomoção

    Jul 1, 2017

    ULTRA LUXUOSO

    Tem design da Porsche, mas não se destina às estradas. Tem o conhecimento dos holandeses, mas não serve para cultivar tulipas. Está a ser construído em Itália, mas é uma criação monegasca. Confuso? Em vez disso, deslumbre-se.

    ...


  • big-03_w

    Business & Industry

    Jun 1, 2016

    WONDER CEILING

    Nowadays the interior design industry has experienced a tremendous breakthrough in terms of technology, materials and aesthetics evolution. Your VIP Partner found out about a technique which can transform your living-room, or bedroom...

  • Prince William Sound. ©Tiago Cardoso Pinto

    Lifestyle & Travel

    Nov 30, 2015

    Alaska fantástico

    Quando pensamos em Alaska são muitas as imagens que podem surgir na mente. Paisagens infindáveis de zonas selvagens, espantosas vistas de glaciares, fiordes e animais selvagens à solta. O Alaska é um lugar de muitas maravilhas e...

  • 1. Africa-Expressions-Mister-Black

    Lifestyle & Travel

    Nov 1, 2017

    "MISTER BLACK"

    Vai realizar-se, durante o mês de Novembro, pela primeira vez em Portugal, a eleição do "Mister Black" de 2017 – um embaixador de Boa Vontade que ficará incumbido da tarefa de entregar, em 2018, a Angola, o resultado da campanha...