Food & Beverage

Fev 29, 2016

A Especiaria de Luxo

A canela é usada desde tempos remotos, os Egípcios já a usavam em 2000 a.C. como agente perfumante durante o processo de embalsamamento. No entanto, a canela foi levada para a Europa por mercadores árabes, através de conspicuosas rotas terrestres, que carregavam quantidades limitadas e muito caras. A origem desta especiaria foi mantida em segredo até ao século XVI, através de histórias impressionantes e inacreditáveis acerca de como tinha sido adquirida, e assim manter o monopólio e o preço deste bem de luxo.

<

Foi em 1518 que comerciantes portugueses descobriram canela no Ceilão, actual Sri-Lanka, e assumiram o controlo do comércio de canela durante cerca de um século. Em 1638, o reino cingalês de Kandy e o exército holandês aliaram-se e derrubaram os ocupantes portugueses. Os holandeses mantiveram, no entanto, o Reino como pagamento pelos serviços militares. O monopólio da canela estava agora nas suas mãos, e assim continuou durante os 150 anos seguintes.

Em 1800, a canela já não era uma comodidade tão rara e dispendiosa, uma vez que o seu cultivo tinha chegado a outras partes do mundo, e outras iguarias como o chocolate e a cassia começaram a ganhar popularidade.

Cassia Co-op

A Cassia Co-op é a primeira empresa de processamento e exportação a estabelecer-se no coração das plantações de canela. Cerca de 85% da canela nos actuais mercados mundiais é originária da Indonésia, e a maior parte cresce numa só área, no centro da ilha de Sumatra, chamada Kerinci. Aqui está a maior plantação de cassias do mundo, conhecida pela alta qualidade das suas matérias-primas. O Monte Kerinci é o vulcão mais alto da Indonésia, e o pico mais alto da ilha de Sumatra, rodeado por árvores de canela e a viçosa floresta do Parque Nacional Kerinci Seblat, o maior habitat da espécie ameaçada Tigre de Sumatra. Os solos férteis das encostas dos altos vales de Kerinci são adequados para as árvores de canela, uma vez que estas crescem melhor entre 800 e 1500 metros de altitude.

Um dos objectivos da Cassia Co-op é exportar canela e derivados, e óleo de patchouli a partir da Indonésia, retirando os intermediários da cadeia de comércio, e ligar directamente o produtor ao consumidor e vice-versa, para assim criar transparência e interdependência. Para além disso, esforçam-se para criar uma cadeia de comércio justa e eficiente, que tenha simultaneamenteu impacto sustentável positivo em Sumatra.

Capacitar os Produtores

O Centro de Treinos da Cassia Co-op é um lugar onde os produtores podem aprender sobre agricultura sustentável, controlo de qualidade, certificações, produtos consumíveis e mercados internacionais.

Através deste Centro de Treino, a empresa trouxe aos agricultores um nível sem precedente de treino e transparência. Em troca de apoio na sustentabilidade e programa de rastreio, cada agricultor tem direito a preços especiais e recebe bónus pelas matérias-primas.

Foi implementado um Sistema de Controlo Interno (Internal Control System - ICS) robusto que deu à Rainforest Alliance a primeira certificação para canela. O programa beneficia os agricultores, a empresa e o ambiente local. Cada lote é cuidadosamente mapeado, através de GPS e auditado para assegurar que não se sobrepõe ao Parque Nacional de Kerinci.

Canela

Há centenas de variedades de canela, mas apenas quatro são usadas comercialmente: Canela do Ceilão, Canela Cassia, Canela de Saigão e Canela Korintje da Indonésia.

Esta última tem um sabor mais forte do que a Canela do Ceilão, que apresenta um travo amargo e intenso e é frequentemente chamada canela "normal". A Cassia é da espécie cinnamomum burmannii blum, o termo botânico é "cassia vera", localmente é conhecida como "kayu manis" (em indonésio), "madeira Doce" (em português). A Cassia, ou canela, é a casca da árvore.

Pós e Paus

Os produtos da Cassia Co-op incluem pós de canela do tipo padrão, (moagem 60), cortada e limpa (moagem 06), e corte para chá (moagem 18), que preenchem a maior parte das requisições, bem como paus de canela em tamanhos que vão de 6 cm até 7 cm, 8 cm, 12 cm e/ou 25 cm.

Óleo Essencial

Como parte da sua abordagem sustentável, a Cassia Co-op tenciona usar 100% da árvore cassia, pelo que começou a incluir no catálogo óleos essenciais de canela. O óleo pode ser extraído da casca, mas também da folha da caneleira. Ao produzir óleo em Kerinci, a Cassia Co-op consegue também acesso à madeira abundante derivada da colheita da cassia. Esta fonte de energia renovável e biológica vai de encontro à visão da Cassia Co-op. de usar a totalidade da árvore.

Mais artigos

DestaquesArtigos

  • birk_pillow_1024x1024

    Home & Design

    Jun 1, 2017

    O baloiço que ajuda a manter o equilíbrio

    O equilíbrio do corpo humano é conseguido através da comunicação entre diferentes partes do corpo, os olhos, o sistema vestibular do ouvido e as articulações e músculos, quando cada parte funciona correctamente o sistema de...

  • 8a646f742c77951a59ebabda7e074782

    Home & Design

    Jul 1, 2017

    PISCINAS ESCONDIDAS

    Você é o bem-sucedido proprietário de uma pequena, simpática e agradável casa, e o seu sonho é ter uma piscina para aqueles dias quentes, mas não tem o espaço que precisa no seu pátio?

  • Chipre1

    Lifestyle & Travel

    Abr 30, 2018

    SONHAR COM O VERÃO

    E se, em 2018, viajasse pelos cinco cantos do mundo? É difícil eleger os locais mais bonitos, mas preparámos uma lista com cinco destinos ricos em história, cultura e paisagens únicas que não vai querer perder!


  • C86tlqkWAAEasub

    Science & Nature

    Jul 1, 2017

    E O HOMEM CRIOU A APP

    Quem se lembra do filme Minority Report, de 2002, em que Tom Cruise ia passando a mão e os dedos num écran com informação para a organizar, ampliar ou descartar, percebe que entre aquele futuro e a realidade, o tempo foi muito...

  • Sem-Título-1

    Business & Industry

    Abr 1, 2017

    ABAT TM - NOS BASTIDORES DA COZINHA

    Todos gostamos de ir a um restaurante para experimentar pratos difíceis ou impossíveis de cozinhar em casa. Mas haverá muita gente a questionar-se qual o segredo da sua confecção? Ingredientes frescos não são o problema, no...

  • A3JUNIOR-BE05-A

    Mecanica e Locomoção

    Abr 1, 2017

    INVACARE ACTION 3 JUNIOR - A CADEIRA DE RODAS QUE CRESCE COM AS CRIANÇAS

    Quando pensamos em crianças e jovens, surge-nos imediatamente uma imagem de liberdade, diversão e energia. Retirar isso a uma criança é triste, sobretudo, quando razões diversas a levam a usar cadeira de rodas. A pensar nisso,...


  • TerraSkin

    Business & Industry

    Ago 1, 2016

    ESCRITO EM PEDRA

    Embora vivamos numa "Era" digital, onde os ecrãs tácteis se sobrepõem aos livros, e o papel se tornou incrivelmente poluente e dispendioso, não conseguimos imaginar as nossas vidas sem algum tipo de papel, ou pelo menos um suporte...

  • Leather1

    Business & Industry

    Dez 1, 2016

    ESTILO SUL-AMERICANO

    A história ensina-nos que a primeira exportação de cabedais da Argentina para a Europa, foi efectuada por uma fábrica de curtumes em 1790. Por essa altura, a primeira razão para criar gado era o valor da sua pele, a carne era...

  • FUJI FILM INSTAX SHARE SP - 2

    Technology

    Jan 1, 2018

    IMPRIMIR AS MEMÓRIAS

    O aparente triunfo do digital fez com que desaparecessem preocupações mundanas como a compra de filmes para máquina fotográfica e o racionamento das fotografias que se tiravam.