Technology

Jul 1, 2016

O FUTURO DOS NANOROBOTS

Os nanorobots parecem algum tipo de criaturas fantásticas descritas nas páginas dos livros de ficção científica, no entanto, estão "na moda" nos laboratórios de nanotecnologia em todo o mundo.

<

Antes de mais, "Nano" significa a bilionésima parte (0.000000001 ou 10^9). As nanotecnologias são as bases em objectos "nano", de tamanho entre 1 e 100 nanómetros. Aliás, este é o tamanho das moléculas e dos átomos, e as nano-tecnologias operam com os materiais a este nível.

Os Humanos tendem a copiar a Natureza nas invenções, e os nanorobots têm protótipos na vida real também. De facto, nanorobots naturais, como os ribossomas, comumente chamados máquinas moleculares, encontram-se nas nossas células vivas. Elas constroem o nosso corpo pelo processo biológico de sintetização proteica, um milagre que está por detrás do processo de crescimento natural.

A diferença entre máquinas moleculares naturais e nanorobots é que os segundos podem ser controlados e programados para construir algo de acordo com a encomenda. Trabalhando ao nível atómico, os nanorobots podem desintegrar qualquer matéria-prima (resíduos, água, óleo) e construir uma estrutura completamente nova, átomo por átomo. Os nanorobots podem até construir outros nanorobots que podem trazer possibilidades inimagináveis.

Imagine só que os nanorobots conseguiam manipular átomos e construir novas estruturas da mesma forma que uma criança faz construções com blocos…

Embora algumas pessoas acreditem que tal utilização de nanorobots é apenas uma fantasia futurística, é oportuno recordar que o corpo está vivo graças aos triliões de nanorobots vivos naturais que existem dentro das nossas células e que trabalham de acordo com a programação no ADN e ARN.

Apresentamos em seguida, alguns exemplos de nanorobots, que já têm protótipos em laboratórios situados um pouco por todo o Mundo.

Em Mainz, Alemanha, um grupo de cientistas criaram um protótipo de um motor que consiste em apenas um átomo.  Este protótipo transforma energia de calor, transmitida por laser, em movimento, como um pistão de um motor.

Em Ohio, nos Estados Unidos da América, engenheiros mecânicos usaram nanorobots e tecnologia denominada "origami de AND" para dobrar ADN em formato 3D a uma escala nano. Tais formas tornar-se-ão partes de nanorobots ainda mais complexos, de tal forma que princípios semelhantes usados na construção de máquinas, podem ser usados por nanorobots para construírem outros nanorobots.

Em Zurique, Suíça, cientistas construíram nano-barbatanas que conseguem nadar pelos líquidos biológicos, como o sangue, a uma velocidade de 5cm/h. Algo deste género poderia ser agregado a um medicamento, por forma a levar a substância à localização exacta no corpo humano – por exemplo a células cancerígenas.

Em Cambridge, Inglaterra, o nano-motor "Ant" tem vindo a ser desenvolvido na Universidade de Cambridge. Consegue exercer força 100 vezes superior ao seu peso, similarmente à força das formigas, que conseguem carregar peso significativamente superior ao seu.

Esta é apenas uma pequena lista dos últimos avanços nos laboratórios de nano-tecnologia que podem mudar as nossas vidas de forma revolucionária, num futuro não muito distante.

A utilização de nanorobots é igualmente muito promissora nas seguintes situações:

No tratamento oncológico, pois os nanorobots poderão detectar e destruir células cancerígenas de forma extremamente eficaz.

Na entrega de medicamentos. Os médicos podem controlar o processo de transporte das substâncias directamente até às células afectadas.

Em exames e monitorização médica. Os nanorobots podem viajar pelo interior do corpo humano e providenciar inúmeras possibilidade de exames médicos e monitorização do corpo e dos órgãos, detectando e prevenindo várias doenças, como o cancro e a diabetes.

No armazenamento de informação. Engenheiros conseguiram testar armazenagem de informação usando ADN e nanorobots. Em Harvard, engenheiros provaram que em apenas uma grama de ADN pode-se armazenar cerca de 700 terabytes de informação, batendo o recorde do Mundo em armazenamento de informação.

Nas energias renováveis. Cientistas estão a trabalhar em fontes de energia renovável usando nanorobots para aumentar a eficiência e diminuir a energia.

Em materiais superfortes. Cientistas da Universidade da Califórnia desenvolveram um novo nano-material que é construído por nanorobots, usando a mesma técnica que o engenheiro Gustave Eiffel usou na construção da sua famosa Torre, situada em Paris. Tal nano-material superforte tornou-se um dos mais fortes e, simultaneamente, um dos mais leves na História.

Este é apenas o início de um período em que os nanorobots poderão ser uma ajuda preciosa na resolução de alguns problemas que afectam a Humanidade. Estima-se que o mercado das nanotecnologias pode atingir 75,8 mil milhões de dólares em 2020, com tendência para continuar a crescer. Se vai acontecer, ou não, veremos muito brevemente.

Mais artigos

DestaquesArtigos

  • Muji-humidifier-kazushige-miyake-1

    Helthcare & Wellness

    Jul 1, 2017

    MELHORAR A QUALIDADE DO AR

    Em 1876, Willis Haviland Carrier, foi contratado por uma indústria gráfica para resolver os problemas de mudança de temperatura da fábrica. O engenheiro e inventor americano desenvolveu um projecto que viria a dar origem ao primeiro...

  • Li-HongBo-Klein-Sun-AM-41

    Culture & Art

    Abr 1, 2017

    LI HONGBO - BUSTOS FLEXÍVEIS

    Maleável como um dançarino de breakdance é assim que surge o busto de Michelangelo no trabalho intitulado "Tools of study", do artista chinês Li Hongbo, feito apenas com papel e cola. Tratam-se de esculturas de papel, mas...

  • 74578418-4108-11e8-ab09-36e8e67fb996_1320x770_081421

    Research & Education

    Mai 31, 2018

    A MULHER POR TRÁS DO HOMEM

    Mulher e mãe de dois presidentes dos Estados Unidos, Barbara Bush teve um papel fundamental na sua família, na América e no mundo


  • Depositphotos_11561359_xl-2015

    Lifestyle & Travel

    Set 14, 2018

    Helsínquia

    A capital do país mais feliz do mundo, a Finlândia, é uma agradável surpresa que não quererá perder. Localizada na terra dos mil lagos, ilhas e da aurora boreal, Helsínquia é, actualmente, uma das cidades mais inovadoras e...

  • TransCanadaTrail002

    Lifestyle & Travel

    Mar 1, 2017

    TRANS-CANADIANO - O GRANDE TRILHO QUE UNE O CANADÁ

    Iniciado em 1992, o Trilha Trans-Canadiano tem como propósito unir os extremos do Canadá desde o oceano Atlântico ao Pacífico e ao Ártico, e estás prestes a ser concluído este Outono, precisamente no ano do 150º aniversário...

  • Depositphotos_96937952_xl-2015

    Luxury & Fashion

    Abr 1, 2017

    LÃ DE CAMELO - DE QUENTE PARA MAIS QUENTE

    Se já sentiu arrepios ao ver o preço de um casaco de lã de camelo, pense só no conforto que tal investimento lhe poderia trazer em noites mais frias. A lã de camelo é um tecido macio, fofo, confortável, quente e respirável.

    ...


  • Ji-Elle_4.0

    Food & Beverage

    Jan 31, 2016

    A Esticar a Corda de Queijo

    Queijo em fio surgiu como surgem tantas outras inovações: durante uma época de crise. Após a Quebra da Bolsa em 1929 nos EUA, o queijo era uma parte importante da alimentação das famílias, excepto os aristocratas, que deitavam...

  • Pure Dried Freshness

    Food & Beverage

    Dez 31, 2015

    Pura Frescura Seca

    A Liotop é uma empresa brasileira que comercializa os equipamentos fabricados pela Liobras, a única empresa brasileira dedicada exclusivamente à fabricação de liofilizadores, e cujos equipamentos se tornaram referência de confiança...

  • 1. Ocean-Cleanup-Delete-the-Plastic-Islands-for-Good

    Science & Nature

    Nov 1, 2017

    ELIMINAR DE VEZ AS ILHAS DE PLÁSTICO

    Em 2014, com apenas 19 anos, o holandês Boyan Slat encontrou uma possível solução para limpar metade do oceano Pacífico em 10 anos. O plano de Slat consiste numa barreira flutuante que aproveita as correntes oceânicas fazendo...