Luxury & Fashion

Jul 1, 2017

O DESIGNER POR DETRÁS DO REVERSO

A historia do polaco Janek Deleskiewicz é, actualmente, indissociável da história de um ícone internacional entre marcas de relógios: a Jaeger-LeCoultre; e, sobretudo do seu modelo de maior sucesso: o Reverso.

Viveu uma infância rodeado de livros sobre grandes artistas como Picasso, Gaugin ou Monet e, talvez isso o tenha levado a querer seguir o estudo de artes. Mas a mãe, professora, aconselhou-o a optar por um futuro mais estável. Assim, foi parar à Universidade de Tecnologia. Não queria ser engenheiro, mas depois de descobrir o design industrial a sua formação ganhou outro sentido.

Depois de completar os estudos, encontrou o seu primeiro emprego numa representação da marca de automóveis Ford, em Bordéus, França. Mudou-se para Paris em 1977, vindo a trabalhar nas mais variadas áreas, todas relacionadas com desenho, desde móveis, a roupa e calçado, transporte, telecomunicações e indústria alimentar. Nesta última assistiu e participou na revolução em que tudo passou a ser pensado: embalagem, conservação, conveniência, preparação.

Durante este período, estava constantemente envolvido na organização ou visita a exibições artísticas – queria ver e fazer tanto quanto lhe fosse possível.

Inicialmente convidado para trabalhar apenas por alguns meses, Janek começou a trabalhar na empresa Jaeger-LeCoultre em 1988 e não mais saíu. Era um sonho tornado realidade, tudo graças à sua formação técnica aliada, claro, ao conhecimento artístico de design. A experiência foi tornando-se ainda mais gratificante pela liberdade que a equipa lhe dava em agregar a sua personalidade à inovação dos relógios.

À época em que Janek passou a fazer parte da equipa criativa a empresa produzia apenas relógios de bolso e existia apenas uma única linha. Agora oferecem sete linhas distintas, de diferentes conceitos e formas. O objectivo é ir ao encontro das novas exigências de mercado e, sinal da mudança, são as novas coleções dirigidas ao publico feminino.

O primeiro desenvolvimento que Deleskiewicz trouxe à JLC foi usar as duas faces do relógio, permitido pelo avanço nos materiais usados. Assim, criou uma peça capaz de ser um relógio de dia e tornar-se numa peça de arte para a noite, sem que seja sequer necessário retirá-lo do pulso para a transição – tem o nome de Reverso Duetto e foi criado por Janek em 1995.

Se não tivesse obtido sucesso nesta área, Deleskiewicz seria saxofonista. Já usou das suas capacidades instrumentais em apresentações da marca e, para ele, as duas artes não são muito distintas, bem pelo contrário, cada peça de relojoaria que desenvolve tem a sua música própria, tal como a expressão do tempo é essencial ao contexto musical. O director artístico acredita na capacidade de transmitir emoção através de um objecto, um simbolismo que vai além do seu propósito primário.

Janek transporta sempre consigo um caderno de rascunhos. Qualquer viagem ou experiência pode vir a ser um ponto de inspiração e, estes esboços, podem vir a ser a essência de uma nova coleção, uma vez que é a partir destes desenhos que nascem os projetos para futuras peças.

Actualmente, vive em Paris e viaja regularmente à Suíça, onde está sediada a empresa. E diz que escolheria Nova York como segunda opção de cidade onde viver, pela quantidade de filmes que aqui foram realizados e o influenciaram.

Mas a maior influência que teve na sua vida foi a do seu pai que usava sempre um fato de três peças e relógios ingleses – dois deles ainda funcionam hoje em dia. Janek deixa transparecer que a figura paterna terá influenciado o seu gosto pelo design e, dele, guardou um dos melhores ensinamentos, que lhe disse que teria muitos amigos e família quando crescesse, mas que estaria sempre sozinho.

Um ensinamento que o ajuda nos dias de hoje a manter uma vida quase itinerante, entre cidades e viagens necessárias ao trabalho, sempre com a consciência da sua importância para manter a capacidade criativa.

O artista e músico que revolucionou uma marca de relojoaria de luxo com dois séculos de história, usa o seu Reverso de eleição ao pulso e acredita que o maior luxo é ter algum tempo livre.

Mais artigos

DestaquesArtigos

  • 1

    Technology

    Nov 27, 2018

    LG SUITBOT

    "LG has created a robotic exoskeleton designed to support and enhance its wearer's legs to improve lower limb strength. The suit, named LG CLOi SuitBot, features "naturally-rotating joints" and sandal-like shoes, which LG claimed...

  • Depositphotos_7554000_xl-2015

    Research & Education

    Abr 25, 2018

    CIENTISTAS PORTUGUESES NA VANGUARDA

    São portugueses, estudam o cancro e tentam encontrar a cura para este 'bicho'. Trazem novas teorias e formas de olhar a ciência, contribuindo de forma significativa para o mundo

  • Tim-Bengel-Schlossplatz-Stuttgart-2015

    Culture & Art

    Ago 1, 2017

    AREIAS DOURADAS

    Quando se atinge uma certa idade, começamos a pensar que já vimos de tudo na vida. Podemos até pensar que não existe mais nada para criar ou para realizar de forma diferente. E depois há estas súbitas surpresas. Belas surpresas.

    ...


  • 2014-10-20 14.14.49

    Home & Design

    Mai 1, 2017

    JARDINS DO FUTURO

    Se gosta de verde, prepare o coração, pois os jardins do futuro são de tirar o fôlego e vão estar por toda a parte. Do cantinho na varanda, à cozinha, sala de estar, área de serviço, quintal e, sobretudo, nas cidades e nos...

  • 4

    Technology

    Out 31, 2018

    ECRÃS FLEXÍVEIS ROYOLE

    "Muitas vezes é o caso de avanços tecnológicos, que são de alguma forma interessantes, mas depois passam muito tempo na fase de protótipo. Os detalhes costumam ser complicados, mas a Royole mostrou algumas telas flexíveis...

  • 14279036_127247534397015_777594915_n

    Helthcare & Wellness

    Abr 1, 2017

    UMA LUVA QUE DEVOLVE A FORÇA À MÃO

    Depois de ter chegado à final do "Microsoft Imagine Cup", com o protótipo de uma luva que devolve a força à mão e que permite levantar objectos até 40 quilos, a NUADA, é uma das startups do momento.


  • Energy producing roads

    Technology

    Dez 31, 2015

    Estradas Que Produzem Energia

    Estradas que produzem energia? Porque não? O conceito está provada, e os próximos anos irão testemunhar um aumento neste tipo de projectos urbanos. A Holanda construiu um protótipo de uma ciclovia de 70 metros, e os resultados,...

  • 1. Quantino-48-Volt-Low-Voltage-High-Resistence

    Mecanica e Locomoção

    Nov 1, 2017

    BAIXA VOLTAGEM, ALTA RESISTÊNCIA

    Mil quilómetros a uma velocidade média de 120 km/h, em pouco mais de oito horas, num veículo eléctrico. Se a proposta parece interessante, aqui apenas esperamos uma resposta na linha: "pára de sonhar, rapaz, e deixa os impossíveis...

  • Photo: (c) Rita Bu

    Lifestyle & Travel

    Mai 1, 2016

    O MAIOR GLACIAR DA EUROPA

    No frio Norte, na península da Escandinávia, a Noruega. Unificada em 872, é até hoje, a guardiã da Europa do Norte, exibindo os Fiordes, braços de mar que penetram a terra, orlados por montanhas e falésias com enormes cascatas que...