Lifestyle & Travel

Jul 1, 2017

A CIDADE DAS CAVERNAS

Quase se pode dizer que é uma cidade "bipolar". É "apenas" um dos locais habitados pelo Homem mais antigos do mundo, tendo a sua origem ainda na pré-história. E é também um dos locais mais preservados.

<

Situada no Sul de Itália, a cidade de Matera é uma das mais antigas cidades do mundo continuamente habitadas, a par de Aleppo, na Síria, e Byblos, no Líbano.

Estende-se pela encosta do desfiladeiro rochoso de Murgia e calcula-se que tenha sido fundada há mais de nove mil anos. Por causa disto, não é fácil de falar sobre Matera sem contar um pouco da sua história conhecida.

Na era do paleolítico, as cavernas da região eram os abrigos perfeitos para os nossos antepassados. Sabe-se hoje que algumas das cavernas eram formações naturais e que outras foram, entretanto, sendo escavadas na rocha.

Desta forma, a cidade foi crescendo de forma caótica, dado que estas escavações se iam amontoando sem uma ordem ou ligação. As escavações eram feitas em profundidade (de cima para baixo) o que gerou o labirinto que ainda hoje se pode visitar.

Isto permitia a criação de dois ou três ambientes com funções diferentes, sendo os mais baixos, mais frios e húmidos e, portanto, serviriam como depósito de alimentos ou como estábulo de animais, para gerar calor que aquecia os ambientes superiores destinados a habitação.

Mais tarde, a cidade entrou no roteiro de povos nómadas que ali se abrigavam nas suas viagens em busca de pastagens para o seu gado. Alguns destes pastores foram-se estabelecendo ali e a cidade foi crescendo com novas grutas até à chegada de gregos e romanos que deram início a uma constituição um pouco mais ordenada.

Entre os séculos VIII e XIII, os monges da igreja greco-bizantina refugiaram-se na cidade e essa é a razão de muitas das cavernas terem sido transformadas em igrejas rupestres. E hoje, a cidade divide-se claramente em duas partes bastantes distintas.

No ponto mais alto da cidade, bem visível em toda a região, ergue-se a Catedral de Matera, construída entre 1230 e 1270.

Esta segunda parte, mais moderna, começou a ser desenvolvida a partir do século XVII. Por esta altura, começaram a surgir os edifícios que compõem a zona mais nova da cidade, mais alta e mais plana.

Dada a actividade pecuária e agrícola da região, foram sendo construídas, casas de habitação, mansões para os senhores, conventos e mosteiros. Foram também sendo construídas cisternas para recolher águas e um sistema hidráulico inovador para a época, que garantia a distribuição e abastecimento de água a toda a cidade.

A partir deste crescimento, geraram-se as naturais clivagens sociais e, enquanto a cidade alta floresceu, a zona baixa das cavernas foi-se degradando. Sobretudo porque este crescimento deu origem a novas ruas e novos edifícios que obstruíram o engenhoso sistema de distribuição de água, afectando a agricultura e provocando um aumento de doenças como Malária, referida em muitos livros que retratam a época.

Em 1853, John Murray classificava Matera, no seu "Manual para Viajantes no Sul de Itália" como sendo uma cidade suja e que "as classes mais baixas são conhecidas como as mais incivilizadas de toda a província de Basilicata". O que não impediu que a população fosse crescendo até atingir 15 mil habitantes na primeira metade do século XX.

A região tornava-se assim numa vergonha nacional e um símbolo de pobreza e fome. O governo que tomou conta do país no período pós-guerra decretou então que a cidade baixa deveria ser evacuada completamente, deslocando as 15 mil pessoas a habitar a zona alta da cidade. Os Sassi (nome dado a estas cavernas que, na realidade, significa pedra, em italiano) deveriam ser destruídos ou, os que se encontrassem em menos mau estado, recuperados.

Finalmente, nos anos 1980, o governo italiano destina verbas para a recuperação da cidade e, depois da declaração de Património da Humanidade pela UNESCO, em 1993, a Comunidade Europeia associa-se a essa iniciativa e a cidade renasceu, agora, como atracção turística.

Pela sua história e paisagem, vários foram os realizadores de cinema que recorreram aos cenários naturais de Matera para filmar. De Alberto Lattuada, com o seu filme "A Loba", de 1953; a Pier Paolo Pasolini em "O Evangelho Segundo São Mateus" de 1964; e em 2004, Mel Gibson, em "A Paixão de Cristo".

Mais artigos

DestaquesArtigos

  • C86tlqkWAAEasub

    Science & Nature

    Jul 1, 2017

    E O HOMEM CRIOU A APP

    Quem se lembra do filme Minority Report, de 2002, em que Tom Cruise ia passando a mão e os dedos num écran com informação para a organizar, ampliar ou descartar, percebe que entre aquele futuro e a realidade, o tempo foi muito...

  • dynamiq-gtt-115-porsche-inspired-yacht-1

    Mecanica e Locomoção

    Jul 1, 2017

    ULTRA LUXUOSO

    Tem design da Porsche, mas não se destina às estradas. Tem o conhecimento dos holandeses, mas não serve para cultivar tulipas. Está a ser construído em Itália, mas é uma criação monegasca. Confuso? Em vez disso, deslumbre-se.

    ...

  • Yara Birkeland 2

    Technology

    Jul 1, 2017

    AUTOMATIZAR, AUTONOMIZAR

    Está planeado que inicie actividade no final de 2018. A ideia é cumprir pequenos trajectos, ligando três portos, por entre os fiordes a Sul de Oslo, na Noruega.


  • DAK1xK3VoAEzFAG

    Helthcare & Wellness

    Ago 1, 2017

    CONTROLE O SEU SONO

    É de puro bom senso, que um bom e repousante sono é fundamental para o bem-estar da mente e do corpo. Monitorizar o sono, portanto, é fundamental para evitar disrupções negativas.

  • IMG_4878_1950x

    Helthcare & Wellness

    Abr 21, 2018

    MÁS VIBES, BOAS VIBES

    Claro! Andar de bicicleta em vez do carro e até mesmo um transporte público, é uma boa atitude para a sua saúde pessoal e comum. Certifique-se apenas que o faz da forma certa

  • background facebook

    Technology

    Out 1, 2018

    YVP MAGAZINE APP

    Our new APP with the digital edition of the magazine it's already in the Digital Stores.


  • 1

    Business & Industry

    Jul 1, 2015

    The New Suez Canal

    Since 1869, the Suez Canal, connecting the Mediterranean and the Red Seas, has been the main route to link Asia and Europe. Today, with the increase in marine traffic and trade, the Suez Canal is preparing for a new step forward, with...

  • 1. Alibaba-New-Trade-Platform-in-Russia

    Business & Industry

    Nov 1, 2017

    Nova Plataforma De Comércio Na Rússia

    O serviço já se encontra a funcionar em fase de testes e espera-se que quando lançarmos esta edição já se encontre plenamente funcional, referimo-nos ao Tmall, um serviço cuja existência data já de 2010, mas que até à data...

  • CAREERS-1_2_0

    Business & Industry

    Abr 1, 2016

    Onde os Mergulhadores Treinam

    Mergulhadores comerciais desempenham uma miríade de acções debaixo de água e são responsáveis por garantir a segurança e integridade de estruturas, navios, pessoas e negócios. É extremamente importante ter o treino apropriado...