Culture & Art

Fev 1, 2017

O RITMO CALIENTE QUE ESTÁ A ATRAIR O TURISMO

Elevado, recentemente, a Património Imaterial da Humanidade pela UNESCO, o "Merengue Dominicano", nascido na República Dominicana, é uma expressão corporal e cultural enraízada na identidade do povo dominicano. Com ritmo veloz e malicioso, e influências espanholas, africanas e indígenas, atrai cada vez mais turistas. Dance connosco esta "melodia que pode ser de amor".

Diz-se que dançar faz bem à saúde e que é um excelente anti-depressivo, sobretudo se for ao som do alegre e contagiante "Merengue Dominicano". Desde Dezembro último, a Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura (UNESCO) passou a integrar este ritmo, entre as tradições culturais a preservar para as gerações futuras em todo o mundo.

Para Leila Boasier Budecker, Directora Ibérica do Turismo da República Dominicana, «receber esta notícia é realmente uma conquista para a cultura dominicana já que o "Merengue" tem sido parte de nossa identidade há mais de um século».

Derivado de "merenque", o nome que os dominicanos davam aos invasores franceses no século XVII, esta dança pode ter tido origem nos escravos que, acorrentados uns aos outros, eram forçados a arrastar uma perna para poderem trabalhar nos campos de cana-de-açúcar. Outra versão, dá conta de que um dos grandes heróis da guerra da República Dominicana foi ferido numa perna, e quando regressou à terra natal, foi recebido em festa. Em respeito pelo que lhe tinha acontecido, todos dançaram a coxear e a arrastar uma perna. Há quem diga ainda que o "Merengue" foi buscar a sua designação ao doce com o mesmo nome (em português, "suspiros"), o qual é leve e doce, tal como a dança.

Seja qual for o caso, trata-se de uma dança caliente que alimenta a vida diária e social dos dominicanos, e que tem cada vez mais adeptos pelo mundo. Afinal, músicas como "Azur", de Cristian Castro, e "Suavemente", de Elvis Crespo, são reconhecidas em qualquer lugar.

O estilo mais popular do "Merengue" é habitualmente interpretado por um amplo conjunto de instrumentos que inclui saxofones, acordeões, trompetes e teclados.

Entre os anos 1838 e 1849, a dança "Upa Habanera", era popular em todo o Caribe. Um dos seus passos designava-se por "merengue", o que influenciou a instituição do nome como hoje o conhecemos. Porém, só conquistou definitivamente a popularidade nos anos 1850, destronando a Tumba, uma dança cubana.

Os jornais de Santo Domingo, a capital da República Dominicana, realizaram então uma campanha contra o "Merengue" em favor da Tumba, pois a alta sociedade não aceitava as letras vulgares deste estilo musical, a ausência de carácter religioso, e de a origem estar associada a negros africanos.

O auge da popularidade deu-se em 1930 quando o Ex-Presidente da República Dominicana, Rafael Trujilo, grande fã de "Merengue", utilizou este tipo de música na campanha presidencial. O músico, Luiz Alberti, escreveu o tema "Compadre Pedro Juan", que apresentava uma letra "decente", conseguindo assim que este estilo musical fosse aceite unanimemente pela sociedade, tornando-se a música simbólica da cultura nacional.

Durante as três décadas seguintes, o "Merengue" adoptou uma postura e um som mais sóbrios, para renascer em 1961, com influências do rock e R&B americano, bem como alguns elementos da salsa cubana. Uma paixão partilhada pelos povos de Porto Rico, Haiti, Venezuela e Colômbia. Actualmente, o "Merengue" tem influências norte-americanas, e embora os instrumentos tenham mudado, o ritmo continua inconfundível, e com passos que permitem aos dançarinos expressarem-se gingando.

O "Merengue" entrou para a lista de patrimónios dominicanos reconhecidos pela UNESCO, da qual fazem parte o "Espaço Cultural da Irmandade do Espírito Santo dos Congos de Villa Mella" e a "Tradição do Teatro Dançado Cocolo". Leila Boasier Budecker salienta ainda que, «esta declaração da UNESCO é uma demonstração de como o nosso ritmo transcendeu fronteiras e barreiras linguísticas, conseguindo chegar a todos os cantos do mundo». Com mais este reconhecimento, a República Dominicana, situada na América Central, e a segunda maior ilha caribenha, consolida-se como um destino turístico imperdível nas Caraíbas. Banhada a norte pelo Oceano Atlântico e a sul pelo Mar das Caraíbas, é um destino conhecido pelas praias maravilhosas, clima tropical ameno, temperaturas situadas entre os 25 e os 31 graus, paisagens irrepetíveis, riqueza cultural ímpar e pela hospitalidade e simpatia do povo.


Contactos * Turismo da República Dominicana em Portugal

Mais artigos

DestaquesArtigos

  • pele

    Helthcare & Wellness

    Mai 16, 2018

    Envelhecendo graciosamente: Aperte sua pele com segurança e eficácia

    A proteção solar é a coisa mais importante que você pode fazer em qualquer idade para manter a pele saudável

  • 1st-Sydney-TonerPave-Street-Sept14-3(1)

    Business & Industry

    Abr 28, 2018

    RECICLAR, REUTILIZAR, REPAVIMENTAR

    O e-lixo é um problema crónico e global de poluição. Relatórios da United Nations University demonstram que apenas 20 por cento do e-lixo gerado, é depois colocado em programas oficiais de reciclagem

  • Furoshiki

    Home & Design

    Jun 1, 2017

    EMBRULHE OS SEUS PÉS

    Furoshiki é o nome da arte tradicional japonesa de embrulhar objectos em pano. Agora, pela mão da marca italiana Vibram, esta arte é também aplicável aos pés.  


  • 912d9143bd63a2b40a0d28f3929fe883

    Culture & Art

    Mai 1, 2017

    ESCULPINDO A MÃE NATUREZA

    Apaixonado pela história natural, fauna e flora dos lugares que lhe são mais queridos, África e Oceânia, Gordon Pembridge, é um mestre na arte de esculpir a Mãe Natureza. De troncos de madeira nascem verdadeiras obras de arte,...

  • slide-1

    Food & Beverage

    Mai 28, 2018

    A ARTE DOS DOCES

    Girassol, amendoim ou sésamo de halva, com aditivos ou sem eles, amêndoa, nozes e outros frutos secos, o aromatizante de creme mais delicado, a mais deliciosa pasta turca – em qualquer um dos doces da marca irá encontrar uma...

  • 1.-FIFAs-World-Cup-Opens-The-Door

    Business & Industry

    Fev 1, 2018

    MUNDIAL DA FIFA ABRE PORTAS

    Curiosamente, para a realização dos dois últimos Campeonatos do Mundo de Futebol (2010 e 2014) e o que se realiza este ano, a FIFA escolheu pela primeira vez 3 países classificados como BRICS: África do Sul em 2010, o Brasil...


  • Coldwell

    Business & Industry

    Fev 29, 2016

    O Imobiliário Nas Suas Mãos

    A Coldwell Banker é um dos nomes mais respeitados na área da franquia imobiliária a nível mundial. No Brasil, a rede de agências quer continuar a crescer, a inovar e a gerar cada vez mais negócio. Prepare-se para ter nas suas mãos...

  • Gold-mines

    Business & Industry

    Set 1, 2016

    MINAS DE OURO ENFRENTAM NOVOS DESAFIOS

    Apesar da joalharia ser uma das principais indústrias consumidoras do minério de ouro, o consumo deste cresceu significativamente nas últimas décadas graças ao aumento do número de aparelhos electrónicos e das novas tecnologias...

  • Lifestyle & Travel

    Set 1, 2015

    The American Hospitality

    Carlson is one of the largest privately held companies in the world, encompassing more than 1,370 hotels in operation and under development in over 110 countries and territories and Carlson Wagonlit Travel, a global leader...