Food & Beverage

Dez 31, 2015

Revolução na Aquacultura

O produtor norueguês de salmão Nordlaks candidatou-se a construir três novos e revolucionários navios de aquacultura, que etão projectados para entrar em operação em 2017. Se o projecto se concretizar, será o navio mais comprido do mundo.

<

 "Em conjunto com a Nordlaks, a NSK Ship Design, de Harstad, desenhou o que pode ser o início de uma revolução na indústria de aquacultura sustentável", anunciou a empresa em comunicado.

O trabalho no projecto iniciou-se em Junho de 2015 por parte da NSK Ship Design. No estirador está um navio de 430 metros de comprimento e 54 metros de largura – também chamado "Havfarme" (quinta marinha). Em comparação, o mais longo navio de cruzeiros do mundo mede 360 metros e o maior porta-aviões, o USS Enterprise, estende-se por 342 metros de comprimento.

Para poder lidar com correntes marítimas, ventos e outros factores meteorológicos marinhos, o Havfarm será ancorado ao fundo do mar, usando soluções técnológicas originárias da indústria de plataformas petrolíferas. A intenção é poder mover a indústria da aquacultura desde os fiordes té ao mar aberto.

Cada Havfarm terá capacidade para 10.000 metros cúbicos de salmão – mais de dois milhões de peixes. Segundo ambas as empresas, os navios poderão aguentar ondas até 10 metros de altura e em caso de tempestade poderão ser erguidos 4 metros acima da sua posição normal. A quinta de aquacultura encontrar-se-á a 10 metros de profundidade.

O navio será construído como uma armação que comportará seis gaiolas em malha de rede apropriada, com 50 metros de lado e uma profundidade de 60 metros.

Produção livre de químicos

 "Antes do contacto de Inge Berg, da Nordlaks, já tínhamos namorado a ideia de criar novas construções a partir do zero", disse Thomas Myre, gestor comercial da NSK. "Berg chegou ao pé de nós com uma ideia bem concebida de como seria possível deslocalizar as gaiolas de criação de peixe para o mar aberto."

Graças a um sistema de saias, com 10 metros de altura, a argulose será uma coisa do passado. Quando o Havfarm estiver ancorado, de modo a poder mover-se com as ondas e ventos, a área de propagação de dejectos será 27 vezes maior que a de uma gaiola normal, um total de 472.000 metros quadrados.

No caso de a argulose aparecer, o navio será construído de modo a facilitar a remoção manual dos piolhos marinhos que a causam, o que significa que a produção será inteiramente livre de químicos.

Do conceito à aplicação

A Ministra norueguesa das Pescas, Elisabeth Aspaker, já anunciou a atribuição gratuita de licenças aos produtores que procurem efectuar investimentos de monta em novas tecnologias que superem os desafios da indústria: o ambiente e a área de mar ocupada.

Pouco tempo após o anúncio, Berg deu conhecimento que a Nordlaks tem planos para responder à iniciativa de Aspaker, mais precisamente com Havfarms.

O processo de aplicação do projecto segue a todo o vapor. Cada um dos três navios custará entre 65 e 76 milhões de euros.

"Esperamos poder colocar esta tecnologia ao serviço em 2017, se nos atribuírem as licenças para o fazermos", disse Berg em comunicado.

Mais artigos

DestaquesArtigos

  • CN-INSTITUCIONAL-05

    Helthcare & Wellness

    Set 12, 2018

    Cirurgia Estética

    Várias áreas da medicina indicam claramente a grande importância de nos sentirmos bem dentro da nossa pele. E, ao contrário do que acontecia até meados do século XX, não é invulgar, hoje, encontrar pessoas do sexo masculino...

  • transferir (1)

    Science & Nature

    Mai 1, 2017

    Outra face da aquicultura

    Em 2016 o comércio de algas marinhas obteve um rendimento que ultrapassa, a título de exemplo, toda a produção mundial de limas e limões. A captura de algas duplicou na última década e actualmente já existem autênticas quintas...

  • 1.-FIFAs-World-Cup-Opens-The-Door

    Business & Industry

    Fev 1, 2018

    MUNDIAL DA FIFA ABRE PORTAS

    Curiosamente, para a realização dos dois últimos Campeonatos do Mundo de Futebol (2010 e 2014) e o que se realiza este ano, a FIFA escolheu pela primeira vez 3 países classificados como BRICS: África do Sul em 2010, o Brasil...


  • Easy-Quorn-Stir-Fry-4-with-text

    Food & Beverage

    Mai 1, 2017

    CARNE SEM CARNE

    Alguma vez questionou como vai o mundo fazer face ao expectável crescimento da população, o qual levará à escassez de alimentos e à fome generalizada? Bom, e alguma vez se questionou como é que os vegetarianos obtêm a sua...

  • AdobeStock_112601508

    Research & Education

    Jun 1, 2017

    Ciclovias que brilham

    Até há relativamente pouco tempo os materiais que brilham no escuro não tinham funções que fossem muito além do prazer decorativo. Mas a luminescência foi conquistando aplicações mais utilitárias e hoje, literalmente, está...

  • 15026-americaandrsquos-cup-2017-the-journey-to-bermuda-begins-in-portsmouth

    Sport

    Jun 1, 2017

    OS IATES MAIS RÁPIDOS DE SEMPRE

    Passados 35 anos da primeira competição em 1851, em solo inglês, as Bermudas são palco da edição de 2017 da Taça América. Desde então, esta prova não mais deixou de conquistar prestígio e interesse mundiais. Destino obrigatório...


  • 2

    Luxury & Fashion

    Jun 1, 2015

    Leaders in gem beauty

    Though the global history of diamonds dates back around 3.3 billion years when these treasured stones were first formed by high pressure and heat deep within the earth's crust, the South African story of these gems only began in 1867...

  • The Celebration of Life "à la russe"

    Luxury & Fashion

    Dez 31, 2015

    Celebração da Vida "à la Russe"

    Ao longo do século XX, quase todos os designers de moda famosos recorriam ao tema russo, ao criarem as suas colecções. O primeiro designer russo a conquistar os corações do ocidente foi Vyacheslav Zaitsev. Nos anos 70 do século...

  • CC_Freya_Boppard_Vert_121102

    Lifestyle & Travel

    Abr 1, 2016

    Retiros Fluviais

    Navegar pelas águas calmas de um rio é, além de relaxante, uma das formas mais confortáveis de viajar e fazer férias com uma importante componente cultural. A divisão de cruzeiros fluviais da Viking Cruises, uma das maiores companhias...