Luxury & Fashion

Fev 1, 2018

HISTÓRIA DE UM ÍCONE

Foi criado para o emergente grupo social de motociclistas, em 1928, e surgiu suportada pela força das grandes marcas de motos. Harley, Norton, Triumph, Indian, e até as japonesas Honda, Yamaha e Suzuki se "colaram" a este casaco que protegia, ao mesmo tempo, o corpo, a alma e o prestígio de ser um "rebelde do século XX", tivesse ele, causa ou não.

Por PIOTR PETROVICH

Completa 90 anos em 2018. Não é mais do que "o mais icónico blusão de sempre, utilizado por motociclistas em todo o mundo", o que não dizer pouco...

Desde o início do século XXI, como resultado de um revivalismo cíclico de modas (alguns chama-lhe "retro" ou "vintage"), o "Perfecto" vou reconvocado para o papel de estrela da moda, do charme, e de estilo entre os mais jovens, e outros menos jovens que se tinham esquecido da sua própria juventude (até agora).

Confortável, prático, seguro, sedutor, resistente e duradouro; meia dúzia de atributos que definem na perfeição o vestuário em couro.

O couro é reconhecido com sendo o primeiro material de sempre a ser utilizado em vestuário, desde a era pré-histórica até à Grécia Antiga. Teve um papel especial nos rituais fúnebres da província oriental de Kamchatka, na Rússia. Em Marrocos, a utilização de cabedais estabelecia a distinção entre o mundo dos vivos e o dos mortos, pelo que, os curtumistas desempenhavam um papel social e espiritual importante na sociedade.

Desde Buffalo Bill até ao Barão Vermelho (Manfred von Richthofen), o couro tem tido um papel essencial durante a conquista das terras do Oeste e à conquista dos céus da Europa – os primeiros pilotos da Primeira Grande Guerra usavam casacos de cabedal, bem como os primeiros capacetes eram usados tanto para segurar o cabelo e proteger os óculos.

O couro adaptou-se à civilização e marcou cada passo da história do mundo. Naturalmente, no início do século XX, esta segunda pele, colou-se rapidamente aos corpos dos motociclistas.

Em 1928, os irmãos Schott, filhos de emigrante russos, decidiram largar a venda porta-à-porta de gabardines e dedicaram-se à produção de algo que protegesse a classe emergente de motociclistas. Assim, nascia o "Perfecto" uma peça de vestuário que viria a tornar-se numa lenda.

A primeira encomenda surgiu quase imediatamente. Um distribuidor de Harley-Davidson de Beck, Long Island, decidiu vender este casaco curto, maleável e prático, juntamente com os compradores das suas motos.

Os irmãos russos desenvolveram várias soluções até ao modelo final. Este incluía a utilização de um zipper, para fechar – em forma de "x" – as enormes golas frontais; uma correia para fechar as luvas dentro das mangas do blusão; reforços em couro ao nível dos ombros e dos cotovelos; outra correia para prevenir a entrada de vento ao nível da cintura; e um pequeno bolso que fechava com uma pequena mola polida e permitia a rápida utilização do – muito popular naquele tempo – isqueiro Zippo.

O casaco era totalmente produzido em couro de cavalo – um couro bastante banal, forte e resistente. E o nome: "Perfecto", foi tomado de uma charuto cubano que os irmãos russos muito apreciavam.

O casaco é utilizado pela primeira vez em cinema em 1953, por Marlon Brando, no filme "The Wild One", que contava a história da 'invasão' da cidade americana Hollister, por um grupo de motociclistas que, perante a chegada de um bando rival, ameaçava tornar a cidade num inferno.

Em 1940, surge o 613, mais conhecido actualmente como o "One Star" dada a inclusão de uma estrela na pestana do ombro que, acredita-se, surge do apoio que os irmãos votavam à revolução Cubana. O modelo 618, de 1950, apenas perde a estrela da pestana.

O grupo de motociclistas "Hells Angels" começaram logo a usar o "Perfecto" com uniforme do bando, ostentado apenas o emblema do grupo nas costas do casaco.

Até a polícia motorizada Americana, rapidamente se rendeu à sua beleza, mais o facto de oferecer uma protecção extra que fornecia maleabilidade e movimento dos seus agentes.

A conotação negative do nome "Black Jackets" foi aplicada pela primeira ao mau comportamento dos jovens franceses, nos anos 1960. Até ao ponto de o casaco ser proibido nas escolas, dada a sua imagem negativa e rebelde, numa sociedade que se via a si própria como intelectual e culta.

Mas, o "Perfecto" ainda não tinha dado a sua última palavra.

Após o fenómeno social de Woodstock, bandas de rock n'roll começaram a surgir às quais esta carga negativa representava a mensagem que as bandas queriam transmitir. Desde os "últimos" Beatles aos Rolling Stones, o "Perfecto" também se tornou um símbolo da juventude e roqueiros por todo o mundo.

No final dos anos 1970, torna-se o representante do movimento Punk que o adopta e começa a encher de várias peças metálicas para o tornar ainda mais brilhante e torna-lo mais coincidente com os polidos zippers e molas. Correntes, alfinetes e outros objectos brilhantes e coloridos são adicionados ao magnífico casaco. Mais, surge o caso da banda "The Ramones", em que todos os seus elementos usavam o casaco negro.

As décadas de 1980 e 1990, são as décadas em que os estilistas de renome mundial o descobrem, mais uma vez, e tomam para si. Desde Jean-Paul Gaultier a Christian Dior, Versace ou Karl Lagerfeld, todos usaram a base desde casaco negro nas suas colecções e criações.

Hoje, o "Perfecto", até rtem direito a uma página própria na Wikipedia... (eu não tenho).

Vai completar 90 anos durante 2018, mas os mais jovens (e os não-tão jovens) em todo o mundo, não estão na disposição nem disponíveis para o esquecer, ou para o enterrar.

Mais artigos

DestaquesArtigos

  • 170228111024-iran-abbasi-hotel-header-1400-1-2-super-169

    Lifestyle & Travel

    Mai 1, 2017

    O CONTO DE FADAS DA PÉRSIA

    A forma mais romântica de passar uns maravilhosos dias de primavera é visitando a florescente Pérsia. Os melhores meses de primavera no Irão são Abril e Maio. É a época mais agradável, quando as árvores estão cobertas de...

  • langostino-gambon-austral-alta

    Science & Nature

    Mai 1, 2017

    DE CAMARÃO A PLÁSTICO

    Por algum tempo, durante o século XX, o plástico foi considerado uma das maiores invenções da Humanidade. Senhoras e senhores por todo o mundo, usavam como prémio, quando iam às compras. Depois tornou-se numa dor de cabeça, ainda...

  • Doha-Skyline-3

    Business & Industry

    Abr 13, 2018

    UMA NOVA ETAPA PARA O MÉDIO ORIENTE

    Infelizmente, falar de Médio Oriente traz muitas vezes associada a ideia de guerra e conflitos, pois esta região charneira entre o Ocidente e o Oriente ainda não encontrou uma situação completamente estável desde o fim do Império...


  • 2

    Science & Nature

    Jul 1, 2017

    O FUTURO INTELIGENTE

    A era das coisas "smart" ameaça transformar muitas coisas em "smart"-qualquer-coisa. E, um dos aspectos importantes destas transformações, é que o tamanho das "smart"-coisas já não é uma limitação. 

  • Reading-Between-the-Lines-church-by-Gijs-Van-Vaerenbergh-2

    Culture & Art

    Jul 1, 2017

    ESCULPIR NO AR

    Uma igreja pode ser o cerne da vida de cada um, ou simplesmente uma estrutura física que se combina com o ambiente envolvente. É isto que está no fundo de "Reading between the lines", uma instalação artística que emerge da paisagem,...

  • 2073dd46294295.584f22e2a1d29

    Culture & Art

    Abr 1, 2017

    REINVENTAR O DOMINÓ

    Todos os jogos têm, de alguma forma, a sua personalidade própria. Alguns jogos têm uma vida curta porque nascem numa certa época ou a partir de uma tecnologia. É o caso dos video-jogos, jogos de arcada ou de computador. Outros,...


  • 06

    Home & Design

    Jan 1, 2017

    NO ESCRITÓIRO COM CONFORTO DE CASA

    Considerados estrelas em ascensão do design europeu, os franceses Bouroullec desenvolveram para a Vitra uma gama de mobiliário que permite sentir o ambiente acolhedor do lar no escritório.

  • Business & Industry

    Set 1, 2015

    The best hotels demand the best equipment

    Miko Hotel Services provides the best hospitality equipment in Russia and has provided the best hotels in the country with its top products.

  • Business & Industry

    Set 1, 2015

    Global Market, Global Distribution

    Groupe Auchan bears the name of its historic business opened in 1961 by Gérard Mulliez - the first self-service shop in Roubaix in the district of Hauts-Champs, which pronunciation is very similar to "Auchan".