Technology

Jan 1, 2018

IMPRIMIR AS MEMÓRIAS

O aparente triunfo do digital fez com que desaparecessem preocupações mundanas como a compra de filmes para máquina fotográfica e o racionamento das fotografias que se tiravam.

<

Por NUNO AFONSO

Hoje, já não estamos limitados a umas parcas dezenas de fotografias (24 ou 36) uma vez que, dependendo da memória de cada telemóvel ou máquina digital, o normal hoje é tirarmos centenas ou até milhares de fotografias ao longo de um ano. Infelizmente essa efemeridade faz com que entre downloads, no limbo dos ficheiros, carregamentos para a cloud e cartões de memória acabemos por perder o rastro a fotos que queremos guardar para a vida.

Atenta a esse pormenor, a Fujifilm criou a Instax Share SP, cuja versão SP-2 já se encontra no mercado e já se encontra prometida uma SP-3 dentro de um ano ou dois com ainda mais opções para o utilizador.

A que nos referimos? Pois bem, a uma impressora portátil destinada a telemóveis smartphone que imprime as suas fotos favoritas em meros 10 segundos, sejam as que estão armazenadas na memória do seu telemóvel ou nas redes sociais que utiliza. Agora, quando quiser imortalizar um momento especial já o pode imprimir de imediato!

A impressora não utiliza tinta, trata-se mesmo de uma gravação em filme instantâneo da Fujifilm, basta uma ligação wi-fi e tem uma foto genuína com exposição de luz em filme em vez de uma impressão a laser ou em jacto de tinta sobre uma folha de papel envernizado lá em casa (não desfazendo). Já pode guardar aquele momento especial na carteira, numa moldura na secretária lá do escritório ou na parede de casa ou até oferecer fotografias em alguma ocasião especial, uma tradição quase esquecida de nostalgia e proximidade.

A SP-2 destaca-se pela clareza e nitidez das fotografias impressas, algo que nos apercebemos só agora quando comparamos as suas revelações com as da sua predecessora e que certamente iremos notar uma vez mais quando surgir a SP-3 daqui por um ou dois anos, sendo que o filme analógico acaba também por suavizar a pixelização a que nos habituamos quando tentamos imprimir fotos digitais numa impressora caseira.

Uma das inovações da SP-2 é a bateria recarregável em USB que elimina o incómodo das pilhas da sua versão anterior, o design melhorou também bastante e encontram-se disponíveis duas cores, prateado e dourado, num estilo sóbrio e requintado.

Além de uma ligação wi-fi é necessário instalar a aplicação Instax Share da Fujifilm no seu telemóvel, esta app permite-lhe trabalhar as fotografias em termos de filtros de luz, parcelar fotos desdobrando-as em mais que uma, adicionar texto ou fundos de imagem.

Nas opções de impressão a partir das redes sociais, a SP-2 dá-lhe a opção de imortalizar a sua fotografia com a data e o número de likes que esta tinha na sua rede social quando a imprimiu.

Nas fotos em tempo real, pode optar também por incluir algumas curiosidades possíveis graças às possibilidades da tecnologia actual, ou seja, passa a saber qual a temperatura, grau de humidade e localização geográfica exacta da fotografia que revelar.

Tal como o revivalismo do vinyl, o aumento de procura de opções orgânicas que nos relegam para outros tempos menos práticos e que justifica este investimento por parte da Fujifilm em já ter criado duas impressoras portáteis que, na prática, são minúsculos laboratórios de revelação fotográfica, tendo prometido já uma terceira versão aprimorada, quando esta SP-2 é já um sucesso de vendas e inclui várias inovações e um preço a quase metade da versão original.

Torna-se palpável que há um mercado cada vez maior para a nostalgia, induzido em grande parte pela estabilidade financeira de uma ou mais gerações que nos tempos das polaroids instantâneas e dos discos em vinyl ainda estudavam e dependiam de uma mesada que só lhes permitia sonhar com esses luxos que, noutros tempos, atingiam preços proibitivos e não eram propriamente uma prioridade dos agregados familiares. 

Contactos * www.fujifilm.com * www.instax.com

Mais artigos

DestaquesArtigos

  • Depositphotos_8485784_xl-2015

    Food & Beverage

    Ago 1, 2017

    SEMENTES SEM COPYRIGHT

    A impressionante senda legislativa mundial chegou ao mais trivial dos produtos: os alimentos. É a mais recente tentativa do Homem, de se apoderar e controlar elementos da natureza.

  • Muji-humidifier-kazushige-miyake-1

    Helthcare & Wellness

    Jul 1, 2017

    MELHORAR A QUALIDADE DO AR

    Em 1876, Willis Haviland Carrier, foi contratado por uma indústria gráfica para resolver os problemas de mudança de temperatura da fábrica. O engenheiro e inventor americano desenvolveu um projecto que viria a dar origem ao primeiro...

  • 1

    Science & Nature

    Out 3, 2018

    SPROUT PENCIL

    O que acontece com um lápis de madeira depois de ser usado? Normalmente, é deitado ao lixo. Mas, e se fosse possível aumentar o seu tempo de vida, mesmo após já não restar nada que permita ser utilizado?


  • scribit1

    Home & Design

    Set 28, 2018

    SCRIBIT

    O seu espaço ao seu gosto

    Há um par de anos atrás, o estúdio de arquitetura e design Carlo Ratti Associati (CRA) apresentou um sistema no qual um robô pulverizador de pintura era usado para desenhar imagens em superfícies...

  • 4897642457_ef0740e0eb_b

    Home & Design

    Mai 1, 2017

    NATURALMENTE INDUSTRIAL

    A vida não é fácil para os arquitectos e designers de interiores que gostam de usar materiais naturais na cobertura de grandes superfícies. Muitas vezes, a escolha certa, é o pior pesadelo quando procuram um fornecedor fiável...

  • Viagem marco

    Lifestyle & Travel

    Mar 3, 2018

    AVENTURA SEM TURISMO

    O turismo de aventura tornou-se extramente popular na última década, mas perdeu também boa parte do seu realismo, afinal com visitas guiadas e resorts à porta fechada em hotéis de luxo pouco tem sobrado do espírito de aventura...


  • woll

    Business & Industry

    Jun 1, 2015

    Naturally soft and warm

    Merino, probably the best type of wool one can find. New Zealand produces and exports the wool of more than 50 million sheep, transformed in yarn and clothing. Twenty years ago, New Zealand Merino Company decided to change the traditional...

  • Find everything, anywhere

    Technology

    Nov 30, 2015

    Encontre tudo, em todo o lado

    Estamos sempre a perder coisas. É um problema simples do dia-a-dia que merece uma solução igualmente simples, mas eficiente. Foi por isso que nasceu o Lapa.

    Lapa é um descobridor de coisas como nenhum outro. No entanto, nem...

  • Depositphotos_4581358_original

    Lifestyle & Travel

    Fev 1, 2017

    O AMOR EM TEMPOS DE TINDER

    No mês em se celebra o "Dia de S. Valentim" ou "Dia dos Namorados", como também é conhecido o dia 14 de Fevereiro, reflectimos sobre a forma como hoje as pessoas se relacionam e conhecem. Longe vai o tempo do namoro à janela,...