Food & Beverage

Jan 1, 2017

PEDAÇOS DE PRAZER

Não é possível determinar data nem origem desta iguaria da culinária turca. Existem, contudo, relatos oriundos do médio oriente e Índia que registam a existência de doces gelatinosos, preparados a partir de mel e essências de frutos, há mais de 8oo anos. Hoje, alguns destes ingredientes e técnicas, foram substituídos por outros mais modernos.

As receitas praticadas nos nossos dias, substituíram o mel pelo açúcar ou pela pectina para lhe conferir a espessura, e as gelatinas no lugar dos extratos de frutos. Mas o resultado final, é o mesmo. Trata-se de um doce gelatinoso semi sólido de sabor delicado.

De acordo com a mais antiga confeitaria conhecida que produz este doce (a Hacı Bekir, fundada em Istambul, em 1777), a receita actual foi criada pelo fundador Bekir Efendi. Este mestre de confeitaria estava ao serviço da corte imperial otomana e do seu sultão em particular. Segundo a história contada pela empresa, a criação e apuramento da actual receita terá tido origem numa queixa do sultão por ter rachado um dente ao roer um doce crocante.
Este episódio teria dado origem à criação deste doce, menos agressivo para os dentes e mais ao gosto do sultão, e também ao reconhecimento de Bekir Efendi como confeiteiro particular do sultão.

A designação turca "lokum" deriva do árabe Halkum, ou Al-Halkum que significa "conforto para a garganta".

Já a designação Delícia Turca (traduzida do inglês "Turkish Delight") terá tido origem no início do século XIX, autoria de um viajante britânico que, se teria  se terteria  se teria perdido de amor pel.

tendo viajado para a Turquia, ali se terá rendido a esta iguaria e logo terá comprado uma enorme quantidade para comercializar em Inglaterra. Assim que o doce ficou disponível para distribuição, e perante a necessidade de lhe atribuir um nome, do qual ele não se lembrava, decidiu atribuir-lhe a referência ao país de origem, surgindo assim a designação pela qual este doce é conhecido no mundo ocidental.

Apresentação

Este doce gelatinoso é habitualmente apresentado em quadrados, envoltos em açúcar, e os sabores podem ser variados. Os mais habituais são os frutos, mas é possível produzir também a partir de plantas e flores, como rosas, por exemplo.

Dada a forma como é acabado e apresentado, é um doce que pode causar algum incómodo ao ser comido. A cobertura de açúcar cai e espalha-se com muita facilidade.

Depois de preparado, não é conveniente armazenar em locais húmidos. A humidade cria uma crosta crocante a toda a volta dos quadrados e o açúcar com que é polvilhado fica seco e espalha-se ainda com mais facilidade.

Receita e preparação (sabor a Romã)

– 1 + 3/4 de chávenas de água;
– 2/3 chávenas de sumo de Romã;

– 2 chávenas de açúcar;

– ½ chávenas de farinha de milho;

– ½ colher de chá de creme tártaro;

– ½ chávena de pistacchios sem sal e sem pele;

– ½ colher de sopa de sumo de limão;

– farinha de milho e açúcar para polvilhar.
Numa panela despeje uma chávena de água, adicione o sumo de Romã, a farinha de milho, o creme tártaro e o limão. Misture tudo em lume brando, mexendo sempre até que forme um creme grosso e transparente.

Coloque de lado para preparar a calda.

Noutra panela, coloque ¾ de chávena de água e duas chávenas de açúcar. Coloque a um lume mais forte, mexendo durante uns 15 minutos até atingir fervura.

Retire do lume e misture o creme inicial. Volte a colocar em lume brando, mexendo sempre até que fique uma pasta homogénea.
De seguida, junte os pistacchios e volte a colocar em lume médio, misturando sempre muito bem durante uns 45 a 60 minutos, até ficar consistente.

Retire do fogão e espalhe numa forma bem untada com óleo.

Quando ficar frio, pode deixar ao ar livre de um dia para o outro, ou colocar no frigorífico para ficar frio mais depressa.

Seguidamente, corte em quadrados de 3 cm e passe-os todos por uma tijela onde colocou previamente açúcar em pó e farinha de milho. É importante envolver bem os quadrados nesta mistura para que o doce não se cole a tudo.

Pode usar também coco, pistacchios, amêndoas ou nozes moídas para enriquecer o sabor.

Mais artigos

DestaquesArtigos

  • Technology

    Mar 1, 2015

    Longer range electric cars

    In recent years the automotive industry has set their controls for the heart of electric engines and batteries, leaping forward very fast, developing technologies that were only a dream just ten years ago.

  • AdobeStock_86784638

    Business & Industry

    Mar 1, 2017

    ÁGUA-DE-COLÓNIA - TODOS OS CHEIROS DO MUNDO

    O mundo não é só pensado, falado, lido ou visto. É sentido, cheirado e ouvido. A nossa relação com as cidades é exemplo disso. Estas possuem identidades que vão sendo construídas tanto no imaginário de quem nunca as viveu...

  • Motricidade

    Sport

    Out 1, 2016

    ATLETAS PODEROSOS

    Em 2001, Alessandro Zanardi, ao volante de um Reynard-Honda de Fórmula 1, sofreu um acidente que lhe amputou ambas as pernas. Zanardi recusou desistir da vida e redefiniu o conceito de "desportista" ao ganhar duas medalhas de ouro...


  • Technology

    Jun 1, 2015

    Warmth and comfort

    Ah, wood. So natural, beautiful, and so good looking on your garden porch. Wouldn't it be nice if you could floor your home, or get your walls cladded with specialized thermo-enhanced wood from Finland? If so, then your choice could...

  • 1

    Luxury & Fashion

    Mai 1, 2015

    These shoes were made for comfort.

    In  1774, Germany, Johann Adam Birkenstock began the long line of shoemakers that would introduce comfortable walking to the world. 2To this day, the brand continues to base it's innovation in his ideal, offering many diferent styles...

  • 1

    Business & Industry

    Mai 1, 2015

    Global mining for global needs

    Rio Tinto is a leading global mining group that focuses on finding, mining and processing the Earth's mineral resources. Since 1883, the company has expanded from a open-pit mine in Spain to a worldwide consortium of companies wich help...


  • 1986661-eye_1024

    Helthcare & Wellness

    Jul 1, 2017

    SOLUÇÕES À VISTA

    Uma das maiores causas de cegueira no ser humano é a degeneração dos fotorreceptores da retina. Até agora, não existe um tratamento clínico eficaz para estes distúrbios na retina. Mas isto parece que vai mudar em breve.

    ...

  • 11-1

    Business & Industry

    Dez 1, 2017

    SONHOS DE PRINCESA

    Será rara a menina que não cresceu a desejar querer ser uma princesa da Disney – os filmes, livros e revistas de banda desenhada da gigante norte-americana entraram no imaginário popular mundial ao longo das suas décadas de...

  • 226c441149909061a3a62986fcadd917

    Sport

    Abr 1, 2017

    NAGINATA - A ARTE QUE FAZ O CARÁCTER

    Se há herança que o Oriente vai dando à Humanidade, é inegavelmente, uma diversidade de disciplinas que procuram a evolução do Ser e que conduzem à elevação física, mental e espiritual. Artes Marciais como o Karaté, incluído...