Business & Industry

Dez 31, 2015

Parceiros para o México

Constituída em 2004, a Câmara de Comércio e Indústria Luso-Mexicana é uma associação sem fins lucrativos, de carácter empresarial que tem como objectivo primordial o reforço e fortalecimento das relações socio-económicas bilaterais entre Portugal e México. A identificação de mercados e parceiros para investimento, mediação de contactos entre agentes económicos, realização de actividades promocionais, apoio a ideias e projectos de cooperação reciprocamente vantajosos e elaboração de estudos de mercado são alguns dos pontos fundamentais da missão da CCILM.

<

A Câmara de Comércio Luso-Mexicana até 2010 centrou as suas actividades no mercado de infraestruturas de que o México estava carenciado, divulgando junto das empresas portuguesas o Plano Nacional de Infraestruturas do Presidente Filipe Calderón.

O ciclo de 2011 a 2013 da Câmara Luso Mexicana foi de promoção dos sectores de ambiente e energia, com destaque na realização de missões empresariais de Portugal ao México. Destaca-se a participação dos eventos Green Solutions em 2011 e 2012 na Cidade do México. Em 2013 as missões empresariais tiveram o sentido inverso, sendo Portugal a receber os empresários mexicanos. Destaca-se a participação no evento Aqualive/EnergyLive em Lisboa. No ciclo de 2014 a 2017 a Câmara Luso Mexicana reorientou a sua abordagem ao mercado mexicano, tendo como alvo os sectores das tecnologias de informação e comunicação. Contudo, a partir de 2016, as missões empresárias e participação em feiras sectoriais, cofinanciadas pelo Portugal 2020, terão igualmente base tecnológica, mas serão mais abrangentes, incluindo assim o sector farmacêutico, saúde, telecomunicações, energia/ambiente, automóvel/aeroespacial, infraestruturas e indústria.

Complementando as missões empresariais desenvolvidas, a Câmara de Comércio Luso-Mexicana divulga as oportunidades bilaterais através de actividades sectoriais ou generalistas (seminários, conferências, roadshow), bem como almoços empresariais, entre outras. 

Desde 2014 a CCILM conta com uma delegação na Cidade do México, factor fulcral para o desenvolvimento da sua missão.

O Portugal Connect é um projecto conjunto de internacionalização promovido pela CCILM que está direccionado para empresas portuguesas de base tecnológica que pretendem entrar ou consolidar a sua presença no mercado mexicano. O conjunto das empresas aderentes integra áreas de reconhecida capacidade técnica e pretende ser representativo de um Portugal tecnológico e inovador, contribuindo para a afirmação da imagem de um país de referência tecnológica à escala mundial.

Com o apoio financeiro do anterior quadro comunitário e com um orçamento de 400 mil euros, o projecto teve o seu início em Junho de 2014, com a adesão de 11 empresas portuguesas do sector das TICE's.

O programa de acções promocionais do mercado mexicano incluiu a concretização de 5 deslocações conjuntas ao mercado das quais, pela sua importância e dimensão, destacamos a participação no "World Congress on IT 2014" e no "Virtual Educa 2015". As empresas aderentes estão já a desenvolver os primeiros negócios e a ganharem autonomia no mercado, contando para isso com o apoio da estrutura de representação da CCILM no México.

Encontra-se a decorrer a próxima fase do Portugal Connect, que terá o dobro da dotação orçamental da fase anterior (agora co-financiada pelo Portugal 2020) e alargado o âmbito, de forma a abranger todas as empresas de base tecnológica.

Este novo projecto prevê, para o ano 2016, um programa de acções direccionadas para o mercado composto por várias missões empresariais e a participação em importantes feiras nos sectores estratégicos no México, tais como indústria automóvel, educação ou aeroespacial.

Para além da participação em feiras e eventos promocionais, o Portugal Connect oferece às empresas aderentes o seguinte conjunto de serviços:
i) Enquadramento institucional através da rede de apoio da CCILM em Portugal e no México;
ii) suporte técnico e disponibilização de informação relativa ao mercado mexicano;
iii) assistência na identificação de interlocutores de negócio e apoio nos processos de decisão;
iv) agendamento de reuniões e acompanhamento de processos negociais no terreno;
v) Partilha de instalações na delegação da CCILM na Cidade do México;
vi) Apoio financeiro do Portugal 2020, a uma taxa de 45%, durante o período de execução do projecto.

Em particular, este projecto irá beneficiar da experiência adquirida ao longo da execução da fase anterior, não só com o alargamento da base de apoio da CCILM no México mas também da continuidade dos contactos estabelecidos com as entidades governamentais mexicanas e com as associações empresariais deste país, visando o consequente aumento de possibilidades de exportação/internacionalização para o México.

Com uma economia de enorme dimensão, e importante plataforma para os outros países da América Latina e Estados Unidos, ávida por soluções tecnológicas que introduzam eficiência nos processos produtivos e com um sector empresarial carente de soluções tecnológicas inovadoras, o governo do México tem em curso um importante conjunto de reformas visando a modernização das suas infraestruturas e um forte interesse em atrair projectos que melhorem a produtividade do país.
A boa reputação dos produtos portugueses e a associação ao Portugal Connect, vai possibilitar às empresas portuguesas de vocação tecnológica a exploração de um imenso território de oportunidades.

O México é um dos países com uma das economias mais competitivas a nível mundial com tratados comerciais estabelecidos com mais de 40 países. As suas condições de estabilidade politica e macroeconomia abrem imensas possibilidades de reforço no relacionamento económico entre os dois países. Este facto traduz-se no crescente aumento de empresas portuguesas que procuram este mercado para colocar o seus produtos ou instalarem-se ali, tendo sido particularmente interessantes os investimentos portugueses nos sectores automotriz, moldes, tecnologias de informação, nas infraestruturas, na energia e no ambiente. No ano de 2014 registam-se 606 empresas portuguesas a exportarem para este mercado. A integração no bloco económico NAFTA (EUA, Canadá e México) e mais recentemente como membro da Aliança do Pacifico (Peru, Colômbia, Chile e México) são outros pontos favoráveis ao mercado mexicano como base triangular de acesso as outros mercados desenvolvidos. No que respeita a Portugal pode servir igualmente como base de apoio das empresas mexicanas nos mercados africanos de expressão portuguesa, nomeadamente Angola e Moçambique.

Mais artigos

DestaquesArtigos

  • Savory14

    Science & Nature

    Mar 2, 2018

    A DERRADEIRA ARMA

    As grandes pastagens podem ser uma resposta para acabar com as áreas de desertos e amenizar os efeitos do aquecimento global, defende o ambientalista e agricultor zimbabuano, Allan Savory que, em tempos, foi responsável pelo abate...

  • Cb_z-_QUYAAQW51

    Luxury & Fashion

    Mar 1, 2017

    ROTHY'S - ESTILO: RECICLÁVEL

    Está farta daqueles ténis de marca que são iguais aos ténis de todas as suas amigas?! Sim, aqueles que calça quando chega ao fim do dia de trabalho e precisa de dar algum descanso ao pé. Então este artigo é para si, descubra...

  • epo15_Jonkers-0322_9F0C9396E8DC4F75A713C3D05913F5AB

    Science & Nature

    Jun 1, 2017

    Um salto tecnológico

    Edifícios e estruturas que podem, por magia, regenerar por completo as rachas causadas pela pressão, mudanças de temperatura ou humidade? O que era um cenário de ficção científica apenas há alguns anos é já uma realidade...


  • CN-INSTITUCIONAL-05

    Helthcare & Wellness

    Set 12, 2018

    Cirurgia Estética

    Várias áreas da medicina indicam claramente a grande importância de nos sentirmos bem dentro da nossa pele. E, ao contrário do que acontecia até meados do século XX, não é invulgar, hoje, encontrar pessoas do sexo masculino...

  • 11c91a486542ec03_565A4641.xxxlarge_2x

    Home & Design

    Ago 1, 2017

    VIDA MINIMALISTA

    Com certeza, já teve a sensação de que, durante a sua vida acumulou coisas demais. Algumas até, que usou muito raramente (ou vez nenhuma) e que apenas se foram empilhando e gerando confusão.

  • 1st-Sydney-TonerPave-Street-Sept14-3(1)

    Business & Industry

    Abr 28, 2018

    RECICLAR, REUTILIZAR, REPAVIMENTAR

    O e-lixo é um problema crónico e global de poluição. Relatórios da United Nations University demonstram que apenas 20 por cento do e-lixo gerado, é depois colocado em programas oficiais de reciclagem


  • 1

    Business & Industry

    Jun 1, 2015

    Where the best office paper is made

    The Portucel Soporcel group is focused on its own brands. This means its sales strategy is to offer a portfolio of brands with distinctive value propositions, reaching out to different consumer segments. 

    Pride of place goes...

  • Margush

    Luxury & Fashion

    Abr 1, 2016

    O Brilho da Margiana Turquemena

    Margiana é um país extinto cujos primeiros registos escritos datam de há 2500 anos. Durante muito tempo, a localização exacta não tinha sido claramente identificada, até que, em meados do século XX, o académico V. V. Struve,...

  • 2015_nyar_mainpage_ger

    Science & Nature

    Abr 1, 2016

    Com Uma Ajudinha dos Meus Cães

    Os cães são companheiros do Homem há milhares de anos. Várias descobertas arqueológicas mostram que esta relação existe há, pelo menos, 26.000 anos. Exemplo disso, são dois rastos de pegadas encontradas laldo a lado, correspondentes a...