Business & Industry

Dez 31, 2015

Parceiros para o México

Constituída em 2004, a Câmara de Comércio e Indústria Luso-Mexicana é uma associação sem fins lucrativos, de carácter empresarial que tem como objectivo primordial o reforço e fortalecimento das relações socio-económicas bilaterais entre Portugal e México. A identificação de mercados e parceiros para investimento, mediação de contactos entre agentes económicos, realização de actividades promocionais, apoio a ideias e projectos de cooperação reciprocamente vantajosos e elaboração de estudos de mercado são alguns dos pontos fundamentais da missão da CCILM.

A Câmara de Comércio Luso-Mexicana até 2010 centrou as suas actividades no mercado de infraestruturas de que o México estava carenciado, divulgando junto das empresas portuguesas o Plano Nacional de Infraestruturas do Presidente Filipe Calderón.

O ciclo de 2011 a 2013 da Câmara Luso Mexicana foi de promoção dos sectores de ambiente e energia, com destaque na realização de missões empresariais de Portugal ao México. Destaca-se a participação dos eventos Green Solutions em 2011 e 2012 na Cidade do México. Em 2013 as missões empresariais tiveram o sentido inverso, sendo Portugal a receber os empresários mexicanos. Destaca-se a participação no evento Aqualive/EnergyLive em Lisboa. No ciclo de 2014 a 2017 a Câmara Luso Mexicana reorientou a sua abordagem ao mercado mexicano, tendo como alvo os sectores das tecnologias de informação e comunicação. Contudo, a partir de 2016, as missões empresárias e participação em feiras sectoriais, cofinanciadas pelo Portugal 2020, terão igualmente base tecnológica, mas serão mais abrangentes, incluindo assim o sector farmacêutico, saúde, telecomunicações, energia/ambiente, automóvel/aeroespacial, infraestruturas e indústria.

Complementando as missões empresariais desenvolvidas, a Câmara de Comércio Luso-Mexicana divulga as oportunidades bilaterais através de actividades sectoriais ou generalistas (seminários, conferências, roadshow), bem como almoços empresariais, entre outras. 

Desde 2014 a CCILM conta com uma delegação na Cidade do México, factor fulcral para o desenvolvimento da sua missão.

O Portugal Connect é um projecto conjunto de internacionalização promovido pela CCILM que está direccionado para empresas portuguesas de base tecnológica que pretendem entrar ou consolidar a sua presença no mercado mexicano. O conjunto das empresas aderentes integra áreas de reconhecida capacidade técnica e pretende ser representativo de um Portugal tecnológico e inovador, contribuindo para a afirmação da imagem de um país de referência tecnológica à escala mundial.

Com o apoio financeiro do anterior quadro comunitário e com um orçamento de 400 mil euros, o projecto teve o seu início em Junho de 2014, com a adesão de 11 empresas portuguesas do sector das TICE's.

O programa de acções promocionais do mercado mexicano incluiu a concretização de 5 deslocações conjuntas ao mercado das quais, pela sua importância e dimensão, destacamos a participação no "World Congress on IT 2014" e no "Virtual Educa 2015". As empresas aderentes estão já a desenvolver os primeiros negócios e a ganharem autonomia no mercado, contando para isso com o apoio da estrutura de representação da CCILM no México.

Encontra-se a decorrer a próxima fase do Portugal Connect, que terá o dobro da dotação orçamental da fase anterior (agora co-financiada pelo Portugal 2020) e alargado o âmbito, de forma a abranger todas as empresas de base tecnológica.

Este novo projecto prevê, para o ano 2016, um programa de acções direccionadas para o mercado composto por várias missões empresariais e a participação em importantes feiras nos sectores estratégicos no México, tais como indústria automóvel, educação ou aeroespacial.

Para além da participação em feiras e eventos promocionais, o Portugal Connect oferece às empresas aderentes o seguinte conjunto de serviços:
i) Enquadramento institucional através da rede de apoio da CCILM em Portugal e no México;
ii) suporte técnico e disponibilização de informação relativa ao mercado mexicano;
iii) assistência na identificação de interlocutores de negócio e apoio nos processos de decisão;
iv) agendamento de reuniões e acompanhamento de processos negociais no terreno;
v) Partilha de instalações na delegação da CCILM na Cidade do México;
vi) Apoio financeiro do Portugal 2020, a uma taxa de 45%, durante o período de execução do projecto.

Em particular, este projecto irá beneficiar da experiência adquirida ao longo da execução da fase anterior, não só com o alargamento da base de apoio da CCILM no México mas também da continuidade dos contactos estabelecidos com as entidades governamentais mexicanas e com as associações empresariais deste país, visando o consequente aumento de possibilidades de exportação/internacionalização para o México.

Com uma economia de enorme dimensão, e importante plataforma para os outros países da América Latina e Estados Unidos, ávida por soluções tecnológicas que introduzam eficiência nos processos produtivos e com um sector empresarial carente de soluções tecnológicas inovadoras, o governo do México tem em curso um importante conjunto de reformas visando a modernização das suas infraestruturas e um forte interesse em atrair projectos que melhorem a produtividade do país.
A boa reputação dos produtos portugueses e a associação ao Portugal Connect, vai possibilitar às empresas portuguesas de vocação tecnológica a exploração de um imenso território de oportunidades.

O México é um dos países com uma das economias mais competitivas a nível mundial com tratados comerciais estabelecidos com mais de 40 países. As suas condições de estabilidade politica e macroeconomia abrem imensas possibilidades de reforço no relacionamento económico entre os dois países. Este facto traduz-se no crescente aumento de empresas portuguesas que procuram este mercado para colocar o seus produtos ou instalarem-se ali, tendo sido particularmente interessantes os investimentos portugueses nos sectores automotriz, moldes, tecnologias de informação, nas infraestruturas, na energia e no ambiente. No ano de 2014 registam-se 606 empresas portuguesas a exportarem para este mercado. A integração no bloco económico NAFTA (EUA, Canadá e México) e mais recentemente como membro da Aliança do Pacifico (Peru, Colômbia, Chile e México) são outros pontos favoráveis ao mercado mexicano como base triangular de acesso as outros mercados desenvolvidos. No que respeita a Portugal pode servir igualmente como base de apoio das empresas mexicanas nos mercados africanos de expressão portuguesa, nomeadamente Angola e Moçambique.

Mais artigos

DestaquesArtigos

  • Biclas09

    Mecanica e Locomoção

    Ago 1, 2017

    Kross expande para a Holanda

    Em Novembro de 2016 o mundo dos entusiastas do ciclismo ficou abalado com a falência da Multicycle, a maior empresa de fabrico de bicicletas da Holanda e internacionalmente reconhecida pelos avanços tecnológicos que a levaram a...

  • 978x0

    Culture & Art

    Jun 1, 2017

    O ETERNO CAPITÃO

    Os franceses consideram-no uma das mais importantes figuras da sua história. Se tal não fosse redutor, até poderia ser verdade. A verdade, porém, é que este senhor, cuja imagem associamos de imediato ao gorro vermelho, foi uma...

  • 19620901_739735632865157_1070968012579382532_o

    Home & Design

    Ago 1, 2017

    ESTILO OCIDENTAL, SABEDORIA JAPONESA

    Não precisa ver o filme Kill Bill-Volume 2, ser uma grande chef ou um mestre de espada para saber que as melhores lâminas do mundo são japonesas. A sua tradição no fabrico de lâminas vem desde o século XIII.


  • Viagem marco

    Lifestyle & Travel

    Mar 3, 2018

    AVENTURA SEM TURISMO

    O turismo de aventura tornou-se extramente popular na última década, mas perdeu também boa parte do seu realismo, afinal com visitas guiadas e resorts à porta fechada em hotéis de luxo pouco tem sobrado do espírito de aventura...

  • Allan-Baudoin_Josh_Fray_Photography-10

    Luxury & Fashion

    Ago 1, 2017

    ESTILO AOS SEUS PÉS

    Sempre que falamos de estilo referente a calçado, sabemos que certamente iremos falar sobre Ingleses. A tradição inglesa na sapataria feita à mão é bastante conhecida e o país alberga alguns dos melhores fabricantes de sapatos.

    ...

  • 1

    Culture & Art

    Out 12, 2018

    OS MARRETAS

    Não importa a idade ou a geração, o que é facto é que todos nós conhecemos as marionetas de peluche que ganharam vida e encheram o imaginário de muitos fãs. Divertidos, diferentes e até um pouco inconvenientes, estes bonecos...


  • 1

    Business & Industry

    Jun 1, 2015

    Young Millionaires

    Young millionaires are rising around the world. New opportunities made possible from the aftermath of the digital revolution open new markets to new ideas and business concepts, wich let imaginative and innovative people do what they...

  • Technology

    Abr 1, 2015

    Three decades of .COM

    It's been 30 years since the first .COM domain was registered, marking the birth of commercial internet, wich exploded into more than 116 million addresses registered until the end of March 2015. Looking back, it's been a wonderful journey.

    ...

  • 05-vela

    Home & Design

    Set 1, 2016

    VELAS FEITAS DE ARTE E AROMA

    As velas aromáticas contribuem para o bem-estar e, por isso, fazem parte de muitos lares, spas, hotéis, bares e restaurantes. Há empresas que trouxeram para este segmento o luxo, a arte e a criatividade. Se à luz se associar uma fragrância...