Culture & Art

Mar 1, 2017

SERGEI MIKHAILOVICH PROKUDIN-GORSKY - UM HOMEM ESPECIAL

A entrada de um novo século traz sempre motivações adicionais para experimentar e explorar novos mundos e novas técnicas. Algumas acabam por se mostrar vãs e até fúteis. Outras, contudo, provocam verdadeiras revoluções na vida das pessoas e perduram por muitas décadas.

<

Sergei era um homem notável. Nasceu em 1863, em Funicova Gora, no Oblast de Vladimir (a leste de Moscovo), Rússia, e faleceu a 27 de Setembro de 1944, em Paris, França, depois do exílio a que se votou após a morte do Czar Nicolau II.

Formou-se como químico e estudou com os maiores nomes da época em São Petersburgo (Rússia), Berlim (Alemanha) e Paris (França). Não é tanto como químico que o seu nome ficou gravado na história do mundo, embora a disciplina tenha sido um forte auxiliar.

Produkin-Gosrky fica na história do mundo como um dos percutores e uma das mais importantes figuras no desenvolvimento da técnica de fotografia a cores. Como resultado dos seus trabalhos e estudos, surgiram imensas patentes de filmes positivos a cores e projecção de imagem com movimento.

O seu grande projecto de documentar, a cores, a imensa diversidade histórica, cultural e tecnológica do Império Russo surge em 1905. Era sua intenção que estes registos pudessem ser utilizados nas escolas por todo o império.

O processo que desenvolveu consistia em utilizar uma câmara que captava uma série de fotografias monocromáticas, numa sequência muito rápida. Cada imagem monocromática era captada em placas de vidro de 3x9 polegadas, com um filtro colorido diferente e, para isso, utilizou as cores vermelho, verde e azul. Posteriormente, as imagens eram reproduzidas individualmente com luz da cor adequada a cada uma delas. Era, assim, possível reproduzir a cena fotografada com as cores originais.

O engenhoso químico-fotógrafo não dispunha, contudo, de um mecanismo que lhe permitisse imprimir em tela as imagens obtidas através deste processo. Para esse efeito, Sergei obteve um poderoso aliado e mecenas: o próprio Czar Nicolau II que, tendo ouvido sobre as maravilhas desta notável figura, logo tomou a decisão de lhe atribuir a imensa responsabilidade de documentar a vastidão do império, os seus hábitos, culturas, pessoas e indústrias.

Colocou à disposição de Sergei um comboio vagão equipado com câmara escura e todos os acessórios e produtos que ele pudesse necessitar para a monumental tarefa. No mesmo gesto concedeu a Prokudin todas as autorizações necessárias para visitar todas as áreas do império, mesmo as mais restritas para que pudesse levar a cabo a tarefa.

Sergei Mikhailovich Prokudin-Gorsky percorreu todo o império entre os anos 1909 e 1915, criando um espólio de imagens documentais como nunca se tinha visto até então. Desta forma, dava a conhecer ao mundo, toda a magnitude do vasto território, a sua riqueza industrial, cultural, social e humana.

Após a morte do Czar, durante a revolução Socialista de 1918, Prokudin exilou-se em Paris, onde viria a falecer em 1944, um ano antes do final da Segunda Grande Guerra.

Em 1948, a Biblioteca do Congresso dos Estados Unidos da América comprou as imagens aos herdeiros do homem especial e, em 2001, a par da exposição "O Império que foi a Rússia", realizou a cópia digital de todas as imagens a partir dos três originais monocromáticos de Sergei.

Mais artigos

DestaquesArtigos

  • 978x0

    Culture & Art

    Jun 1, 2017

    O ETERNO CAPITÃO

    Os franceses consideram-no uma das mais importantes figuras da sua história. Se tal não fosse redutor, até poderia ser verdade. A verdade, porém, é que este senhor, cuja imagem associamos de imediato ao gorro vermelho, foi uma...

  • germans-ermics-salone-del-mobile-2017-milan-design-week-furniture-glass-chairs-_dezeen_hero-a

    Home & Design

    Ago 1, 2017

    CORES TRIDIMENSIONAIS

    Para o designer letão Germans Ermičs, a importância da cor vai muito além do seu sentido decorativo. Um grande exemplo disso, são as suas peças de mobiliário translúcidas, formas perfeitas que se fundem no espaço.

    ...

  • lilium-jet-flying

    Mecanica e Locomoção

    Jun 1, 2017

    O LANÇAMENTO DO FUTURO

    Conheça os Jetsons. Eles voltaram dos anos 1960 para o futuro recente. De repente, o mundo imaginário de William Hannah e Joseph Barbera tornou-se bastante realista. Parece demasiado fantástico? Provavelmente, é porque é mesmo!

    ...


  • product-alt-benefits-3pp

    Food & Beverage

    Ago 1, 2017

    REFEIÇÃO FÁCIL PARA DIAS APRESSADOS

    Todos temos aqueles dias em que o tempo parece curto demais. Saímos a correr de uma reunião de negócios, já atrasados para a próxima. E não há tempo para tomar uma refeição decente entre reuniões.

  • 355260_1_800

    Mecanica e Locomoção

    Ago 1, 2017

    CONSTRUÇÕES ORIGAMI

    Como num truque de magia, desembrulha-se o pacote e... UAU! É a estrutura que você precisa para as suas férias, festival de música, pavilhão de exibição, o seu... o que você precisar temporariamente.

  • 1

    Culture & Art

    Out 8, 2018

    MILESTII MICI

    "Imagine uma adega com centenas de quilómetros de corredores cheios de vinho, alguns milhões de garrafas, milhares de hectolitros em barris, centenas de safras, dezenas de variedades, um subterrâneo tão grande que apenas pode...


  • Sweet Cuba

    Food & Beverage

    Jan 31, 2016

    Doce Cuba

    Em 2011, o Governo de Cuba criou uma empresa estatal para gerir todos os activos ligados à produção açucareira. Hoje, a AZCUBA produz, refina, embala e exporta o açúcar de alta qualidade da ilha caribenha.

  • 1

    Luxury & Fashion

    Ago 1, 2015

    Natural Born Timekeepers

    For almost eight decades, Citizen has been ahead of its time. This brand has always stood for innovations and high precision that make life better for everyday people. As a true manufacture d'horlogerie, CITIZEN integrates a comprehensive...

  • Raymond-Loewy

    Culture & Art

    Dez 1, 2017

    O HOMEM DOS MIL PROJECTOS

    Hoje em dia, temos uma certa tendência para ver algumas coisas como se sempre tivessem existido, sem pensar que alguém teve de as desenvolver para que se tornassem realidade.