Luxury & Fashion

Fev 29, 2016

Um Dia Havemos de ir a Viana

País de seculares tradições na arte da joalharia, Portugal tem uma valiosa herança de jóias e de metais preciosos de beleza intemporal provenientes da época dos Descobrimentos, particularmente do Oriente, no séc. XV e do Brasil, no séc. XVIII. É neste contexto que se desenvolve a Filigrana – a arte de trabalhar metais (ouro, prata, bronze), uma das artes portuguesas mais características.

<

A Pé d´Mar, uma marca fundada em 1968, em Viana do Castelo, deu um novo rosto às jóias portuguesas em filigrana, reconhecidas mundialmente como as mais finas e singulares. Apesar de não ser específica da tradição cultural portuguesa, a arte da filigrana, de formas predominantemente barrocas, desenvoveu-se no séc. XVIII, particularmente em Viana do Castelo, no Minho (norte de Portugal). A arte ganhou adeptos, especialmente entre as minhotas que, vestidas a rigor, ostentavam abundantemente jóias durante as festas em honra da Senhora da Agonia, tornando-se imagem de marca da região que tem até  direito a versos, sendo o mais conhecido: "se o meu amor não me engana/um dia havemos de ir a Viana". Além de constituir um adereço e marca de distinção social, a filigrana em ouro representava um investimento e uma mais-valia para as famílias. Hoje, a arte da filigrana mantém-se predominantemente no Norte de Portugal, em Gondomar (distrito do Porto), e Póvoa de Lanhoso (distrito de Braga), conhecida como a capital da filigrana.

Do latim Filum(fio) e Granum(grão), esta técnica de ourivesaria exclusivamente manual que consiste em enrolar dois finíssimos fios (da espessura de um cabelo) de ouro ou prata entre si, e pequeninas bolas de metal, exige um trabalho muito paciente, imaginativo e de grande destreza do artesão. A aplicação é feita sobre placas do mesmo metal desenhando motivos circulares, em espiral ou em "S" que soldados formam um desenho.

Após o processo de fundição, o metal é vertido numa "rendilheira", transformado em barra, que depois de passar pelos cilindros do laminador ganha a forma de chapa ou fio grosso. Este processo de filigranação do metal prossegue numa "fieira", espessa placa de aço crivada de orifícios sucessivamente decrescentes, repuxando os fios até obterem a espessura desejada. Uma vez confeccionado, o fio é empregue no enchimento de uma armação, que constitui o desenho do objecto. Normalmente, os fios usados são de ouro ou de prata, mas podem ser  igualmente de bronze ou outros metais.

Ao longo dos tempos, a filigrana tem sido acompanhada por duas correntes de produção e uso: como técnica de primor e de sentimento artístico, associada a adereços de luxo, de uso profano e sagrado, com apurado gosto no desenho cujo imaginário e configuração artística a integra num tipo de ourivesaria própria de classes sociais elevadas; como técnica de integração, a filigrana tornou-se mais complexa e perfeita, libertando-se da chapa de laminar e ganha lugar de peça individualizada sobre um esqueleto, estrutura ou armação.

Conhecida nas antigas civilizações grega, romana, chinesa e indiana, a origem desta arte é incerta, mas relatos históricos dão conta de contacto com a filigrana desde o 3º milénio a.C., no Médio Oriente. Porém, a técnica moderna da filigrana portuguesa tem origem popular e inspira-se em objectos de culto como relicários ou cruzes e, em peças de joalharia como as arrecadas ou os brincos típicos com corações ou à rainha, os colares de contas de Viana, etc. A versatilidade do trabalho de filigrana permitiu a criação de outro tipo de objectos como a caravela portuguesa, a colecção de medalhas, brincos e anel com a guitarra portuguesa – uma  edição comemorativa do Fado como Património Cultural Imaterial da UNESCO -, e o famoso galo de Barcelos são algumas das peças de filigrana inspiradas nas tradições nacionais. Respeitando todo o processo de fabrico artesanal, a Pé d´Mar pegou nos elementos tradicionais, inovou e criou linhas de jóiais às quais conferiu um carácter moderno, diferenciador e personalizado únicos. A versatilidade da filigrana aliada à criatividade tornou-a apetecível também na Arte, de que é exemplo o Coração de Viana usado nas exposições da artista portuguesa Joana Vasconcelos.

Mais artigos

DestaquesArtigos

  • 1

    Culture & Art

    Out 12, 2018

    OS MARRETAS

    Não importa a idade ou a geração, o que é facto é que todos nós conhecemos as marionetas de peluche que ganharam vida e encheram o imaginário de muitos fãs. Divertidos, diferentes e até um pouco inconvenientes, estes bonecos...

  • Depositphotos_39732177_xl-2015

    Science & Nature

    Mar 1, 2017

    ILHA DE PÁSCOA - O MISTÉRIO PERMANECE

    É talvez um dos segredos mais bem guardados da Humanidade, as "Moais", também conhecidas como as "Cabeças da Ilha de Páscoa", estátuas esculpidas a partir das pedras do vulcão "Rano Raraku", que podem pesar 88...

  • A3JUNIOR-BE05-A

    Mecanica e Locomoção

    Abr 1, 2017

    INVACARE ACTION 3 JUNIOR - A CADEIRA DE RODAS QUE CRESCE COM AS CRIANÇAS

    Quando pensamos em crianças e jovens, surge-nos imediatamente uma imagem de liberdade, diversão e energia. Retirar isso a uma criança é triste, sobretudo, quando razões diversas a levam a usar cadeira de rodas. A pensar nisso,...


  • 2073dd46294295.584f22e2a1d29

    Culture & Art

    Abr 1, 2017

    REINVENTAR O DOMINÓ

    Todos os jogos têm, de alguma forma, a sua personalidade própria. Alguns jogos têm uma vida curta porque nascem numa certa época ou a partir de uma tecnologia. É o caso dos video-jogos, jogos de arcada ou de computador. Outros,...

  • 025

    Food & Beverage

    Mai 1, 2017

    TRATAR DA PELE NUNCA FOI TÃO… DELICIOSO

    Uma doce tentação que provoca sensações tais que nem os seus maiores admiradores conseguem explicar. Ele é motivo de atracção turística em países como a Suíça, Bélgica, França, entre outros. Há mesmo quem se torne Provador...

  • Li-HongBo-Klein-Sun-AM-41

    Culture & Art

    Abr 1, 2017

    LI HONGBO - BUSTOS FLEXÍVEIS

    Maleável como um dançarino de breakdance é assim que surge o busto de Michelangelo no trabalho intitulado "Tools of study", do artista chinês Li Hongbo, feito apenas com papel e cola. Tratam-se de esculturas de papel, mas...


  • 1. Alibaba-New-Trade-Platform-in-Russia

    Business & Industry

    Nov 1, 2017

    Nova Plataforma De Comércio Na Rússia

    O serviço já se encontra a funcionar em fase de testes e espera-se que quando lançarmos esta edição já se encontre plenamente funcional, referimo-nos ao Tmall, um serviço cuja existência data já de 2010, mas que até à data...

  • Emirates

    Lifestyle & Travel

    Dez 1, 2014

    Air Mobile

    Emirates offers the world's first inflight mobile phone service onboard an A380 aircraft, setting yet another record for inflight communications.

  • 8055002851152_02

    Technology

    Jun 1, 2016

    UMA NOVA FORMA DE TRABALHAR, CRIAR E ESTUDAR

    Juntar o conforto do papel e os benefícios do digital é o objectivo da marca lendária de cadernos Moleskine, ao lançar o Smart Writing Set. Trata-se de uma caneta e caderno inteligentes e uma aplicação que permitem digitalizar...