Technology

Ago 1, 2016

TECNOLOGIA SENSÍVEL AO ODOR

Ao sentirmos um cheiro, geralmente este remete-nos para algo, seja uma pessoa, uma situação, um local ou um objecto. De facto, pesquisas demonstram que o olfacto é um dos mais activos estimuladores de memórias, em comparação com outros sentidos. Cientistas replicaram este funcionamento tecnologicamente, criando aquilo que é chamado "nariz electrónico" ou eNose.

<

A ideia de um nariz electrónico surgiu nos anos 1970. Com a popularização dos computadores pessoais, tornou-se finalmente possível aplicar técnicas de reconhecimento de padrões a dados de medição complexos. Quer isto dizer que os padrões podiam ser registados e mais tarde usados como comparação. Como tal, foi proposto um sensor que conseguia medir dados a nível multi-dimensional, reconhecer e correspondê-los a padrões anteriormente registados, da mesma forma que funciona o olfacto.

A tecnologia baseia-se no reconhecimento de padrões em cheiros, ou seja, cada cheiro é como uma impressão digital de partículas. O e-nariz destina-se a detectar as partículas no ar e a reconhecê-las como padrão. Assim, para uma substância poder ser identificada, terá que ter sido previamente registada, como quando um cão-polícia cheira uma amostra para procurar algo ou alguém.

A eNose Company, uma empresa sedeada na Holanda, visa desenvolver narizes electrónicos para propósitos como diagnósticos médicos, ou controlo de qualidade, entre outros, mas tendo o primeiro como prioridade. No âmbito de diagnósticos médicos, encontramos o  Aeonose™, uma unidade de diagnóstico de análise de expiração, que pode ser usada para monitorizar tuberculose, asma, cancro da garganta, e provavelmente outras doenças. O paciente sopra para dentro da unidade, que indica a necessidade ou não de ser realizarem mais exames. Já o Aetholab™ é uma unidade de diagnóstico, que analisa os gases produzidos no processo metabólico de bactérias patogénicas no sangue e outros fluidos corporais. Investigações desenvolvidas demonstraram que muitas bactérias têm metabolismos específicos, e com base neste comportamento metabólico, é possível identificar as bactérias.

A empresa apresenta uma lista das suas investigações e protótipos fora do âmbito da medicina, na qual encontramos diversos exemplos: a monitorização do tempo de vida de filtros em aplicações navais e que foi testada na Marinha Real Holandesa. É também possível a detecção de gases tóxicos específicos, graças ao facto do e-nariz da empresa poder ser facilmente miniaturizado, tornando a protecção pessoal (aviso antecipado) possível; a detecção de gases de armas químicas, gases estes que têm características específicas que podem ser detectadas e identificadas, com a adição de que o e-nariz pode ser tanto uma protecção portátil, como fixa em locais-chave; a detecção de outros químicos, como a hidrazina, um químico usado para combustível de emergência (entre outros usos) de veículos como os F-16, que é extremamente tóxica, e quimicamente equiparada ao amoníaco – o nariz electrónico da eNose Company consegue distingui-los; detecção de etileno, ao nível de ppm (partes por milhão), um gás de grande importância no crescimento de vegetais, frutas e bolbos. Outra possibilidade é a verificação da qualidade do ar de cabine, por exemplo, ao aplicar múltiplas unidades num avião para uma avaliação detalhada da qualidade do ar, permitindo à tripulação localizar a anomalia e agir em conformidade.

A eNose Company

A eNose Company nasceu como uma divisão separada de uma empresa de tecnologias que havia sido fundada em 1997 – a C-it. Esse departamento começou a trabalhar em narizes electrónicos quando lhe foi pedido que detectasse substâncias voláteis em tintas. Esta aplicação tornou-se obsoleta devido a uma alteração nas regulamentações governamentais, que levaram a indústria a mudar para tintas de água.

Este era o "empurrão" que a então C-it precisava, por isso, a empresa decidiu continuar a investigação e o desenvolvimento em narizes electrónicos, e procurar novas áreas de aplicação. Sendo uma empresa de IT, conseguiu desenvolver tecnologia própria para o fabrico de narizes electrónicos, e aquilo que era apenas um departamento da C-it, acabou por dar origem a eNose Company, em 2013. Hoje, criam novas tecnologias de diagnóstico não invasivas, reduzindo grande parte do desconforto da vida dos pacientes.

Contacts – Contactos:
The eNose Company
'Hof van Zutphen'
Industrieweg 85
7202 CA  Zutphen - The Netherlands

+31 885 585 266

info@eNose.nl

Mais artigos

DestaquesArtigos

  • quinoa

    Helthcare & Wellness

    Abr 1, 2017

    QUINOA - O OURO DOS INCAS

    O Império Inca foi o mais amplo e mais longo da América do Sul da era pré-hispânica, estendendo-se pela costa do Oceano Pacífico desde o sudoeste da Colômbia, Equador, Perú, Bolívia, Chile e Argentina, entre o ano 1438 e até...

  • 2

    Science & Nature

    Jul 1, 2017

    O FUTURO INTELIGENTE

    A era das coisas "smart" ameaça transformar muitas coisas em "smart"-qualquer-coisa. E, um dos aspectos importantes destas transformações, é que o tamanho das "smart"-coisas já não é uma limitação. 

  • dot-watch-8-1

    Technology

    Abr 1, 2017

    DOT WATCH - SENTIR AS HORAS

    Para quem está a ler, neste momento, esta revista, este é um exercício normal que, aparentemente, não exige nenhum esforço especial, para além de manter os olhos abertos e descodificar graficamente letras agregando-as em palavras.

    ...


  • 2014-10-20 14.14.49

    Home & Design

    Mai 1, 2017

    JARDINS DO FUTURO

    Se gosta de verde, prepare o coração, pois os jardins do futuro são de tirar o fôlego e vão estar por toda a parte. Do cantinho na varanda, à cozinha, sala de estar, área de serviço, quintal e, sobretudo, nas cidades e nos...

  • 4897642457_ef0740e0eb_b

    Home & Design

    Mai 1, 2017

    NATURALMENTE INDUSTRIAL

    A vida não é fácil para os arquitectos e designers de interiores que gostam de usar materiais naturais na cobertura de grandes superfícies. Muitas vezes, a escolha certa, é o pior pesadelo quando procuram um fornecedor fiável...

  • C86tlqkWAAEasub

    Science & Nature

    Jul 1, 2017

    E O HOMEM CRIOU A APP

    Quem se lembra do filme Minority Report, de 2002, em que Tom Cruise ia passando a mão e os dedos num écran com informação para a organizar, ampliar ou descartar, percebe que entre aquele futuro e a realidade, o tempo foi muito...


  • Technology

    Mar 1, 2015

    The Seeds of Life

    Farmers feed the planet. The seeds they plant today will be the food we eat tomorrow. See how they face whatever comes their way. New Holland Tractors help them in that same challenge, in countries very far and different from each other. 

    ...

  • 1. Locomotion-Kleuster-Food Bike And Derivatives

    Mecanica e Locomoção

    Fev 1, 2018

    "FOOD BIKE" E DERIVADOS

    Na última década a indústria das food trucks tornou-se numa presença vibrante em praticamente todas as capitais do mundo. Há uma tentativa de inovação cada vez maior no formato das carrinhas e caravanas normalmente utilizadas...

  • Business & Industry

    Set 1, 2015

    The best hotels demand the best equipment

    Miko Hotel Services provides the best hospitality equipment in Russia and has provided the best hotels in the country with its top products.