Business & Industry

Abr 1, 2016

Combustível Novo de Pneus Usados

Os pneus usados são um dos subprodutos mais comuns da actual indústria automóvel. Empilhados e esquecidos ao longo de décadas, os pneus usados estão a ser aproveitados para projectos de urbanismo e desenvolvimento de território recentes, porém, a energia nestes contida acaba por permanece no interior. Agora, uma nova tecnologia permite que reutilize a energia de um pneu usado e obtenha um rápido retorno do investimento.

<

Normalmente, produtos como gasolina, gasóleo e outros produtos refinados são produzidos em refinarias petrolíferas, onde o crude é processado. Não é comum referir que estes produtos tenham outras origens, mas existem tecnologias menos conhecidas que utilizam pneus usados e outros plásticos, ricos em energia calórica, para produzirem combustíveis refinados. Este processo garante uma elevada protecção ambiental. A teconolgia está devidamente registada na WIPO - Organização Mundial da Propriedade Intelectual, sob o Tratado de Cooperação em patentes desde 2002, tendo sido testada e implementada.

Após a fase experimental, a empresa portuguesa GBEN – Produção de Combustíveis Lda., já representa a licença tecnológica para o desenvolvimento industrial desta tecnologia em vários países da Europa e noutros continentes com mercados relevantes de pneus usados, como a América do Sul e África.

Tanto a tecnologia como a unidade de produção são uma solução "chave na mão". Estudos iniciais recomendam um consumo padrão de 40 toneladas/dia, o que significa ter acesso a 15.000 toneladas/ano de pneus usados e outros plásticos, de forma a garantir o funcionamento permanente da fábrica. No entanto, esta quantidade pode ser atingida em diferentes fases, com a instalação sucessiva de módulos que aumentam a capacidade produtiva em dez toneladas/dia, facilitando o início da operação. O investimento inicial ronda os €15.000.000, dos quais €10.000.000 correspondem a equipamento entregue pela empresa que tem as patentes da tecnologia, para evitar quebra de confidencialidade sobre as licenças registadas. Esta estimativa é ajustada à medida que os planos são finalizados e é tomada uma decisão final sobre o local de instalação. Prevê-se que o projecto demore 20 meses a implementar, considerando que a entrega e montagem do equipamento tem um prazo de 14 meses.

A escolha do local para instalar a unidade de produção, deve ter em conta a proximidade de pontos de colecta de pneus usados ou outros plásticos, assim como a concentração de veículos e consumidores. Isto significa que é necessário um terreno com 30.000m2 que permita expansão, caso seja possível ter acesso a mais de 15.000 toneladas/ano de matéria prima.

A tecnologia usada nestas unidades de produção é semelhante à que transforma crude em produtos refinados e gás, através do processo petroquímico: separação das moléculas, gaseificação, limpeza de gases e rectificação. A maior inovação tecnológica nesta patente prende-se com questões ecológicas, gerando benefícios ambientais directos e garantindo uma produção elevada de novos produtos, como gasolina, gasóleo, gás, solventes e ácidos. Devemos levar em consideração que esta tecnologia ajuda a melhorar a qualidade do ambiente, e está incluída no conceito geral de Operações de Valorização referidas no Anexo II da Directiva 2008/98/CE sob a denominação R1-utilização principal como combustível ou outro meio de produção de energia. O funcionamento da unidade de produção depende, exclusivamente, do acesso regular a matéria-prima para converter em combustível ou outros produtos químicos para indústria e electricidade de fontes renováveis. A transformação já está legislada e segue as regras a aplicar em matéria de reciclagem e valorização de resíduos para utilização energética descritas na Directiva 2008/98/CE da união Europeia. Para uma unidade de processamento de 40 toneladas/dia, a produção anual de gasolina, gasóleo, solventes, ácido sulfúrico e electricidade pode gerar um total de vendas que ronda os oito milhões de Euros, dependendo do mercado local. Considerando os custos estimados de operação, incluindo 25 funcionários, o resultado operacional previsível leva a concluir que o Projecto é financeiramente viável e representa elevados níveis de Valor Actual Líquido (VAL) e Taxa Interna de Retorno (TIR).

A Your VIP Partner falou com um dos fomentadores da tecnologia, George Shamkulashvili, que assegurou a viabilidade do processo industrial descrito, e mencionou que estão a ser procurados mais investidores para o desenvolverem em países preocupados com as consequências negativas para o ambiente causadas pela alienação de pneus usados, e que desejam contribuir para um planeta melhor, menos poluído e mais verde.

Mais artigos

DestaquesArtigos

  • Asus1

    Technology

    Out 1, 2018

    ASUS ZENBOOK PRO SCREENPAD

    "Lançado na Computex 2018, o Asus ZenBook Pro é o novo topo da gama de computadores portáteis 'premium' da Asus e vem com uma nova e apelativa funcionalidade: um ecrã táctil do tamanho de um 'smartphone' no lugar do 'touchpad'...

  • DAK1xK3VoAEzFAG

    Helthcare & Wellness

    Ago 1, 2017

    CONTROLE O SEU SONO

    É de puro bom senso, que um bom e repousante sono é fundamental para o bem-estar da mente e do corpo. Monitorizar o sono, portanto, é fundamental para evitar disrupções negativas.

  • AdobeStock_29464033 b

    Business & Industry

    Mar 1, 2017

    MIRO FORESTRY COMPANY - MADEIRA, A RIQUEZA ECOLÓGICA

    A madeira como matéria-prima cuja extracção é passível de sustentabilidade através da renovação, e a relação entre custo, qualidade e aproveitamento, faz dela um recurso impar. O seu crescimento em florestas é a melhor...


  • #1

    Technology

    Out 22, 2018

    MOTO ZEN STONE

    "Os 'Smartphones' são poderosas peças de tecnologia, que poderão revelar viciantes tendências entre os utilizadores. O 'Moto Zen', nomeadamente o modelo 'Stone', foi criado como uma resposta a esse efeito colateral."

  • 8a646f742c77951a59ebabda7e074782

    Home & Design

    Jul 1, 2017

    PISCINAS ESCONDIDAS

    Você é o bem-sucedido proprietário de uma pequena, simpática e agradável casa, e o seu sonho é ter uma piscina para aqueles dias quentes, mas não tem o espaço que precisa no seu pátio?

  • 1st-Sydney-TonerPave-Street-Sept14-3(1)

    Business & Industry

    Abr 28, 2018

    RECICLAR, REUTILIZAR, REPAVIMENTAR

    O e-lixo é um problema crónico e global de poluição. Relatórios da United Nations University demonstram que apenas 20 por cento do e-lixo gerado, é depois colocado em programas oficiais de reciclagem


  • Technology

    Mar 1, 2015

    Heating Your Home

    SolTech Energy, a Swedish company selling solutions for clean solar power, has developed a unique home heating system contained within roofing tiles made out of transparent glass. The attractive house-warming tiles give roofs a beautiful,...

  • Partners for Mexico

    Business & Industry

    Dez 31, 2015

    Parceiros para o México

    Constituída em 2004, a Câmara de Comércio e Indústria Luso-Mexicana é uma associação sem fins lucrativos, de carácter empresarial que tem como objectivo primordial o reforço e fortalecimento das relações socio-económicas...

  • 1

    Science & Nature

    Jul 1, 2015

    In the heart of Medicine

    After producing the first electrocardiograph in Japan's history, Fukuda Denshi established itself as a medical equipment pioneer, not only in its original market, but expanding successfully throughout the world.