Sport

Mar 1, 2017

RUGBY EM CADEIRA-DE-RODAS - NUNCA DESISTIR

Poderíamos imaginar que o rugby é um jogo demasiado físico, para ser praticado por pessoas com deficiência. Bem, com crianças seria o mesmo, mas elas adoram. As pessoas com deficiência não são flores e, com a postura correcta perante a vida, podem ser pessoas perfeitamente normais e praticar qualquer desporto no mundo. E o rugby não é uma excepção.

Está bem! Pode parecer perigoso, pode parecer traumatizante, até pode parecer digno de gente doida. Mas devemos perguntar: como dizer a uma pessoa com deficiência que não pode fazer algo, devido à sua incapacidade? E outra pergunta: é justo colocar tal pergunta?

Rugby não é um desporto exclusivo para atletas sem deficiência. É um jogo robusto, muito físico, com regras muito claras, para homens e mulheres que utilizam cadeira-de-rodas. E alguns formatos do jogo exigem que os jogadores sejam quadriplégicos, enquanto outros formatos exigem o compromisso de, pelo menos, três membros.

A cada jogador é atribuída uma classificação, que reflete o grau de compromisso do jogador. As equipas devem ter um ponto de limite, o que significa que devem ser compostas por jogadores com diferentes graus de compromisso para poderem ser aceites num jogo.

Originalmente, o jogo chamava-se "murderball" (bola assassina, quando traduzido para português), ou rugby de quads, nos Estados Unidos. O rugby de cadeira-de-rodas inclui muitos aspectos do rugby normal, e também elementos dos basquetebol e do andebol; desportos em que homens e mulheres utilizam cadeiras manuais, jogados em pavilhão, e que podem competir juntos na mesma equipa.

A finalidade dos jogadores é levar a bola a passar a linha do adversário. E sem dissimulações: com o uso de força bruta, se necessário! O contacto físico entre jogadores, contudo, não é permitido. Em vez disso, os praticantes usam a cadeira para bloquear os adversários. Novamente: a sua percepção sobre as pessoas com deficiência, vai ser testado; este é um desporto duro e bruto, e não há tempo para que seja jogado com gentileza.

Os principiantes, podem praticar o jogo numa cadeira normal, mas se vir fotos ou catálogos de cadeiras especiais, verá que existem muitas diferenças. As cadeiras profissionais são mais leves, mais fáceis de manobrar e muito mais rápidas. E também, as rodas traseiras são abertas para permitir mais aderência e estabilidade no pavimento.

A bole é semelhante à uma bola de voleibol, embora haja casos em que é igual a uma bola normal de rugby. Tudo depende do nível do jogo. O campo é igual ao de um jogo de basquetebol. Piso em madeira, com linhas laterais, linhas de base, linha central, um círculo central e duas áreas de golo, perfeitamente demarcadas.

As equipas são compostas por quatro jogadores, mas podem ser compostas por 12 jogadores. Os jogos são jogados em quatro partes, de oito minutos cada, com intervalos entre dois a cinco minutos entre cada parte.

Os pontos são marcados de cada vez que um atleta tem controle firme sobre a bola e cruza a linha de ensaio do adversário com duas das quatro rodas.

O contacto entre as cadeiras, é um ponto fulcral do jogo. Atingir a cadeira do adversário na parte de trás das rodas traseiras, contudo, pode levar a um pião, e é falta. Por ser um confronto físico directo com o adversário. Esta penalidades são castigadas com um minuto de expulsão ou até desqualificar o jogo.

E há limites para a regra de posse de bola para um único atleta: dez segundos, após os quais, o árbitro toma posse da bola e oferece-a à outra equipa. Uma vez ganha a bola, a equipa tem 40 segundos para marcar.

A equipa pode reclamar "tempo" por 30 segundos, e os treinadores, podem pedir um minuto.

Se houver um empate no final dos quatro períodos, joga-se um tempo extra de três minutos. E, os tempos extra de três minutos serão repetidos, sempre com intervalos de dois a cinco minutos, até que uma das equipas vença o jogo.

O rugby em cadeira-de-rodas foi inventado no Canadá em 1977, como forma de integrar atletas quadriplégicos no âmbito do desporto. Do Canadá, espalhou-se pelos Estados Unidos e é agora um desporto Paralímpico, jogado em 26 países.

Mais artigos

DestaquesArtigos

  • AR-170519548

    Business & Industry

    Jul 1, 2017

    CRESCER DE NOVO

    E outra vez, e de novo para dentro to mar. O Dubai não para de espantar o mundo com os seus hotéis e estilo de vida luxuosos. Mas também com os investimentos milionários para fazer o país crescer.

  • 4897642457_ef0740e0eb_b

    Home & Design

    Mai 1, 2017

    NATURALMENTE INDUSTRIAL

    A vida não é fácil para os arquitectos e designers de interiores que gostam de usar materiais naturais na cobertura de grandes superfícies. Muitas vezes, a escolha certa, é o pior pesadelo quando procuram um fornecedor fiável...

  • Allan-Baudoin_Josh_Fray_Photography-10

    Luxury & Fashion

    Ago 1, 2017

    ESTILO AOS SEUS PÉS

    Sempre que falamos de estilo referente a calçado, sabemos que certamente iremos falar sobre Ingleses. A tradição inglesa na sapataria feita à mão é bastante conhecida e o país alberga alguns dos melhores fabricantes de sapatos.

    ...


  • 3041392_lunarhabitationfosterpartners1

    Research & Education

    Abr 1, 2017

    MOONTOPIA - CABEÇA NA LUA

    Quase cinquenta anos após o sucesso da Apollo 11, a primeira vez que o homem andou na Lua, a Corrida Espacial ainda apenas começou. O século XXI, tem trazido novos horizontes para a conquista do espaço, como o Homem sempre sonhou.

    ...

  • 2014-10-20 14.14.49

    Home & Design

    Mai 1, 2017

    JARDINS DO FUTURO

    Se gosta de verde, prepare o coração, pois os jardins do futuro são de tirar o fôlego e vão estar por toda a parte. Do cantinho na varanda, à cozinha, sala de estar, área de serviço, quintal e, sobretudo, nas cidades e nos...

  • 1986661-eye_1024

    Helthcare & Wellness

    Jul 1, 2017

    SOLUÇÕES À VISTA

    Uma das maiores causas de cegueira no ser humano é a degeneração dos fotorreceptores da retina. Até agora, não existe um tratamento clínico eficaz para estes distúrbios na retina. Mas isto parece que vai mudar em breve.

    ...


  • 1

    Business & Industry

    Mai 1, 2015

    Built to last

    It's ne of the most notorious brands on russian roads. Kamaz has been manufacturing trucks since 1976 and every year the company proves its technological achievements, as well as its competitive verve.

  • 1

    Business & Industry

    Jun 1, 2015

    Young Millionaires

    Young millionaires are rising around the world. New opportunities made possible from the aftermath of the digital revolution open new markets to new ideas and business concepts, wich let imaginative and innovative people do what they...

  • 2

    Business & Industry

    Jun 1, 2015

    Investing in Singapore

    New businesses looking for opportunities should know that Singapore stands firmly on a solid foundation built out of trust, knowledge, being connected and life; compelling attributes that come together to form a conducive environment...