Mecanica e Locomoção

Mar 1, 2017

EXO - MAIS DO QUE UMA PRÓTESE COMUM

Os Estados Unidos da América (EUA), país onde o número de pessoas que viu amputados algum dos seus membros ascende aos dois milhões, é o mesmo país que agora disponibiliza ao mercado uma tecnologia pioneira de próteses que vai seguramente melhorar a vida de quem se viu privado de uma parte de si próprio.

<

William Root é o designer industrial norte-americano que já revolucionou o mercado, ao criar próteses de titânio com impressora 3D. Trata-se da Exo Prosthetic Leg, uma prótese que ao usar a tecnologia 3D, faz scan ao membro que foi amputado e, posteriormente, através de softwares de modelagem avançados, torna possível construir um membro, o mais natural possível, e também mais económico.

A utilidade, pertinência, e até a surpresa pelo facto de o mercado de próteses não ter criado, até ao momento, materiais com base em tecnologia de ponta, mais ergonómicos e acessíveis, fez com que o trabalho de William Root saísse, de imediato do "Behance", um site onde são apresentados trabalhos criativos, para o "Bored Panda", uma comunidade de arte, design e fotografia de referência para os profissionais da área criativa. Com a ajuda das Redes Sociais, o projecto inovador do designer ganhou uma dimensão e reconhecimento globais, o que o levou a conseguir o financiamento e os meios de produção necessários para desenvolver a sua descoberta.

De salientar que actualmente, nos Estados Unidos da América, há registo de mais de dois milhões de amputados, sendo que ocorrem 185 mil novas vítimas anualmente. De acordo com os dados disponibilizados pela marca Exo Prosthetic Leg, 90% das pessoas amputadas perdem precisamente os antebraços, mãos, pés e outras áreas periféricas do corpo. Um dos exemplos, é o caso do tatuador JC Sheitan Tenet, residente em Lion, França, que perdeu um dos braços há 22 anos. Contudo, não se deixando paralisar pela perda, Tenet conseguiu, graças à ajuda do artista francês, JL Gonzal, uma prótese modificada que traz uma máquina de tatuar acoplada. Desta forma, Tenet deu a volta ao seu infortúnio, tornou-se num exemplo de resiliência e coragem, e transformou-se num tatuador de excelência, "ao estilo do filme Edward, Mãos de Tesoura", realizado por Tim Burton.

Assim, a Exo substituiu uma complexidade de passos de construção até chegar o protótipo final, por apenas dois: scan e impressão. Ao substituir as diversas fases de construção da prótese tradicional pela impressão de um exoesqueleto em 3D, a perna não se limita a ser uma compilação robótica e desumana de partes, mas uma adição íntima e personalizável a cada corpo, respeitando a sua forma.

A tecnologia de Scan 3D permite criar um molde virtual do membro amputado, bem como do que ficou intacto, permitindo que a anatomia da prótese corresponda exactamente ao membro original. A tecnologia 3D aliada à tecnologia FitSocket, desenvolvida pelo laboratório Biomechatronics do MIT (Instituto de Tecnologia de Massachusetts), que regista as propriedades dos tecidos, permitem um melhor ajuste entre a perna amputada e o encaixe.

O Scan dos membros e dos mecanismos da prótese são combinados num modelo de malha 3D para criar o protótipo. Depois, o membro é transformado num exoesqueleto com um padrão personalizado na superfície. Por fim, o modelo é enviado para impressão 3D em titânio, que é extremamente resistente, leve e feito de metal biocompatível. As partes são juntas através de um processo denominado sinterização laser, e as componentes impressas ficam imediatamente prontas para montagem. Os conectores personalizados dos componentes prostéticos são inseridos na prótese, e a utilização de um conector standard em pirâmide torna a montagem mais segura e permite ajustes finais.

Sendo o objectivo das próteses proporcionar maior liberdade, recuperar parte da mobilidade perdida, bem como contribuir para a recuperação psicológica de quem viu ser-lhe retirada uma parte de si próprio, torna-se fundamental melhorar os modelos de próteses tradicionais, que devido à natureza da sua construção, incorporam um sentimento muito robótico e mecânico que afecta psicologicamente e fisicamente, de forma negativa, o bem-estar de quem as usa.

Mais artigos

DestaquesArtigos

  • Viagem marco

    Lifestyle & Travel

    Mar 3, 2018

    AVENTURA SEM TURISMO

    O turismo de aventura tornou-se extramente popular na última década, mas perdeu também boa parte do seu realismo, afinal com visitas guiadas e resorts à porta fechada em hotéis de luxo pouco tem sobrado do espírito de aventura...

  • GallerySlide1

    Technology

    Jul 1, 2017

    NÃO É GRANDE, É ENORME

    Imagine um avião que parecem dois aviões colados entre si pela asa. Depois adicione seis reactores Pratt & Whitney, tal como os utilizados no Boeing 747. O resultado são 580 toneladas de peso a levantar voo.

  • c0b3fe9d8db2be5ec1c3b228963b0131_original

    Mecanica e Locomoção

    Ago 1, 2017

    LIVRE PARA ANDAR

    O Verão está de volta ao hemisfério norte e isso significa menos roupas, mais tempo de lazer ao ar livre em praias e campo, libertar-se do sufocante vestuário de Inverno e do calçado pesado.


  • Yara Birkeland 2

    Technology

    Jul 1, 2017

    AUTOMATIZAR, AUTONOMIZAR

    Está planeado que inicie actividade no final de 2018. A ideia é cumprir pequenos trajectos, ligando três portos, por entre os fiordes a Sul de Oslo, na Noruega.

  • Tim-Bengel-Schlossplatz-Stuttgart-2015

    Culture & Art

    Ago 1, 2017

    AREIAS DOURADAS

    Quando se atinge uma certa idade, começamos a pensar que já vimos de tudo na vida. Podemos até pensar que não existe mais nada para criar ou para realizar de forma diferente. E depois há estas súbitas surpresas. Belas surpresas.

    ...

  • hq720

    Technology

    Abr 1, 2017

    A CURIOSIDADE CRIOU O ROBOT

    Até à data só exploramos cinco por cento dos oceanos da Terra. Tal significa, só para termos uma ideia, que actualmente sabemos muito mais acerca da geografia da Lua do que acerca dos oceanos do nosso próprio planeta. 

    ...


  • The Chocolate Victory

    Food & Beverage

    Dez 31, 2015

    Chocolate da Vitória

    A história da Ab Vilniaus Pergale começa com a confeitaria Pergale, fundada em 1952. Famosa pela qualidade dos produtos e receitas originais há mais de 60 anos, é hoje a fábrica líder nas Repúblicas Bálticas. Não é por acaso...

  • Venice - The art and tradition

    Lifestyle & Travel

    Jan 31, 2016

    Veneza – A arte e a tradição

    Ícone do Carnaval de Veneza, a máscara veneziana explora o glamour da festa que é um dos principais símbolos e atracção turística de Itália. Com uma história secular, o Carnaval de Veneza atrai, anualmente, milhares de turistas...

  • Administrative building

    Culture & Art

    Jan 1, 2015

    Top Medical Care

    St Petersburg State I.P. Pavlov Medical University is one of the leading Medical Schools in Russia. It was founded 110 years ago in 1897 as the first Russian Medical Institute for Women. For more than 60 years the University was known...