Culture & Art

Fev 1, 2017

CARNAVAL EM NEW ORLEANS CHIQUE E MITOLÓGICO

Se festeja o Carnaval, é possível que tenha ouvido falar da designação de origem francesa "Mardi Gras" (Terça-feira Gorda, em português), ou seja, o dia em esta comemoração acontece um pouco por todo o mundo. Descubra a história do Carnaval e conheça os bastidores de um dos mais famosos palcos carnavalescos do planeta - New Orleans, nos Estados Unidos da América (EUA).

<

A "Bourbon Street", no French Quarter da cidade de New Orleans, EUA, é uma rua que não dorme, movimentada a qualquer hora do dia ou da noite, e onde a música ganha alma nos bares, clubes e esquinas. As bandas de jazz, blues e de música country tocam permanentemente.

Cercada pelo Golfo do México de um lado, e pelo Rio Mississipi do outro, New Orleans é uma cidade sempre em festa. Aqui, pode dizer-se que é sempre Carnaval, pois em qualquer altura do ano é possível visitar os bastidores de um dos maiores carnavais do mundo, e ver in loco os carros, adereços e os artistas a preparem os desfiles, sendo uma das principais atracções turísticas e de passagem obrigatória.

Sendo uma festa marcada pelo "adeus à carne", nota-se que este é um elemento muito presente em quase todos os festejos carnavalescos, talvez, para contrastar com a privação desta nos dias que se seguem, como veremos mais à frente.

Contrariamente ao Carnaval brasileiro, a carne não desempenha o papel principal no Carnaval de New Orleans, nem há reis, rainhas, ou estrelas como protagonistas. Os desfiles são dedicados a personagens mitológicos como Endimião, Orfeu, Baco e ao rei Zulu. O Carnaval de New Orleans é igualmente conhecido pelas máscaras de gesso, colares de conchinhas e pelas bandas que acompanham o desfile e animam os foliões.  Sendo uma cidade cosmopolita, com influências maioritariamente espanholas, francesas e africanas, é natural que estas estejam presentes nestas manifestações culturais. As cores púrpura, verde e dourado são predominantes nos desfiles e festejos que duram uma semana e incluem piqueniques junto ao Rio Mississipi e bailes de máscaras.

Imagine o trabalho e a logística necessários para fazer o Carnaval acontecer, pelo que assim que um acaba, iniciam-se os preparativos para o seguinte, por isso, durante todo o ano pode visitar o "barracão" onde são feitas as fantasias, alegorias, os grandes bonecos e os carros que irão desfilar no carnaval da cidade. Durante a visita, tem a possibilidade de ver os artesãos a serrar madeira, pintar, esculpir, medir, colar, ou seja, a criarem e a darem forma aos desfiles. Para além disso, o "Mundo do Mardi Gras", como é conhecido o espaço, oferece aos visitantes a oportunidade de vestirem trajes típicos do carnaval local. A visita inclui ainda um vídeo e um passeio sobre a história e os costumes do Carnaval. Se é adepto de guloseimas, prove um pedaço de "King Cake", o bolo tradicional do "Mardi Gras", feito em honra dos "Três Reis Magos".

Para quem não é adepto de Carnaval, questionar-se-á sobre o porquê de tanto entusiasmo em torno desta quadra, onde os bailes, desfiles e o uso de trajes diferentes do habitual, muitas vezes de personagens incomuns e bizarras, proporcionam tanta folia.

Como o nome indica, a palavra Carnaval tem origem no latim "carnis levale", sendo que "carnis" significa carne e "levale", retirar.  Daí a expressão "adeus à carne", isto é, a festa indicia um período de abstinência e jejum, o que levava as pessoas a fazerem uma espécie de "despedida da carne" com festejos geralmente extravagantes, dependendo dos costumes de cada lugar. Embora não exista unanimidade sobre a origem da palavra, a interpretação etimológica desta remete-nos para o início do período da Quaresma, uma pausa de 40 dias para reflexão espiritual e privação nos excessos cometidos durante o ano, incluindo, segundo a religião católica, alimentos como a carne. Para contrastar com este período, a festa assinala-se na "Terça-Feira Gorda" ou "Mardi Gras", palavra francesa sinónimo de Carnaval, pois os dias de festa eram chamados de "gordos". A ligação a França valeu-lhe também a conotação de chique. Com a  sociedade vitoriana do século XX enraizou-se, mas é Paris que o exporta para cidades como Nice, em França, Santa Cruz de Tenerife, Espanha, New Orleans, EUA, Toronto, Canadá e Rio de Janeiro, Brasil. Certo é que à excepção da Grécia, em meados dos anos 600 a 520 a.C, onde consistia numa forma de agradecimento aos deuses, o Carnaval teve sempre uma conotação de busca de prazeres. As actividades e negócios eram suspensos, os escravos libertados temporariamente e as restrições morais eram relaxadas. Trocavam-se presentes, elegia-se um rei que comandava o cortejo, e até o deus "Saturno" era convidado a participar na folia, pois as fitas de lã que amarravam os pés da estátua eram retiradas.

Mais artigos

DestaquesArtigos

  • cientista2

    Research & Education

    Set 21, 2018

    LUTA CONTRA O CANCRO

    Cientistas portugueses na Vanguarda

    São portugueses, estudam o cancro e tentam encontrar a cura para este 'bicho'. Trazem novas teorias e formas de olhar a ciência, contribuindo de forma significativa para o mundo. 


    ...

  • sonos-playbar11

    Home & Design

    Jun 1, 2017

    UMA NOVA DIMENSÃO

    Quando pensamos que ter uma sound base na sala pode ser a resposta para os nossos sonhos, normalmente apercebemo-nos que isso pode ser antes um problema – a maioria das televisões de hoje, simplesmente não o permitem.

  • 226c441149909061a3a62986fcadd917

    Sport

    Abr 1, 2017

    NAGINATA - A ARTE QUE FAZ O CARÁCTER

    Se há herança que o Oriente vai dando à Humanidade, é inegavelmente, uma diversidade de disciplinas que procuram a evolução do Ser e que conduzem à elevação física, mental e espiritual. Artes Marciais como o Karaté, incluído...


  • Diane-Van-Furstenberg-10099DVFSVABB_A1

    Luxury & Fashion

    Abr 1, 2017

    O MUNDO EM COLLANTS

    Lisos, com laços, bolas ou em renda, rasgados, de rede, brilhantes, opacos ou transparentes, com ou sem ligas, de descanso, push up ou especiais para grávidas, os collants são hoje uma peça de vestuário indispensável, que...

  • Depositphotos_4906403_xl-2015

    Business & Industry

    Dez 1, 2017

    UM NOVO PASSO PARA A INTERNACIONALIZAÇÃO

    Angola é o 3º país do mundo que maior apoio financeiro tem recebido da China. A reconstrução e desenvolvimento de Angola a partir de 2003 beneficiou desse apoio, especialmente para a construção de novas infraestruturas e novas...

  • vegetacion_del_mundo_212903380_1200x803

    Science & Nature

    Ago 1, 2017

    A ÁRVORE DA VIDA

    O Baobá personifica o espírito africano. Árvore da vida, da fertilidade e solução medicinal para muitas maleitas, o Baobá tem uma importância única para comunidades inteiras. Há uma lenda no Senegal (a imagem desta árvore...


  • 06

    Food & Beverage

    Fev 1, 2017

    DA ÍNDIA COM PICANTE

    A cozinha indiana é bastante conhecida pelas especiarias que utiliza. Na edição deste mês, a Your Vip Partner aborda alguns dos benefícios do picante e, particularmente, da malagueta.

  • Smells, aromas are the essential part of our lives

    Lifestyle & Travel

    Fev 29, 2016

    A Parte Essencial da Vida

    Cheiros e aromas são uma parte essencial das nossas vidas. Um aroma no ar que, por acaso, chega ao nosso olfacto numa multidão é o suficiente para despertar uma lembrança vivida da nossa infância, como a Mãe a perfumar-se de manhã...

  • Tais_weaving_in_Lospalos,_East_Timor

    Culture & Art

    Ago 1, 2016

    UMA HISTÓRIA TECIDA POR MULHERES

    A tecelagem sobreviveu a milhares de anos, mantendo-se a base da sua manufactura intacta: a trama e a teia, e o contar de linhas para criar motivos. Em Timor Leste, há uma variação de tecelagem que está muito enraizada e é parte...