Luxury & Fashion

Mar 1, 2017

CRIPTOMÉRIA - MALEÁVEL, LEVE E AROMÁTICA

Do primeiro-ministro das Bermudas ao presidente da IBM Portugal, foram algumas das personalidades que encomendaram uma mala de senhora no mínimo inovadora e invulgar, para oferecer à esposa e ou a amigos. Trata-se de uma mala feita de madeira de criptoméria. A ideia foi de tal forma apreciada que já existem encomendas de outras personalidades mundiais.

Não, não se trata de uma nova civilização, mas de uma madeira com couro de fibra de ananás, a partir da qual, a arquitecta e empreendedora do arquipélago dos Açores, Portugal, Sónia Pereira, resolveu criar um acessório feminino original para ser usado num evento social – ora nada melhor do que uma mala de senhora –, "maleável", leve, e que incorpora o aroma da madeira.

Segundo a criadora, a criptoméria «é um produto totalmente natural, amigo do ambiente e com matérias-primas locais, que mostram a riqueza e beleza da Ilha».

Após um estudo, a arquitecta concluiu que o arquipélago dos Açores é muito rico nesta matéria prima, pois a área de floresta açoreana tem 12.698 hectares de matas de (Criptoméria japónica D. Don) e cerca de 4.500 hectares estão sob a gestão do Governo Regional. Destes, 2.119 hectares encontram-se na ilha de São Miguel, a capital.

A Criptoméria é também muito plantada no Japão, China, Reino Unido, nas zonas costeiras da Europa, na costa ocidental da América do Norte, no Nepal e na Índia.

Conhecida como sugi, em japonês, é a árvore nacional do Japão, sendo comum plantá-la em torno de templos e de santuários. A título de curiosidade, há registo de que um senhor feudal do antigo Japão, pouco abastado, não podendo oferecer uma lanterna de pedra para o funeral do shogun Tokugawa Ieyasu (1543–1616), em Nikkō Tōshō-gū, Japão, sugeriu a plantação de uma alameda de sugi com o objectivo de proteger os futuros visitantes do calor e do sol. A alameda, com mais de 65 km de comprimento, ainda existe.

«Consegui perceber que há um grande potencial nesta matéria-prima», explicou Sónia Pereira, acrescentando que «a ideia das malas de senhora surgiu da necessidade de criar algo pessoal e inovador, e com classe, para usar num evento social restrito».

Cabe à arquitecta o processo criativo e de corte da matéria-prima, bem como o revestimento final do produto elaborado manualmente na ilha dos Açores. Já a base da mala é confeccionada na região norte de Portugal Continental. Para conseguir chegar ao produto final são utilizadas máquinas laser e 3D, de última geração, e é aproveitada uma parte da criptoméria que é pouco valorizada, ou seja, as primeiras camadas do exterior das árvores.

Após reunir todas as condições para a produção das malas, nomeadamente financeiras, tendo para isso recorrido a fundos comunitários para adquirir equipamento, e de se ter instalado no parque de tecnologia da ilha de São Miguel, na cidade da Lagoa, Sónia começou a dar vida a protótipos de malas.

Neste momento, a empresária está a ultimar a primeira colecção, que será apresentada ao público este ano. «Nesta primeira colecção estamos a trabalhar com o tema "Raízes", que resultou do livro escrito pelo Dr. Augusto Athayde, que conta a história da chegada da criptoméria aos Açores, que foi trazida por José do Canto», referiu Sónia, para quem as malas são muito mais do que um produto, dado que têm associada um pouco da história da ilha.

Filha de um carpinteiro, Sónia Pereira cedo se habituou a apreciar a madeira, mas foi após a licenciatura no curso de arquitectura, em Lisboa, Portugal, e de ter vencido o concurso regional de empreendedorismo, com o projecto "Casa de bonecas", que decidiu enveredar pela área da moda. Ideias para futuros projectos de moda não lhe faltam, mas por agora prefere concentrar-se em produzir malas de senhora em criptoméria. Embora o preço ainda não esteja definido, e dado que já foram efectuadas muitas encomendas, a empresária pretende "dar asas ao negócio" durante o ano de 2017, através de venda online.

De acordo com Sónia Pereira, que se considera empreendedora, este é «um desafio encantador e simultaneamente assustador».

Mais artigos

DestaquesArtigos

  • _MSS8814

    Business & Industry

    Jun 20, 2018

    NOVO CICLO DE INVESTIMENTO EM ANGOLA

    A economia de Angola está a iniciar um novo ciclo de recuperação, para cujo aproveitamento se conta com a recuperação – que já se verifica – do preço do petróleo e com a assistência técnica do Fundo Monetário Internacional

    ...

  • plantwear1

    Luxury & Fashion

    Set 26, 2018

    PLANTWEAR

    Exclusividade em cada peça

    Inspirada na madeira e nas suas formas singulares, cada peça é como cada pedaço da matéria-prima: único. Não existe uma peça igual tornando-a para além de lindíssima, muito especial....

  • 1

    Helthcare & Wellness

    Nov 5, 2018

    PRÓTESES BIÓNICAS

    "Tal como as dos filmes de "Star Wars", as próteses biónicas têm um aspeto robótico que, com capas de silicone idênticas à realidade, passam quase despercebidas. Através dos sensores de leitura dos movimentos, estas próteses...


  • 0-1352400373-expo_spon_01

    Business & Industry

    Ago 1, 2017

    DEBATER O FUTURO DA ENERGIA

    É um dos maiores eventos do mundo e não acontece todos os anos. Essa é uma das razões porque são tão importantes. Mas há outra: os vastos debates que cada uma destas feiras mundiais (conhecidas como "Expos") trazem à luz e...

  • parrilla

    Food & Beverage

    Mar 1, 2017

    GASTRONOMIA DO URUGUAI - UMA DELICIOSA SURPRESA

    Tido muitas vezes como um continente de desequilíbrios, a América do Sul guarda ainda muitas pequenas maravilhas quase inexploradas. É o caso do segundo menor país deste continente, o Uruguai. É um dos países mais desenvolvidos...

  • 2-crowdfunding

    Food & Beverage

    Jun 1, 2017

    Para lá das Garrafas

    Os laboratórios Skipping Rock, sedeados no Reino Unido, assumiram como missão erradicar o desperdício causado pelas garrafas e copos de água criando a Ooho!, o primeiro de muitos produtos que, prometem, irão revolucionar as coisas...


  • 141733-vr-feature-what-is-facebook-spaces-vr-image7-vaqpcku2kb

    Technology

    Dez 1, 2017

    A REAL REALIDADE VIRTUAL

    A Realidade Virtual (RV) até há poucos anos não passava de um tema cuja presença se tornara habitual nos romances, séries e filmes de ficção científica e cuja aplicabilidade no dia-a-dia dos mais comuns dos cidadãos era,...

  • 1

    Business & Industry

    Out 1, 2015

    Um Mar de Soluções

    A Oceaneering é uma empresa que providencia serviços de extracção de campos de petróleo, com especialidade em águas profundas. A empresa também trabalha para a defesa, entretenimento e indústria aeroespacial.

  • 151123-santamoney-stock

    Business & Industry

    Dez 1, 2017

    BILIÕES DE EUROS EM MOVIMENTO

    Bolas, estrelas, grinaldas cintilantes, anjos, sinos, bonecos de neve, fitas, pinhas, entre outros variadíssimos enfeites e luzes, fazem da árvore de Natal o elemento central de toda a decoração natalícia. Uma indústria que...