Business & Industry

Mai 1, 2016

MALAIAS PREFEREM FORNECEDORES INTERNOS DE AÇO

A Malásia é, actualmente, o quarto maior importador de aço de todo o sudeste asiático, tendo a República Popular da China como principal fornecedor. A China é igualmente, seguida pelo Japão e pelos Estados Unidos da América (EUA) líder na produção de aço mundial. A Your VIP Partner foi perceber a evolução do mercado do aço na Malásia.

Apesar de ser um país produtor desta matéria-prima, o custo de produção de aço e seus derivados, pelas siderurgias malaias, continua a ser excessivamente alto, efeito da concorrência da China (o maior produtor mundial com cerca de 822 mil milhões de toneladas em 2014), que fez contrair os preços nos mercados internacionais. Mercados esses que sofrem de um fraco crescimento e até contracção, nalguns casos.

Actualmente, a produção de aço na Malásia encontra-se muito abaixo das suas reais capacidades, não só devido à fraca formação da mão-de-obra, mas também por conta do receio no desenvolvimento dos mercados, que acaba por desencorajar um maior esforço de produção. A MISIF - Federação Malaia da Indústria de Ferro e Aço (Malaysian Iron and Steel Industry Federation, em inglês) prevê, contudo, um crescimento na produção nacional na ordem dos 4% até 2018, o que não se coaduna com as previsões de organizações e federações empresariais do sector, que prevêem um crescimento da procura interna, até 2018, entre os 11 e os 31%, graças aos planos governamentais de investimento e desenvolvimento de grandes infra-estruturas no país.

Embora tenham em conta algumas das dificuldades enumeradas, é um dado concreto que os empresários malaios preferem adquirir esta matéria-prima junto de fornecedores internos, uma vez que assim conseguem evitar as flutuações nos valores dos mercados e das taxas de câmbio, nas transacções internacionais. O país conta também com vários acordos firmados para trocas comerciais com mais de metade dos países do mundo. Para além disso, encontra-se numa região especialmente privilegiada para as rotas de trânsito internacionais.

China, Japão e EUA Lideram Mercado

Os chineses foram os primeiros a combinar ferro e carbono para produzir aço, no século I a.C., contudo apenas durante os últimos 20 anos é que assumiu a posição de maior produtor mundial. O segundo maior produtor desta matéria-prima é o Japão, com mais de 110 mil milhões de toneladas em 2014. O interesse do Japão neste material surgiu em 1958, com a construção da torre de observação e comunicação - Tokyo Tower, em que um terço do aço utilizado foi sucata retirada a mais de 90 tanques americanos abatidos na guerra da Coreia. Em terceiro lugar, com mais de 88 mil milhões de toneladas, estão os EUA. Em 1943, dado o seu envolvimento na Segunda Guerra Mundial, os EUA produziram mais de mil milhões de moedas em aço, dado que o cobre era racionado e destinado em exclusivo à guerra.

Mais artigos

DestaquesArtigos

  • product_playfulbase_sl

    Technology

    Mai 1, 2017

    FAZER... O QUE QUISER!

    Portanto, já vimos de tudo! Tudo o que os olhos podem ver e o cérebro consegue arquivar, enquanto conhecimento... Mas vimos mesmo? É mesmo possível pensar que alguma coisa no mundo não possa evoluir?

  • Depositphotos_8751638_xl-2015

    Science & Nature

    Mar 1, 2017

    DESCOBERTAS CIENTÍFICAS DE 2016 - UM UNIVERSO MAIS CLARO

    O passado ano foi fértil em descobertas e avanços científicos que, ainda há pouco tempo, pareciam miragens. Graças a algumas delas, detalhes sobre o passado, o presente e o futuro da Humanidade podem agora ser vistos de forma...

  • doTERRA001

    Helthcare & Wellness

    Abr 1, 2017

    RESPIRE NATURALMENTE

    Praticamente todos os rebuçados e gomas para a tosse que se encontram actualmente disponíveis em qualquer supermercado ou farmácia incluem vários químicos de laboratório, entre adoçantes, corantes artificiais e agentes activos. 

    ...


  • 1. Technology-Remarkable-Your Paper, Digital

    Technology

    Fev 1, 2018

    O SEU PAPEL, DIGITAL

    Todos nós nos habituamos, desde os tempos da escola e da faculdade, a tomar notas em papel. Seja em conferências, reuniões de trabalho ou workshops, era quase omnipresente a utilização de blocos de notas em vários formatos e...

  • hq720

    Technology

    Abr 1, 2017

    A CURIOSIDADE CRIOU O ROBOT

    Até à data só exploramos cinco por cento dos oceanos da Terra. Tal significa, só para termos uma ideia, que actualmente sabemos muito mais acerca da geografia da Lua do que acerca dos oceanos do nosso próprio planeta. 

    ...

  • MokshJewellery002.jpg__1536x0_q75_crop-scale_subsampling-2_upscale-false

    Luxury & Fashion

    Abr 1, 2017

    MOKSH AND KAMYEN - MAIS BRILHANTE QUE O SOL

    Existe alguma outra nação que goste tanto de adornar as suas mulheres como os povos da Índia? Desde a cabeça, narizes, braços, cintura, até aos dedos dos pés, o arsenal feminino indiano tem peças sofisticadas de joalharia...


  • 01 Ashlim

    Technology

    Out 1, 2016

    NÃO HÁ RAZÃO PARA TAPAR O SOL

    Embora já existam invenções que nos permitem criar electricidade sustentável para uso próprio, como bicicletas, turbinas de água portáteis que geram energia através de correntes de água, nenhuma delas providencia electricidade...

  • capri-sandals-ivana

    Luxury & Fashion

    Ago 1, 2016

    SANDÁLIAS SÃO OBRAS DE ARTE

    Consideradas um must have, as "sandálias Capri" comemoram 70 anos. São manufacturadas na ilha italiana de Capri para o Mundo, e inspiradas em mulheres reais. O cuidado dedicado a cada par e aos produtos utilizados fazem de...

  • Jyske Bank

    Business & Industry

    Fev 1, 2015

    Friendly Advice

    Given Gibraltar's status as a British crown colony, its culture and legal system are very much like what you find in the UK.