Research & Education

Mar 1, 2017

LIVROS ESCOLARES EM TABLETS - MENOS PESO, MENOS CONHECIMENTO?

Um pouco por todo o mundo, os pais estão preocupados com o peso que as mochilas escolares dos seus filhos têm de comportar todos os dias. Isto prende-se com o volume e número de manuais escolares que os alunos carregam, muitas vezes crianças ainda em formação física, que supera largamente todas a recomendações internacionais de relação entre peso da criança e peso da mala.

Não vale a pena rodear o assunto, é um problema, é grave, tem a ver com a saúde futura das crianças e atingiu um pouco, todos os países do mundo. Há exemplos bons e maus de solução e, como sempre, há vozes concordantes e dissonantes.

O problema

A Organização Mundial de Saúde recomenda que o peso de uma mochila escolar não deve exceder 10% do peso total da criança que a transporta. A média, um pouco em todo o mundo é que esta relação é excedida em, pelo menos, três vezes.

Se pensarmos bem, cada pai e mãe carrega todos os dias na mochila do seu filho, os livros para cada disciplina do dia, cadernos individuais para cada disciplina, material pedagógico de apoio e suporte para várias disciplinas, um ou mais estojos de canetas, lápis, borrachas, afias, marcadores, réguas; mais uma sacola com um lanche adicional.

Basta fazer uma pequena conta para perceber que isto representa, no mínimo, 10 kg. O que é manifestamente demasiado para uma criança de oito anos, e 36 kg. É consensual que esta relação pode desenvolver problemas ósseos e musculares e, por consequência, crescimento e até desenvolvimento intelectual.

As propostas

As mais recentes tendências mundiais para resolver este assunto apontam para a colocação das matérias leccionadas em cada disciplina, em suportes digitais para consulta e estudo de forma mais confortável e, sobretudo, reduzindo dessa forma a excessiva carga a transportar nas mochilas diariamente.

Alguns países do norte da Europa optaram e têm vindo a aplicar esta solução desde 2013, nomeadamente, a Suécia, a Noruega e a Finlândia e, adicionalmente, também algumas escolas do Reino Unido têm adoptado esta opção como projecto de estudo.

As vantagens são inegáveis: um simples tablet de 300 gramas poderá comportar todos os manuais de todas as disciplinas do currículo escolar e até os cadernos de trabalho podem ser substituídos por aplicações onde o estudante pode exercitar os seus conhecimentos, abdicando do papel e do lápis.

Tatyana Belyavskaya, antiga professora em S. Petersburgo, engenheira de software, web designer, blogger e software developer, recorda várias coisas que devemos saber sobre este tema.

A blogger recorda-nos que: os tablets estão a revolucionar a forma de aprender e ensinar; vão funcionar como catalisadores para um novo tipo de educação; estão cá para ficar; proporcionam uma nova era de ferramentas criativas e interactivas; têm um custo reduzido e acessível; são pequenos e portáteis; são fáceis de manusear por crianças em disciplinas mais difíceis; e estimulam a partilha de dúvidas e soluções, proporcionando melhores índices de aprendizagem.

Polémicas

Como habitualmente, sempre que uma nova tecnologia é aplicada a assuntos tidos como tradicionais, existem os adeptos e os adversários mais furiosos. Quanto aos adeptos e às razões para ser a favor, estamos conversados.

Mas, Olle Johansson, Professor de Neurociência no Instituto de Karolinska, em Estocolmo, Suécia, refere vários aspectos negativos à utilização desta tecnologia nos sistemas de ensino.

Segundo este professor, os resultados mais recentes sobre a aprendizagem das crianças em disciplinas como a Matemática ou Ciências estão em queda livre. Estes novos processos têm permitido aos governos, atribuir mais responsabilidades administrativas e educativas às unidades escolares, desresponsabilizando os governantes e sobrecarregando as pequenas estruturas educativas.

Estas, por sua vez, sentem-se muito aliviadas por terem tamanho apoio, para o qual não têm necessidade de contribuir ao nível dos conteúdos, libertando-as para as novas tarefas burocráticas.

Contudo, estas inovações pedagógicas, apesar do alívio no peso das mochilas, colocam as crianças sob uma maior exposição a radiações produzidas por estes aparelhos (apesar de serem mínimas, as crianças ficam expostas muito mais cedo e por muito mais tempo) e são também um motivo de distracção permanente, uma vez que, ao mesmo tempo que servem como manuais escolares, também são portas de comunicação com o mundo da internet (emails, sms, redes sociais, etc.).

E, finalmente, ainda nos chama a atenção para a síntese dos programas e das obras a incluir nos manuais. Imaginem todas as obras de Shakespeare, analisadas, comentadas e resumidas a seis páginas de um e-book...

Mais artigos

DestaquesArtigos

  • Depositphotos_8751638_xl-2015

    Science & Nature

    Mar 1, 2017

    DESCOBERTAS CIENTÍFICAS DE 2016 - UM UNIVERSO MAIS CLARO

    O passado ano foi fértil em descobertas e avanços científicos que, ainda há pouco tempo, pareciam miragens. Graças a algumas delas, detalhes sobre o passado, o presente e o futuro da Humanidade podem agora ser vistos de forma...

  • jak_3

    Luxury & Fashion

    Jun 1, 2017

    Três em um para o ar livre

    Passar alguns dias ao ar livre é um desafio pela quantidade de material que é necessário transportar: a tenda, o saco de cama, roupa adequada à temperatura, utensílios de higiene diária, calçado extra e, se pretender cozinhar...

  • AdobeStock_70053652

    Food & Beverage

    Abr 1, 2017

    PEQUENO ALMOÇO - COMEÇAR O DIA A COMER

    Os benefícios do pequeno-almoço para a saúde, não têm sido consensuais ao longo da história e, ainda hoje se discute que tipo de alimentos se devem ingerir de manhã e se estes devem ou não estar dependentes da actividade física...


  • as-lentes-de-um-genio.html

    Culture & Art

    Abr 1, 2017

    O FOTÓGRAFO SEM MEDO

    Ousado, chocante, vibrante, sem medo, sem a preocupação de ser aceite ou rejeitado, mas sempre com o desejo de nos deixar sem palavras perante a sua arte. Assim é este americano, nascido em 11 de Março de 1963, em Hartford, Connecticut,...

  • 310

    Technology

    Ago 1, 2017

    O REI DA SEGURANÇA DOMÉSTICA

    O mundo não é, de forma alguma, um lugar seguro. Quer viva num apartamento no 12º piso ou numa grande vivenda na zona rural, vai sentir-se muito mais seguro depois de instalar um destes.

  • ApisCor_febr_03

    Technology

    Mai 1, 2017

    Como se fosse magia

    Pare uma expressão figurativa: "casas crescem como cogumelos", mas em breve será literal. EM Fevereiro de 2017, na Rússia, surgiu a primeira casa com 38 m2 de área. A casa cresceu em 24 horas na cidade de Stupino, na região de...


  • Belwest

    Luxury & Fashion

    Dez 1, 2014

    Strategy for Success

    Due to its own distribution network Vitebsk-based company Belwest has become one of the footwear sales leaders on the post-Soviet era.

  • Lido

    Culture & Art

    Fev 1, 2015

    Lights, Sound, Glamour

    The Lido is a cabaret and burlesque show located on the Champs-Élysées in Paris, France. It opened in 1946, famous for its exotic shows including dance, singing and other perofromers.

  • Technology

    Jun 1, 2015

    Warmth and comfort

    Ah, wood. So natural, beautiful, and so good looking on your garden porch. Wouldn't it be nice if you could floor your home, or get your walls cladded with specialized thermo-enhanced wood from Finland? If so, then your choice could...