Business & Industry

Nov 30, 2015

A Experiência do Banco Sol no Lançamento do Microcredito para Desenvolver Angola

O Microcrédito é um instrumento financeiro que estimula o desenvolvimento, pois permite o acesso de pessoas pobres, com escassos recursos e sem activos que possam servir de garantias aceder a empréstimos de pequenos montantes que lhes permitam iniciar um negócio ou criar uma pequena empresa, aumentando assim o seu rendimento e melhorando a sua inclusão na sociedade.

<

Num país africano, como Angola, que atravessou um longo período de conflitos terminados em 2002, mas que dispõe de amplos recursos provenientes da exportação de petróleo (o 2º produtor na África subsahariana) e diamantes, é importante que o Estado e os bancos desempenhem um papel activo de orientação de recursos para apoio à inserção social dos mais desfavorecidos através do uso do microcrédito como dinamizador das classes de menores rendimentos.

Pode dizer-se que esta filosofia do Microcrédito moderno começou em 1983 no Bangladesh, com o Grameen Bank, criado pelo Professor Muhammed Yunes e, a partir daí, espalhou-se por todo o mundo, em especial na Ásia, em África e na América Latina, especialmente em países com elevado peso de populações pobres. Apesar das limitações o Microcrédito passou a ser reconhecido como um instrumento financeiro importante para lutar contra a pobreza e melhorar a inclusão social.

Em Angola, o Microcrédito foi uma inovação introduzida pelo Banco Sol, constituído em 2001, e que desde o seu arranque sempre deu uma grande importância a esta modalidade de crédito para apoio a jovens empreendedores com vontade e capacidade para criar novas micro e pequenas empresas que aumentem a produção e criem empregos. Aliás, a metodologia criada e aperfeiçoada pelo Banco SOL permitiu-lhe atingir um grau de eficiência na concessão e recuperação deste tipo de crédito que mereceu o reconhecimento de muitas entidades governamentais e de empresas, inclusive diversas multinacionais que operam em Angola, para ser o seu agente para aplicar fundos especiais dedicados a programas específicos de concessão de Microcrédito.

Após 14 anos de actividade, o Banco SOL orgulha-se de que mais de 100.000 clientes beneficiaram de empréstimos de Microcrédito, totalizando mais de 116 milhões de Dólares, o que representa um valor médio de 1.320 de Dólares por cliente e significa atualmente cerca de 5 % do total de crédito concedido, o que demonstra que a dedicação do Banco Sol ao Microcrédito não tem sido uma figura de retórica sem conteúdo. Mas, disse-nos o Presidente Coutinho Nobre Miguel, o Banco SOL tem tido sempre a preocupação de conciliar esta vertente de crédito de interesse eminentemente social com os seus compromissos com os seus acionistas e com a prioridade de apoio ao desenvolvimento económico em Angola. Hoje, com mais de 600.000 clientes e um volume total de crédito de cerca de 900 milhões de Dólares, o Banco SOL posiciona-se já entre os grandes bancos angolanos e gerando mais de 41 milhões de Dólares em 2014, seguindo uma política de crescimento do crédito muito prudente, evitando o risco de deteriorar o seu nível de solvabilidade e rendibilidade, atingindo níveis muito sólidos segundo qualquer critério e mantendo uma qualidade reconhecida nos serviços prestados aos seus clientes, de acordo com as melhores práticas e padrões internacionais.

O exemplo do Banco Sol demonstra que é possível a um Banco gerido por rigorosos critérios inerentes à actividade bancária normal ter uma actuação ética e eficaz de apoio solidário à inclusão social de pessoas com fracos recursos e património, mas que revelam vontade, iniciativa e empreendedorismo para lançar microprojectos geradores de rendimentos familiares ou empresariais, o que ajuda a aumentar a produção nacional e traz cada vez mais pessoas ao sistema bancário, aumenta a cobrança de receitas fiscais e reduz a informalidade na economia.

Perante a quebra do preço do petróleo, que atualmente afecta as economias dos países, como Angola, muito dependentes da exportação de commodities, a prioridade fundamental é o fomento da diversificação da produção nacional. Tal opção abre espaço ao aumento do recurso ao Microcrédito, e o Banco SOL espera continuar a ser uma referência, pois espera que as empresas nacionais de todas as dimensões, a par com o investimento estrangeiro, desempenhem um importante papel na diversificação da economia e na criação de novas empresas e mais emprego, para que continue a verificar-se um nível aceitável de crescimento económico em Angola e noutros países africanos. 

Mais artigos

DestaquesArtigos

  • langostino-gambon-austral-alta

    Science & Nature

    Mai 1, 2017

    DE CAMARÃO A PLÁSTICO

    Por algum tempo, durante o século XX, o plástico foi considerado uma das maiores invenções da Humanidade. Senhoras e senhores por todo o mundo, usavam como prémio, quando iam às compras. Depois tornou-se numa dor de cabeça, ainda...

  • cowrok

    Business & Industry

    Set 19, 2018

    Cowork

    Escritório onde e quando quiser


    Ao longo dos últimos 20 anos, o paradigma do trabalho tem vindo a sofrer imensas e radicais alterações, fruto de vários fenómenos estruturais, económicos, tecnológicos...

  • Depositphotos_59323415_xl-2015

    Research & Education

    Mar 1, 2017

    LIVROS ESCOLARES EM TABLETS - MENOS PESO, MENOS CONHECIMENTO?

    Um pouco por todo o mundo, os pais estão preocupados com o peso que as mochilas escolares dos seus filhos têm de comportar todos os dias. Isto prende-se com o volume e número de manuais escolares que os alunos carregam, muitas...


  • Depositphotos_87744168_xl-2015

    Business & Industry

    Mai 26, 2018

    SOCIEDADE "CASHLESS"

    Embora sob formas e suportes diferentes, o dinheiro está na história do ser humano há mais de 3000 anos. Uma realidade incontornável para uma sociedade de consumo que vemos 'acelerar' a cada dia que passa

  • IMG_3345

    Culture & Art

    Mai 1, 2017

    PERSONALIZANDO A TECNOLOGIA COM ARTE

    Roldanas, rodas dentadas, Zepelins, lentes e latão dourado. O SteamPunk propõe uma história alternativa onde a tecnologia se mistura com arte para ser mais humana. O movimento Arts and Crafts acabou finalmente por se fundir com...

  • Camarao02

    Business & Industry

    Ago 1, 2017

    IGUALAR A CARNE

    O mundo já está familiarizado com a carne argentina. É um dos principais produtos de exportação dessa nação sul-americana que sobressai pela sua excelência servida nos populares rodízios e churrasqueiras argentinas e brasileiras...


  • Business & Industry

    Abr 1, 2015

    A Leap in urban transit

    Natural gas-fueled buses from private transport company Leap started making their way through San Francisco along the company's first route, dubbed the Lombard Express.

  • 1902 mannequin

    Luxury & Fashion

    Set 1, 2015

    Chantelle

    French lingerie – one of life's finest pleasures – is a definitive symbol of the feminine mystique. The idea that something so small could have such timeless appeal speaks volumes about French sensibility, and an allure that defies...

  • 3

    Lifestyle & Travel

    Jun 1, 2015

    Delightful San Marino

    Of the world's 193 independent countries, San Marino is the fifth smallest and – arguably – the most curious. How it exists at all is something of an enigma. A sole survivor of Italy's once powerful city-state network, this...