Business & Industry

Nov 30, 2015

A Experiência do Banco Sol no Lançamento do Microcredito para Desenvolver Angola

O Microcrédito é um instrumento financeiro que estimula o desenvolvimento, pois permite o acesso de pessoas pobres, com escassos recursos e sem activos que possam servir de garantias aceder a empréstimos de pequenos montantes que lhes permitam iniciar um negócio ou criar uma pequena empresa, aumentando assim o seu rendimento e melhorando a sua inclusão na sociedade.

<

Num país africano, como Angola, que atravessou um longo período de conflitos terminados em 2002, mas que dispõe de amplos recursos provenientes da exportação de petróleo (o 2º produtor na África subsahariana) e diamantes, é importante que o Estado e os bancos desempenhem um papel activo de orientação de recursos para apoio à inserção social dos mais desfavorecidos através do uso do microcrédito como dinamizador das classes de menores rendimentos.

Pode dizer-se que esta filosofia do Microcrédito moderno começou em 1983 no Bangladesh, com o Grameen Bank, criado pelo Professor Muhammed Yunes e, a partir daí, espalhou-se por todo o mundo, em especial na Ásia, em África e na América Latina, especialmente em países com elevado peso de populações pobres. Apesar das limitações o Microcrédito passou a ser reconhecido como um instrumento financeiro importante para lutar contra a pobreza e melhorar a inclusão social.

Em Angola, o Microcrédito foi uma inovação introduzida pelo Banco Sol, constituído em 2001, e que desde o seu arranque sempre deu uma grande importância a esta modalidade de crédito para apoio a jovens empreendedores com vontade e capacidade para criar novas micro e pequenas empresas que aumentem a produção e criem empregos. Aliás, a metodologia criada e aperfeiçoada pelo Banco SOL permitiu-lhe atingir um grau de eficiência na concessão e recuperação deste tipo de crédito que mereceu o reconhecimento de muitas entidades governamentais e de empresas, inclusive diversas multinacionais que operam em Angola, para ser o seu agente para aplicar fundos especiais dedicados a programas específicos de concessão de Microcrédito.

Após 14 anos de actividade, o Banco SOL orgulha-se de que mais de 100.000 clientes beneficiaram de empréstimos de Microcrédito, totalizando mais de 116 milhões de Dólares, o que representa um valor médio de 1.320 de Dólares por cliente e significa atualmente cerca de 5 % do total de crédito concedido, o que demonstra que a dedicação do Banco Sol ao Microcrédito não tem sido uma figura de retórica sem conteúdo. Mas, disse-nos o Presidente Coutinho Nobre Miguel, o Banco SOL tem tido sempre a preocupação de conciliar esta vertente de crédito de interesse eminentemente social com os seus compromissos com os seus acionistas e com a prioridade de apoio ao desenvolvimento económico em Angola. Hoje, com mais de 600.000 clientes e um volume total de crédito de cerca de 900 milhões de Dólares, o Banco SOL posiciona-se já entre os grandes bancos angolanos e gerando mais de 41 milhões de Dólares em 2014, seguindo uma política de crescimento do crédito muito prudente, evitando o risco de deteriorar o seu nível de solvabilidade e rendibilidade, atingindo níveis muito sólidos segundo qualquer critério e mantendo uma qualidade reconhecida nos serviços prestados aos seus clientes, de acordo com as melhores práticas e padrões internacionais.

O exemplo do Banco Sol demonstra que é possível a um Banco gerido por rigorosos critérios inerentes à actividade bancária normal ter uma actuação ética e eficaz de apoio solidário à inclusão social de pessoas com fracos recursos e património, mas que revelam vontade, iniciativa e empreendedorismo para lançar microprojectos geradores de rendimentos familiares ou empresariais, o que ajuda a aumentar a produção nacional e traz cada vez mais pessoas ao sistema bancário, aumenta a cobrança de receitas fiscais e reduz a informalidade na economia.

Perante a quebra do preço do petróleo, que atualmente afecta as economias dos países, como Angola, muito dependentes da exportação de commodities, a prioridade fundamental é o fomento da diversificação da produção nacional. Tal opção abre espaço ao aumento do recurso ao Microcrédito, e o Banco SOL espera continuar a ser uma referência, pois espera que as empresas nacionais de todas as dimensões, a par com o investimento estrangeiro, desempenhem um importante papel na diversificação da economia e na criação de novas empresas e mais emprego, para que continue a verificar-se um nível aceitável de crescimento económico em Angola e noutros países africanos. 

Mais artigos

DestaquesArtigos

  • 827cef85aa6c3c07b431ec817ae90cf8

    Science & Nature

    Ago 1, 2017

    TRIGO DOURADO

    A geóloga Tshiamo Legoale, cientista sul-africana com meros 27 anos de idade, afirma que as estatísticas indicam que a África do Sul possui cerca de 17,7 milhões de toneladas de refugo de minério de ouro, ou seja, embora o ouro...

  • 1

    Lifestyle & Travel

    Dez 4, 2018

    Sardenha

    "Situada no meio do Mar Mediterrâneo, a Sardenha é uma região predominantemente montanhosa, marcada pela ausência de altos picos, inserida num ambiente natural vasto e charmoso, porém agridoce. De facto, a presença do homem...

  • cientista2

    Research & Education

    Set 21, 2018

    LUTA CONTRA O CANCRO

    Cientistas portugueses na Vanguarda

    São portugueses, estudam o cancro e tentam encontrar a cura para este 'bicho'. Trazem novas teorias e formas de olhar a ciência, contribuindo de forma significativa para o mundo. 


    ...


  • 978x0

    Culture & Art

    Jun 1, 2017

    O ETERNO CAPITÃO

    Os franceses consideram-no uma das mais importantes figuras da sua história. Se tal não fosse redutor, até poderia ser verdade. A verdade, porém, é que este senhor, cuja imagem associamos de imediato ao gorro vermelho, foi uma...

  • transferir (1)

    Science & Nature

    Mai 1, 2017

    Outra face da aquicultura

    Em 2016 o comércio de algas marinhas obteve um rendimento que ultrapassa, a título de exemplo, toda a produção mundial de limas e limões. A captura de algas duplicou na última década e actualmente já existem autênticas quintas...

  • as-lentes-de-um-genio.html

    Culture & Art

    Abr 1, 2017

    O FOTÓGRAFO SEM MEDO

    Ousado, chocante, vibrante, sem medo, sem a preocupação de ser aceite ou rejeitado, mas sempre com o desejo de nos deixar sem palavras perante a sua arte. Assim é este americano, nascido em 11 de Março de 1963, em Hartford, Connecticut,...


  • No More Hidden Gluten

    Food & Beverage

    Dez 31, 2015

    Glúten escondido nunca mais

    Nima é um laboratório alimentar portátil, concebido para testar pequenas amostras de alimentos quanto à presença de ingredientes específicos (por agora, apenas glúten). Quando testa a comida com Nima dá-se um complexo processo...

  • tumblr_ohf0ayC7Ku1v8wra2o1_1280

    Culture & Art

    Dez 1, 2017

    ADICIONAR ARTE A ARTE

    Como se isso fosse possível... dirão alguns. A verdade é que isso é possível pese embora possa parecer exagerado. Mas essa é a definição quando se tem uma peça de arte que é em si própria um instrumento dedicado a uma arte,...

  • porqueTec

    Business & Industry

    Out 1, 2015

    Extracção Sustentável

    A Embu S.A. Engenharia e Comércio é uma empresa com 100% de capital nacional e que se destaca no sector pelo fornecimento de agregados da mais alta qualidade para a indústria de construção. Adoptou a filosofia de...