Mecanica e Locomoção

Ago 1, 2017

Kross expande para a Holanda

Em Novembro de 2016 o mundo dos entusiastas do ciclismo ficou abalado com a falência da Multicycle, a maior empresa de fabrico de bicicletas da Holanda e internacionalmente reconhecida pelos avanços tecnológicos que a levaram a desenvolver as e-bikes.

As e-bikes são uma versão extremamente leve das ultrapassadas motocicletas que, a olho nu, não se distinguem de qualquer bicicleta convencional, mas são alimentadas a energia eléctrica. Não requerem um maior esforço por parte dos ciclistas em terrenos mais acidentados ou subidas – a força suplementar que numa bicicleta convencional teria que ser suportada pelas pernas dos ciclistas, nas e-bikes é suportada por um pequeno motor eléctrico com uma autonomia semelhante à de qualquer carro eléctrico e capaz de atingir a velocidade média de qualquer viatura de utilização citadina.

Quando tudo parecia perdido a Kross SA, a maior produtora de bicicletas de fabrico polaco, aproveitou para se expandir em solo europeu e avançou com a aquisição da Multicycle de modo a garantir que esta mantinha a produção na Holanda, adquirindo assim uma marca conceituada conhecida pela qualidade das suas bicicletas urbanas e de montanha bem como pelas inovadoras bicicletas eléctricas destinadas aos segmentos mais altos do mercado ciclista.

Em Junho de 2016 a Kross já tinha tornado público o seu interesse em começar a expandir a empresa para outros países da União Europeia, daí não ser propriamente uma surpresa este avanço estratégico na Holanda.

A Kross foi fundada em 1990 por Zbigniew Sosnowski, produzindo actualmente todo o género de bicicletas urbanas, de montanha, para crianças e dobráveis e produzindo também, desde 2004, a sua própria marca de scooters, a Zipp, exportando as suas motos e bicicletas para mais de 40 países.

A empresa polaca não perdeu tempo e recontratou os funcionários da Multicycle e reiniciou de imediato a produção de bicicletas e e-bikes na Holanda, estando agora em discussão como irá lidar com as garantias dos produtos que foram vendidos até Novembro de 2016 pelos anteriores proprietários da marca.

A Multicyle foi fundada em 1977 contando já com 40 anos de presença no mercado ciclista internacional o que, para a Kross, significa uma oportunidade de ouro para entrar num mercado atractivo com uma marca já conceituada, uma rede de produção e distribuição já funcional, conhecimentos técnicos avançados e décadas de experiência que irão beneficiar também a sede polaca.

Toda essa experiência de promoção e marketing irá ser aplicada agora na recuperação doméstica e na expansão internacional das novas Multicycle. O mais curioso é que a Kross já tentara adquirir a empresa holandesa em 2007, infelizmente na altura as negociações não chegaram a bom porto e só agora, uma década depois e sob outras circunstâncias, tal finalmente se concretizou.

Fora todos estes atractivos, a empresa polaca admitiu também que a razão principal seria a aquisição da tecnologia responsável pelas populares e inovadoras bicicletas eléctricas dos holandeses, convicta de poder utilizar a sua rede de distribuição europeia para aumentar as exportações da Multicycle, que até à data se tinha concentrado mais no mercado interno holandês.

A Kross, nos seus 27 anos de existência, atingiu o sucesso graças ao marketing certeiro e maciço que efectuou para vender os seus produtos, tanto no mercado nacional como no internacional, tendo inclusivamente criado uma equipa de ciclistas profissionais, a Kross Racing Team, que se encontra actualmente entre as três melhores equipas de ciclismo de todo o mundo sob a liderança de Maja Włoszczowska, atleta olímpica medalhada com a medalha de prata nos Jogos Olímpicos de 2016.

Para a próxima época a equipa contratou também a suíça Jolanda Neff, actual campeã do mundo do Campeonato Mundial UCI (Union Cycliste Internationale – União Ciclista Internacional), considerando que tal irá beneficiar tanto a equipa como o reconhecimento da marca. Toda essa experiência de promoção e marketing irá ser aplicada agora na recuperação doméstica e na expansão internacional das novas Multicycle. O mais curioso é que a Kross já tentara adquirir a empresa holandesa em 2007, infelizmente na altura as negociações não chegaram a bom porto e só agora, uma década depois e sob outras circunstâncias, tal finalmente se concretizou.

Mais artigos

DestaquesArtigos

  • C86tlqkWAAEasub

    Science & Nature

    Jul 1, 2017

    E O HOMEM CRIOU A APP

    Quem se lembra do filme Minority Report, de 2002, em que Tom Cruise ia passando a mão e os dedos num écran com informação para a organizar, ampliar ou descartar, percebe que entre aquele futuro e a realidade, o tempo foi muito...

  • product_playfulbase_sl

    Technology

    Mai 1, 2017

    FAZER... O QUE QUISER!

    Portanto, já vimos de tudo! Tudo o que os olhos podem ver e o cérebro consegue arquivar, enquanto conhecimento... Mas vimos mesmo? É mesmo possível pensar que alguma coisa no mundo não possa evoluir?

  • doTERRA001

    Helthcare & Wellness

    Abr 1, 2017

    RESPIRE NATURALMENTE

    Praticamente todos os rebuçados e gomas para a tosse que se encontram actualmente disponíveis em qualquer supermercado ou farmácia incluem vários químicos de laboratório, entre adoçantes, corantes artificiais e agentes activos. 

    ...


  • 1.-FIFAs-World-Cup-Opens-The-Door

    Business & Industry

    Fev 1, 2018

    MUNDIAL DA FIFA ABRE PORTAS

    Curiosamente, para a realização dos dois últimos Campeonatos do Mundo de Futebol (2010 e 2014) e o que se realiza este ano, a FIFA escolheu pela primeira vez 3 países classificados como BRICS: África do Sul em 2010, o Brasil...

  • Borrego14

    Business & Industry

    Abr 1, 2017

    BORREGO DA NOVA ZELÂNDIA - 135 ANOS A EXPORTAR BORREGO

    O borrego não só é a carne de eleição dos neo-zelandeses quando recebem visitas ou jantam fora. De acordo com uma sondagem efectuada anualmente pela Beef + Lamb New Zealand, é também o produto mais exportado. 

  • Depositphotos_8485784_xl-2015

    Food & Beverage

    Ago 1, 2017

    SEMENTES SEM COPYRIGHT

    A impressionante senda legislativa mundial chegou ao mais trivial dos produtos: os alimentos. É a mais recente tentativa do Homem, de se apoderar e controlar elementos da natureza.


  • Precision cuts

    Business & Industry

    Fev 29, 2016

    Cortes Precisos

    A velocidade é um dos mais importantes factores na indústria moderna da confecção. Ser capaz de cortar todas as peças que formam um artigo, de forma célere e precisa, aumenta a rapidez de produção, a gestão de tempo na fábrica...

  • TerraSkin

    Business & Industry

    Ago 1, 2016

    ESCRITO EM PEDRA

    Embora vivamos numa "Era" digital, onde os ecrãs tácteis se sobrepõem aos livros, e o papel se tornou incrivelmente poluente e dispendioso, não conseguimos imaginar as nossas vidas sem algum tipo de papel, ou pelo menos um suporte...

  • 1

    Culture & Art

    Ago 1, 2015

    Top education

    As Asian powers rise, the University of Tokyo is trying to strengthen its reputation as a globally relevant institute of higher learning. Internationalization is nothing new for the University of Tokyo (UTokyo), although it remains a...