Mecanica e Locomoção

Dez 1, 2016

HYPERLOOP ONE - REALIDADE SURREAL

A ideia original de Elon Musk (apresentada pela primeira vez em 2013, pelo patrão da tecnológica americana, Tesla), que parecia uma visão futurista e inatingível, ganha forma nas áridas paisagens de Abu Dhabi, Emirados Árabes Unidos, enquanto no deserto do Nevada, nos Estados Unidos da América (EUA), prosseguem os testes de propulsão. A ideia original é um misto de ficção e física aplicada.

<

O vídeo de apresentação mostra um homem-de-negócios que está em Abu Dhabi e que, dentro de uma hora, terá de percorrer 160 quilómetros até à cidade de Dubai, Emirados Árabes Unidos, para estar presente no aniversário da mãe: ele sai, demora imenso tempo num percurso curto de automóvel e, depois, já no Hyperloop, percorre os tais 160 quilómetros, em menos de 12 minutos!

Parece-lhe surreal? Pois acredite que está mais perto da realidade do que imagina.

Na verdade, já vimos isto em filmes de ficção científica. Fora da órbita terrestre, onde nada existe e que convencionámos chamar vácuo, uma pequena propulsão pode catapultar um astronauta a dezenas de milhares de quilómetros.

É isso mesmo que o patrão da Tesla e da Space X pretende com este projecto. Trata-se de um sistema de transporte em cápsulas, de passageiros e carga. Estas cápsulas movimentar-se-ão dentro de tubos metálicos estanques, com uma pressão controlada e particularmente baixa.

Uma parte deste conceito inovador baseia-se nos comboios de alta velocidade japoneses, em que a carruagem é suspensa para evitar o contacto com os carris, reduzindo assim os níveis de atrito e aumentando a velocidade. Com a diferença de que nestes comboios, as carruagens são suspensas por levitação magnética, utilizando depois a polarização do sistema magnético para a propulsão da carruagem; enquanto que neste projecto, as cápsulas vão flutuar através de um ™colchão de ar∫: um jacto constante e pressurizado que fará suspender a cápsula, enquanto os potentes motores eléctricos propulsionam a cápsula através dos tubos metálicos de baixa pressão.
Os testes, entretanto efectuados no deserto do Nevada, EUA, revelam números fabulosos. As cápsulas de transporte serão capazes de passar do zero aos 100 km/h em apenas 1.1 segundos, e poderão atingir a velocidade máxima de 1220 km/h, bem maior do que a da maioria dos aviões de transporte de passageiros.

O fundador da Hyperloop One, Shervin Pishevar, revelou recentemente que em 2020, este sistema de transporte vai ser uma realidade num ou mais locais em todo o mundo, e que os testes com protótipos à escala natural decorrerão durante o ano de 2017, na pista onde já decorrem os testes de propulsão, no deserto do Nevada.

A ideia inicial seria manter os tubos em estado de vácuo absoluto para eliminar a resistência ao ar e atingir maiores velocidades. Contudo, esta ideia foi colocada de lado, uma vez que isso traria imensas dificuldades na regulação do vácuo e qualquer invasão de ar poderia inutilizar todo o sistema.

Este transporte não requer maquinista ou condutor, uma vez que as cápsulas serão operadas pelo complexo sistema de controlo de pressão de ar, acelerando ou travando à medida que se aumenta ou diminui a pressão dentro dos tubos.

Este meio de transporte não pretende ser uma alternativa ao sistema de metropolitano subterrâneo, uma vez que os tubos de transporte se encontram à superfície e não na terra. E também porque o Hyperloop está mais vocacionado para cobrir grandes distâncias em curto espaço de tempo, e não tanto para fazer pequenas ligações dentro das cidades.

A alimentação da parte eléctrica do sistema faz-se através dos painéis solares instalados junto aos tubos metálicos.

Segundo as empresas que desenvolvem actualmente o Hyperloop, o custo médio de uma viagem neste sistema rondará os 20 e os 30 dólares (entre 20 e 30 euros) para o transporte de passageiros.

Bem menos agradável é a estimativa de custos para a instalação de todo o sistema. A primeira rota proposta para a construção de um percurso de Hyperloop pretende ligar Los Angeles e São Francisco, EUA, num total de 600 quilómetros, e terá um custo estimado de 7,5 mil milhões de dólares (sete mil milhões de euros), considerando a possibilidade de transportar também veículos. Este valor ficaria ™apenas∫ pelos 6 mil milhões de dólares (5,6 mil milhões de euros), caso seja considerada a alternativa de só transportar passageiros.

Mais artigos

DestaquesArtigos

  • allergie-alimentari-microbioma

    Science & Nature

    Mai 1, 2017

    EU, O SER COLECTIVO

    Alguma vez parou para pensar que você não é um, mas sim muitos? Não me refiro apenas ao legado histórico, aquilo que assimilou dos seus pais, genes, tiques, maneiras de falar etc. Refiro-me a quantidade de organismos que fazem de...

  • 025

    Food & Beverage

    Mai 1, 2017

    TRATAR DA PELE NUNCA FOI TÃO… DELICIOSO

    Uma doce tentação que provoca sensações tais que nem os seus maiores admiradores conseguem explicar. Ele é motivo de atracção turística em países como a Suíça, Bélgica, França, entre outros. Há mesmo quem se torne Provador...

  • AdobeStock_112601508

    Research & Education

    Jun 1, 2017

    Ciclovias que brilham

    Até há relativamente pouco tempo os materiais que brilham no escuro não tinham funções que fossem muito além do prazer decorativo. Mas a luminescência foi conquistando aplicações mais utilitárias e hoje, literalmente, está...


  • dot-watch-8-1

    Technology

    Abr 1, 2017

    DOT WATCH - SENTIR AS HORAS

    Para quem está a ler, neste momento, esta revista, este é um exercício normal que, aparentemente, não exige nenhum esforço especial, para além de manter os olhos abertos e descodificar graficamente letras agregando-as em palavras.

    ...

  • ApisCor_febr_03

    Technology

    Mai 1, 2017

    Como se fosse magia

    Pare uma expressão figurativa: "casas crescem como cogumelos", mas em breve será literal. EM Fevereiro de 2017, na Rússia, surgiu a primeira casa com 38 m2 de área. A casa cresceu em 24 horas na cidade de Stupino, na região de...

  • 11c91a486542ec03_565A4641.xxxlarge_2x

    Home & Design

    Ago 1, 2017

    VIDA MINIMALISTA

    Com certeza, já teve a sensação de que, durante a sua vida acumulou coisas demais. Algumas até, que usou muito raramente (ou vez nenhuma) e que apenas se foram empilhando e gerando confusão.


  • Indonesia Surf Spots - Photo: Daniel Fredericks

    Sport

    Jan 31, 2016

    Os Melhores Spots de Surf na Indonésia

    Indonésia, país localizado entre dois continentes, Ásia e Oceânia, com capital em Jacarta, é o maior arquipélago do mundo, compreendendo no total 17 508 ilhas. Rico em recursos naturais e culturais, soube articular a diversidade...

  • main

    Food & Beverage

    Jun 1, 2015

    Russia's number One

    Beer is one of the oldest drinks known to man. In Russia, beer is synonim of Baltyka, the country's best-seller since 1996. One of the most valuable brands in Russia, the company is a part of Carlsberg Group and exports beer and goods...

  • Cashmere Scarf

    Luxury & Fashion

    Jan 1, 2015

    From Goat to Garment

    It is well known that the Mongolian herders are deeply rooted to their ancient traditions. Gobi is always respectful of the various traditions when working with the nomadic herders in different parts of Mongolia. It is this close relationship...