Mecanica e Locomoção

Dez 1, 2016

HYPERLOOP ONE - REALIDADE SURREAL

A ideia original de Elon Musk (apresentada pela primeira vez em 2013, pelo patrão da tecnológica americana, Tesla), que parecia uma visão futurista e inatingível, ganha forma nas áridas paisagens de Abu Dhabi, Emirados Árabes Unidos, enquanto no deserto do Nevada, nos Estados Unidos da América (EUA), prosseguem os testes de propulsão. A ideia original é um misto de ficção e física aplicada.

O vídeo de apresentação mostra um homem-de-negócios que está em Abu Dhabi e que, dentro de uma hora, terá de percorrer 160 quilómetros até à cidade de Dubai, Emirados Árabes Unidos, para estar presente no aniversário da mãe: ele sai, demora imenso tempo num percurso curto de automóvel e, depois, já no Hyperloop, percorre os tais 160 quilómetros, em menos de 12 minutos!

Parece-lhe surreal? Pois acredite que está mais perto da realidade do que imagina.

Na verdade, já vimos isto em filmes de ficção científica. Fora da órbita terrestre, onde nada existe e que convencionámos chamar vácuo, uma pequena propulsão pode catapultar um astronauta a dezenas de milhares de quilómetros.

É isso mesmo que o patrão da Tesla e da Space X pretende com este projecto. Trata-se de um sistema de transporte em cápsulas, de passageiros e carga. Estas cápsulas movimentar-se-ão dentro de tubos metálicos estanques, com uma pressão controlada e particularmente baixa.

Uma parte deste conceito inovador baseia-se nos comboios de alta velocidade japoneses, em que a carruagem é suspensa para evitar o contacto com os carris, reduzindo assim os níveis de atrito e aumentando a velocidade. Com a diferença de que nestes comboios, as carruagens são suspensas por levitação magnética, utilizando depois a polarização do sistema magnético para a propulsão da carruagem; enquanto que neste projecto, as cápsulas vão flutuar através de um ™colchão de ar∫: um jacto constante e pressurizado que fará suspender a cápsula, enquanto os potentes motores eléctricos propulsionam a cápsula através dos tubos metálicos de baixa pressão.
Os testes, entretanto efectuados no deserto do Nevada, EUA, revelam números fabulosos. As cápsulas de transporte serão capazes de passar do zero aos 100 km/h em apenas 1.1 segundos, e poderão atingir a velocidade máxima de 1220 km/h, bem maior do que a da maioria dos aviões de transporte de passageiros.

O fundador da Hyperloop One, Shervin Pishevar, revelou recentemente que em 2020, este sistema de transporte vai ser uma realidade num ou mais locais em todo o mundo, e que os testes com protótipos à escala natural decorrerão durante o ano de 2017, na pista onde já decorrem os testes de propulsão, no deserto do Nevada.

A ideia inicial seria manter os tubos em estado de vácuo absoluto para eliminar a resistência ao ar e atingir maiores velocidades. Contudo, esta ideia foi colocada de lado, uma vez que isso traria imensas dificuldades na regulação do vácuo e qualquer invasão de ar poderia inutilizar todo o sistema.

Este transporte não requer maquinista ou condutor, uma vez que as cápsulas serão operadas pelo complexo sistema de controlo de pressão de ar, acelerando ou travando à medida que se aumenta ou diminui a pressão dentro dos tubos.

Este meio de transporte não pretende ser uma alternativa ao sistema de metropolitano subterrâneo, uma vez que os tubos de transporte se encontram à superfície e não na terra. E também porque o Hyperloop está mais vocacionado para cobrir grandes distâncias em curto espaço de tempo, e não tanto para fazer pequenas ligações dentro das cidades.

A alimentação da parte eléctrica do sistema faz-se através dos painéis solares instalados junto aos tubos metálicos.

Segundo as empresas que desenvolvem actualmente o Hyperloop, o custo médio de uma viagem neste sistema rondará os 20 e os 30 dólares (entre 20 e 30 euros) para o transporte de passageiros.

Bem menos agradável é a estimativa de custos para a instalação de todo o sistema. A primeira rota proposta para a construção de um percurso de Hyperloop pretende ligar Los Angeles e São Francisco, EUA, num total de 600 quilómetros, e terá um custo estimado de 7,5 mil milhões de dólares (sete mil milhões de euros), considerando a possibilidade de transportar também veículos. Este valor ficaria ™apenas∫ pelos 6 mil milhões de dólares (5,6 mil milhões de euros), caso seja considerada a alternativa de só transportar passageiros.

Mais artigos

DestaquesArtigos

  • tv2016-10-03-15-33-28hifile1400-1

    Technology

    Mar 1, 2017

    TELEVISÕES TRANSPARENTES - ESCONDIDAS À VISTA

    Assim mesmo! O novo conceito de ter uma televisão mesmo no meio da sala sem que seja vista chegou e até é muito superior ao que seria de esperar. Mais transparência, melhor definição de imagem, muito mais qualidade.

  • c0b3fe9d8db2be5ec1c3b228963b0131_original

    Mecanica e Locomoção

    Ago 1, 2017

    LIVRE PARA ANDAR

    O Verão está de volta ao hemisfério norte e isso significa menos roupas, mais tempo de lazer ao ar livre em praias e campo, libertar-se do sufocante vestuário de Inverno e do calçado pesado.

  • Asus1

    Technology

    Out 1, 2018

    ASUS ZENBOOK PRO SCREENPAD

    "Lançado na Computex 2018, o Asus ZenBook Pro é o novo topo da gama de computadores portáteis 'premium' da Asus e vem com uma nova e apelativa funcionalidade: um ecrã táctil do tamanho de um 'smartphone' no lugar do 'touchpad'...


  • Yara Birkeland 2

    Technology

    Jul 1, 2017

    AUTOMATIZAR, AUTONOMIZAR

    Está planeado que inicie actividade no final de 2018. A ideia é cumprir pequenos trajectos, ligando três portos, por entre os fiordes a Sul de Oslo, na Noruega.

  • Depositphotos_96954074_xl-2015

    Lifestyle & Travel

    Mar 1, 2017

    SALZBURGO - PARA LÁ DE MOZART

    Salzburgo, cujo nome significa literalmente "fortaleza de sal", foi refundada no século VIII por São Ruperto de Salzburgo, é a actual capital do Estado de Salzburgo e a quarta maior cidade da Áustria.

  • langostino-gambon-austral-alta

    Science & Nature

    Mai 1, 2017

    DE CAMARÃO A PLÁSTICO

    Por algum tempo, durante o século XX, o plástico foi considerado uma das maiores invenções da Humanidade. Senhoras e senhores por todo o mundo, usavam como prémio, quando iam às compras. Depois tornou-se numa dor de cabeça, ainda...


  • 1

    Technology

    Jun 1, 2015

    Future tech

    Remotely operated control towers

    It's a fact that small airports don't have many flights, because they don't have a adequate control tower system, and they don't have a adequate tower because these facilities don't have many flights.

    Well,...

  • Lifestyle & Travel

    Set 1, 2015

    Whistler is unique

    British Columbia has ten mountain ranges that push west from The Rockies in a crowded parade until they fall into the Pacific. Thousand year old trees that deftly divide the light falling on an impossibly green forest floor. Glacier-fed...

  • 1. Permanent-Makeup-Always-Trust-Your-Looks

    Luxury & Fashion

    Nov 1, 2017

    CONFIE SEMPRE NO SEU ASPECTO

    É uma espécie de estereótipo mundial, a longa espera pela namorada antes de sair de casa para um cinema (é só um minuto, que acaba por durar uma eternidade). Como a piada que conclui "quando ela ficou pronta, eu já estava a...