Research & Education

Abr 1, 2017

MOONTOPIA - CABEÇA NA LUA

Quase cinquenta anos após o sucesso da Apollo 11, a primeira vez que o homem andou na Lua, a Corrida Espacial ainda apenas começou. O século XXI, tem trazido novos horizontes para a conquista do espaço, como o Homem sempre sonhou.

<

E ainda mais conceitos são acrescentados diariamente. Recentemente, a NASA (National Aeronautics and Space Administration), apresentou novas descobertas sobre sete novos exoplanetas em órbita de uma estrela, muito idêntico ao nosso Sol. Os cientistas acreditam que todos têm condições ideias para se encontrar água e, assim, suportar vida como a conhecemos.

Mas, para já, toda a atenção está focada na Lua. O pequeno satélite da Terra foi exaustivamente explorado entre os anos 1969 e 1972. Desde 1972, contudo, mais nenhum homem aterrou ou andou em solo lunar de novo.

No ano passado o Buckminster Fuller Institute, em Brooklyn, Nova Iorque, Estados Unidos, promoveu um concurso aberto a arquitectos, designers e académicos, no sentido de procurar ideias inovadoras para criar uma comunidade auto-suficiente de humanos na Lua.

De acordo com o brief: "desta vez, contudo, estamos cansados de apenas andar... o que queremos é habitar".

Deste concurso resultaram cinco visões interessantes sobre arquitectura lunar.

TestLab

A ideia central do projecto vencedor, de Monika Lipinska, Laura Nadine Olivier e Inci Lize Ogun, é colonizar o satélite gradualmente, através de processos de impressão em 3D e auto-montagem. As estruturas de fibra de carbono são baseadas no Origami, e seriam montadas por astronautas nas fases inicias, abrindo possibilidades para o turismo espacial enquanto a colónia estabiliza. Incluiria várias camadas de protecção com a finalidade de criar condições sustentáveis. Parece um pouco compacto, no entanto, portanto não seria de esperar muito da vista a partir do interior.

Momentum Virium

Em segundo lugar, ficou o projecto de Sergio Bianchi, Jonghak Kim, Simone Fracasso e Alejandro Jorge Velazco Ramirez. Parece-se muito com um satélite e a ideia que o sustenta seria a exploração dos recursos da Lua sem os danificar. Por isso, em vez de construir uma estrutura directamente em solo lunar, este habitat ficaria preso a ela com um cabo. O projecto submetido a concurso, também avança ideias para o desenvolvimento futuro da "estação".

Modulpia

Este projecto foi votado como favorito do público, através de uma votação online. Desenhado por Alessandro Giorgi, Cai Feng e Siyuan PanEsteban Analuiza, apresenta uma estrutura modular, baseada no modelo em poliedro Weair-Phelan. Foi desenhado para ser um grupo de módulos com base de betão. Estes módulos seriam feitos de betão sulfuroso, utilizando os próprios recursos lunares, localizados sob a superfície, aproveitando as crateras lunares como camadas protectoras para temperaturas extremas ou detritos espaciais.

Platinum City

Muito parecido com algo saído do cenário de "Metropolis", de Fritz Lang, o projecto de Sean Thomas Allen propõe conceder habitação para 3.000 cidadãos lunares. É a primeira de seis menções honrosas do concurso. Seria uma colónia para uma comunidade de mineração de asteroides, e proporcionaria também possibilidades para turismo espacial.

Upside Down

A segunda menção honrosa foi para o projecto desenhado por Ryan Tung Wai Yin, Ho Wing Tsit Teresina e Joshua Ho. E porque é este projecto da maior importância? Porque ele fornece um conceito para exploração interplanetária e subsequente colonização. Seria uma etapa de passagem e teste para os habitantes ganharem experiência antes de se deslocarem para as colónias em Marte.

Mais artigos

DestaquesArtigos

  • Vector001

    Science & Nature

    Jul 1, 2017

    INTELIGÊNCIA (POUCO) ARTIFICIAL

    Oficialmente inaugurado em Toronto, Canadá, no passado dia 30 de Março, o Instituto Vector conta já com um investimento de 150 milhões de dólares por parte de empresas como o Facebook e o Google, multinacionais de tecnologia...

  • Borrego14

    Business & Industry

    Abr 1, 2017

    BORREGO DA NOVA ZELÂNDIA - 135 ANOS A EXPORTAR BORREGO

    O borrego não só é a carne de eleição dos neo-zelandeses quando recebem visitas ou jantam fora. De acordo com uma sondagem efectuada anualmente pela Beef + Lamb New Zealand, é também o produto mais exportado. 

  • LesMills01

    Helthcare & Wellness

    Jun 1, 2017

    A mexer há 49 Anos

    Nascido em 1934, Leslie Roy "Les" Mills foi um atleta profissional de renome, chegando a representar a Nova Zelândia nos Jogos Olímpicos em quatro ocasiões e nos Jogos da Commonwealth do Império Britânico ao longo de duas décadas,...


  • Depositphotos_39732177_xl-2015

    Science & Nature

    Mar 1, 2017

    ILHA DE PÁSCOA - O MISTÉRIO PERMANECE

    É talvez um dos segredos mais bem guardados da Humanidade, as "Moais", também conhecidas como as "Cabeças da Ilha de Páscoa", estátuas esculpidas a partir das pedras do vulcão "Rano Raraku", que podem pesar 88...

  • 15026-americaandrsquos-cup-2017-the-journey-to-bermuda-begins-in-portsmouth

    Sport

    Jun 1, 2017

    OS IATES MAIS RÁPIDOS DE SEMPRE

    Passados 35 anos da primeira competição em 1851, em solo inglês, as Bermudas são palco da edição de 2017 da Taça América. Desde então, esta prova não mais deixou de conquistar prestígio e interesse mundiais. Destino obrigatório...

  • Doha-Skyline-3

    Business & Industry

    Abr 13, 2018

    UMA NOVA ETAPA PARA O MÉDIO ORIENTE

    Infelizmente, falar de Médio Oriente traz muitas vezes associada a ideia de guerra e conflitos, pois esta região charneira entre o Ocidente e o Oriente ainda não encontrou uma situação completamente estável desde o fim do Império...


  • 1

    Technology

    Mai 1, 2015

    Power In a box

    Wherever your journey may take you, VARTA batteries provide all the power to take you there. Whether you are driving your very first car, you own a vehicle with Start-Stop functionality, or you drive a highly equipped vehicle with high...

  • Blue Refreshment drinks ad

    Food & Beverage

    Mar 1, 2015

    Fresh and Soft

    Refriango is an Angolan company founded with Portuguese and Angolan capital. It specializes in soft drinks and its production plant was set up in 2002.

  • 1

    Business & Industry

    Mai 1, 2015

    Dry babies are happy babies

    The awareness of the necessities of a child led to the consistent innovation and improvement in Dodot diapers, always looking towards the well-being of both children and parents. Today, Dodot products continue to be improved, as they...