Science & Nature

Ago 1, 2017

TRIGO DOURADO

A geóloga Tshiamo Legoale, cientista sul-africana com meros 27 anos de idade, afirma que as estatísticas indicam que a África do Sul possui cerca de 17,7 milhões de toneladas de refugo de minério de ouro, ou seja, embora o ouro já tenha sido retirado desse refugo, "sobram ainda quantidades ínfimas desse ouro" em partículas demasiado minúsculas para poderem ser recolhidas de modo tradicional.

A sua pesquisa sobre como seria possível recuperar todo esse desperdício aurífero granjeou-lhe o prémio do FameLab deste ano. O FameLab ocorre anualmente desde 2005 e é um concurso de âmbito internacional que premeia cientistas em várias finais nacionais (uma decorreu inclusivamente nas instalações da NASA, em 2015) até à final internacional que ocorre todos os anos no Festival das Ciências de Cheltenham, no Reino Unido. Os participantes são avaliados não só pela pesquisa que efectuaram mas também na excelência com que a conseguem apresentar, tendo os juízes em consideração a sua clareza, o conteúdo e as capacidades de comunicação, decorrendo em paralelo uma votação entre o público. Tshiamo Legoale saíu vencedora em ambas as votações, sendo a preferida tanto do público como dos juízes, competindo com outros 31 cientistas.

Legoale está a investigar métodos para utilizar o trigo como um híper-acumulador de ouro ou para, utilizando os seus termos, "cultivar ouro a partir de trigo", algo extremamente inovador no campo da pesquisa metalúrgica. Na prática, o trigo ao ser plantado no refugo das minhas de ouro irá absorver as partículas de ouro presentes na terra graças às enzimas naturais existentes nas suas raízes, sendo o ouro absorvido por todas as partes da planta, com excepção das sementes. Ou seja: os caules e a folhagem do trigo podem ser utilizados para recolher o minério aurífero sem que tal afecte os grãos de trigo, que podem ser consumidos na alimentação sem qualquer risco.

Este processo, chamado de fitoextracção, consiste na utilização de plantas para purgar solos contaminados ou poluídos pelo depósito de substâncias inorgânicas como elementos químicos e dejetos de minério. As plantas extraem o minério de um modo completamente natural, sem afectar negativamente o meio ambiente, sendo que o trigo consegue absorver ouro em quantidade superior a qualquer outra planta. O ouro acumulado nos cales e folhagem é depois recuperado queimando o trigo e extraindo o minério das suas cinzas.

Legoale, que leva a cabo a sua investigação na Mintek, empresa sul-africana líder mundial em inovações metalúrgicas, iniciou a sua pesquisa em modo piloto mas a Mintek espera poder expandir a sua aplicação ao longo dos próximos cinco anos, estando agora a focar-se em como poderão obter uma maior percentagem de ouro em cada colheita e afirmam querer testemunhar também qual o "impacto humano" da sua aplicação, seja pela utilização dos grãos de tripo para alimentação das populações, seja pela criação de emprego que este novo tipo de plantação em refugo de minério possa criar. Há que destacar o impacto social da vitória de Legoale, sendo a cientista uma jovem mulher sul-africana e representante de um dos três países do continente africano que marcaram presença no FameLab e espera-se que tal possa inspirar mais jovens a abraçar uma carreira no campo das ciências num continente ainda a dar os seus primeiros passos no campo da inovação tecnológica.

O departamento da Mintek no qual Legoale trabalha foca-se na mineração de pequena escala, um dos seus objectivos é a criação de emprego em comunidades marginalizadas utilizando a extracção natural de minério, um número extremamente amplo de sul-africanos reside em aldeias, vilas e cidades na proximidade de refugo de minério, estando expostos aos riscos dos solos poluídos com minério, estando sem emprego após o fecho das minas e, levados ao limiar da pobreza, podendo enveredar na mineração ilegal, extremamente arriscada em minas abandonadas. A sua investigação espera poder contribuir para a solução destes problemas.

Mais artigos

DestaquesArtigos

  • Li-HongBo-Klein-Sun-AM-41

    Culture & Art

    Abr 1, 2017

    LI HONGBO - BUSTOS FLEXÍVEIS

    Maleável como um dançarino de breakdance é assim que surge o busto de Michelangelo no trabalho intitulado "Tools of study", do artista chinês Li Hongbo, feito apenas com papel e cola. Tratam-se de esculturas de papel, mas...

  • 2014-10-20 14.14.49

    Home & Design

    Mai 1, 2017

    JARDINS DO FUTURO

    Se gosta de verde, prepare o coração, pois os jardins do futuro são de tirar o fôlego e vão estar por toda a parte. Do cantinho na varanda, à cozinha, sala de estar, área de serviço, quintal e, sobretudo, nas cidades e nos...

  • Vector001

    Science & Nature

    Jul 1, 2017

    INTELIGÊNCIA (POUCO) ARTIFICIAL

    Oficialmente inaugurado em Toronto, Canadá, no passado dia 30 de Março, o Instituto Vector conta já com um investimento de 150 milhões de dólares por parte de empresas como o Facebook e o Google, multinacionais de tecnologia...


  • Depositphotos_19090019_xl-2015

    Food & Beverage

    Ago 30, 2018

    STEVIA

    This is already the century to take care of the body balance and healthcare. From the trip to gym three times a week, jogging in a park or by a river side or even on the beach, vegan food or even the external visual care, it will...

  • C86tlqkWAAEasub

    Science & Nature

    Jul 1, 2017

    E O HOMEM CRIOU A APP

    Quem se lembra do filme Minority Report, de 2002, em que Tom Cruise ia passando a mão e os dedos num écran com informação para a organizar, ampliar ou descartar, percebe que entre aquele futuro e a realidade, o tempo foi muito...

  • 295bda17-c5e4-458f-995f-62c4ac1da40e

    Food & Beverage

    Jul 1, 2017

    Comer inteligentemente

    O foodpairing é um método científico moderno que tem servido para saber quais os sabores que combinam melhor uns com os outros. Este método tem por base o princípio de que os alimentos combinam melhor quando têm determinadas...


  • 09-Dolomites

    Lifestyle & Travel

    Set 1, 2016

    INSPIRE-SE NA MAGIA DAS DOLOMITAS

    Considerada uma das regiões montanhosas mais espantosas do Planeta, as Dolomitas, em Itália, são um local de beleza fascinante, pouco explorado como destino de férias, pelo menos, pelos portugueses. A Your VIP Partner leva-o a...

  • Technology

    Jun 1, 2015

    Warmth and comfort

    Ah, wood. So natural, beautiful, and so good looking on your garden porch. Wouldn't it be nice if you could floor your home, or get your walls cladded with specialized thermo-enhanced wood from Finland? If so, then your choice could...

  • Nike1

    Luxury & Fashion

    Nov 1, 2016

    HyperAdapt 1.0 - TÉNIS QUE SE APERTAM SOZINHOS

    Depois de terem feito furor no filme «Regresso ao Futuro II», eis que o mercado assiste à chegada das HyperAdapt 1.0, sapatilhas cujos atacadores se apertam quando o calcanhar pisa um sensor. É a mais recente invenção da Nike,...