Science & Nature

Ago 1, 2017

TRIGO DOURADO

A geóloga Tshiamo Legoale, cientista sul-africana com meros 27 anos de idade, afirma que as estatísticas indicam que a África do Sul possui cerca de 17,7 milhões de toneladas de refugo de minério de ouro, ou seja, embora o ouro já tenha sido retirado desse refugo, "sobram ainda quantidades ínfimas desse ouro" em partículas demasiado minúsculas para poderem ser recolhidas de modo tradicional.

<

A sua pesquisa sobre como seria possível recuperar todo esse desperdício aurífero granjeou-lhe o prémio do FameLab deste ano. O FameLab ocorre anualmente desde 2005 e é um concurso de âmbito internacional que premeia cientistas em várias finais nacionais (uma decorreu inclusivamente nas instalações da NASA, em 2015) até à final internacional que ocorre todos os anos no Festival das Ciências de Cheltenham, no Reino Unido. Os participantes são avaliados não só pela pesquisa que efectuaram mas também na excelência com que a conseguem apresentar, tendo os juízes em consideração a sua clareza, o conteúdo e as capacidades de comunicação, decorrendo em paralelo uma votação entre o público. Tshiamo Legoale saíu vencedora em ambas as votações, sendo a preferida tanto do público como dos juízes, competindo com outros 31 cientistas.

Legoale está a investigar métodos para utilizar o trigo como um híper-acumulador de ouro ou para, utilizando os seus termos, "cultivar ouro a partir de trigo", algo extremamente inovador no campo da pesquisa metalúrgica. Na prática, o trigo ao ser plantado no refugo das minhas de ouro irá absorver as partículas de ouro presentes na terra graças às enzimas naturais existentes nas suas raízes, sendo o ouro absorvido por todas as partes da planta, com excepção das sementes. Ou seja: os caules e a folhagem do trigo podem ser utilizados para recolher o minério aurífero sem que tal afecte os grãos de trigo, que podem ser consumidos na alimentação sem qualquer risco.

Este processo, chamado de fitoextracção, consiste na utilização de plantas para purgar solos contaminados ou poluídos pelo depósito de substâncias inorgânicas como elementos químicos e dejetos de minério. As plantas extraem o minério de um modo completamente natural, sem afectar negativamente o meio ambiente, sendo que o trigo consegue absorver ouro em quantidade superior a qualquer outra planta. O ouro acumulado nos cales e folhagem é depois recuperado queimando o trigo e extraindo o minério das suas cinzas.

Legoale, que leva a cabo a sua investigação na Mintek, empresa sul-africana líder mundial em inovações metalúrgicas, iniciou a sua pesquisa em modo piloto mas a Mintek espera poder expandir a sua aplicação ao longo dos próximos cinco anos, estando agora a focar-se em como poderão obter uma maior percentagem de ouro em cada colheita e afirmam querer testemunhar também qual o "impacto humano" da sua aplicação, seja pela utilização dos grãos de tripo para alimentação das populações, seja pela criação de emprego que este novo tipo de plantação em refugo de minério possa criar. Há que destacar o impacto social da vitória de Legoale, sendo a cientista uma jovem mulher sul-africana e representante de um dos três países do continente africano que marcaram presença no FameLab e espera-se que tal possa inspirar mais jovens a abraçar uma carreira no campo das ciências num continente ainda a dar os seus primeiros passos no campo da inovação tecnológica.

O departamento da Mintek no qual Legoale trabalha foca-se na mineração de pequena escala, um dos seus objectivos é a criação de emprego em comunidades marginalizadas utilizando a extracção natural de minério, um número extremamente amplo de sul-africanos reside em aldeias, vilas e cidades na proximidade de refugo de minério, estando expostos aos riscos dos solos poluídos com minério, estando sem emprego após o fecho das minas e, levados ao limiar da pobreza, podendo enveredar na mineração ilegal, extremamente arriscada em minas abandonadas. A sua investigação espera poder contribuir para a solução destes problemas.

Mais artigos

DestaquesArtigos

  • 2013_Tokyo_Motor_Show_Toyota_iRoad_002

    Mecanica e Locomoção

    Ago 1, 2017

    ADN DIVERTIDO

    O que acontece quando um Prius se apaixona por uma Yamaha? Resulta num Toyota i-Road. Pode parecer uma piada, mas a sensação que este veículo provoca não é piada nenhuma.

  • 14279036_127247534397015_777594915_n

    Helthcare & Wellness

    Abr 1, 2017

    UMA LUVA QUE DEVOLVE A FORÇA À MÃO

    Depois de ter chegado à final do "Microsoft Imagine Cup", com o protótipo de uma luva que devolve a força à mão e que permite levantar objectos até 40 quilos, a NUADA, é uma das startups do momento.

  • AdobeStock_86784638

    Business & Industry

    Mar 1, 2017

    ÁGUA-DE-COLÓNIA - TODOS OS CHEIROS DO MUNDO

    O mundo não é só pensado, falado, lido ou visto. É sentido, cheirado e ouvido. A nossa relação com as cidades é exemplo disso. Estas possuem identidades que vão sendo construídas tanto no imaginário de quem nunca as viveu...


  • comida1

    Food & Beverage

    Mai 14, 2018

    ELIMINATION OF TRANS FAT IN ALL FOODS

    "In South Asian countries, they have very, very high risk of heart disease and high intakes of trans fats", says specialist

  • Depositphotos_39732177_xl-2015

    Science & Nature

    Mar 1, 2017

    ILHA DE PÁSCOA - O MISTÉRIO PERMANECE

    É talvez um dos segredos mais bem guardados da Humanidade, as "Moais", também conhecidas como as "Cabeças da Ilha de Páscoa", estátuas esculpidas a partir das pedras do vulcão "Rano Raraku", que podem pesar 88...

  • Depositphotos_59323415_xl-2015

    Research & Education

    Mar 1, 2017

    LIVROS ESCOLARES EM TABLETS - MENOS PESO, MENOS CONHECIMENTO?

    Um pouco por todo o mundo, os pais estão preocupados com o peso que as mochilas escolares dos seus filhos têm de comportar todos os dias. Isto prende-se com o volume e número de manuais escolares que os alunos carregam, muitas...


  • Yakisugi-Technique-Burn-To-Protect-3

    Culture & Art

    Jan 1, 2018

    QUEIMAR PARA PROTEGER

    A infinita paciência e sabedoria, bem como o profundo respeito pelos elementos, são características que o mundo reconhece ao povo japonês. Isso aplica-se também ao culto da sua história e à preservação de métodos e costumes...

  • Technology

    Abr 1, 2015

    Three decades of .COM

    It's been 30 years since the first .COM domain was registered, marking the birth of commercial internet, wich exploded into more than 116 million addresses registered until the end of March 2015. Looking back, it's been a wonderful journey.

    ...

  • bernard-Gagnon

    Luxury & Fashion

    Jul 1, 2015

    Salt of beauty

    The wonderful properties of the Dead Sea products are known to world for thousands of years. Using Dead Sea products becomes more and more popular because of the new developments and the new researches which show the benefits of Dead...