Science & Nature

Abr 1, 2017

CERVEJEIRA DB - DA AREIA AO VIDRO À AREIA

As cervejeiras DB da Nova Zelândia, que em 2015 já se tinham tornado conhecidas graças ao reaproveitamento que faziam das leveduras que sobravam após a fermentação da cerveja para criar biodiesel, voltam à carga com uma inovação ecológica com a intenção de salvar as praias do mundo, com destaque para as praias da sua terra natal.

<

A utilização industrial da areia tem muitas aplicações e, embora seja fácil produzi-la a partir de pedra em bruto, o modo mais fácil e barato é o de a retirar onde ela existe em maior abundância, as praias.

A DB engarrafa ainda as suas cervejas em vidro, criado a partir de areia e decidiu criar uma máquina que permite aos seus consumidores reciclar essas garrafas de cerveja, transformando-as novamente em areia.

Apostando numa campanha de sensibilização marcada pelo bom humor, graças ao slogan "salve o mundo, beba mais cerveja", criou uma frota de máquinas de reciclagem de garrafas de cerveja distribuídas gratuitamente aos bares e restaurantes da Nova Zelândia incentivando os clientes destes a reciclar as garrafas. Ao contrário do que sucede com as campanhas e os caixotes convencionais para reciclagem de vidro (que têm que ser recolhidos, levados para uma fábrica e transformados), as máquinas de reciclagem da DB reciclam as garrafas ao vivo, mal o cliente as insere na máquina!

As estatísticas demonstram que dois terços das praias do mundo estão a desaparecer graças à utilização intensiva da sua areia para criar betão, janelas e, claro está, garrafas de cerveja. As cervejeiras DB anunciaram que o seu objectivo é entregar a areia criada pelas suas máquinas de reciclagem às empresas de construção e outros parceiros comerciais de modo a reduzir a dependência da areia das pristinas praias do país.

As máquinas funcionam do seguinte modo: quando alguém insere uma garrafa, em meros cinco segundos, um laser activa um mecanismo composto de pequenos martelos de aço que rodam a 2.800 rotações por minuto; mal estes pulverizam a garrafa, um sistema de aspiração separa o pó de silício e a etiqueta de papel da garrafa, deixando para recolha 200 gramas de areia artificial.

Parte da máquina de reciclagem é transparente, pelo que os clientes podem mesmo ver a garrafa que inserirem transformar-se em areia à frente dos seus olhos!

A cervejeira já conseguiu assegurar um contrato de dois anos com a DryMix, o maior produtor de cimento seco da nação, além de ter conseguido acordos para que a areia artificial criada com as garrafas das suas cervejas seja também utilizada para pavimentar estradas, campos de golfe e construção residencial.

A empresa estima que irá conseguir criar aproximadamente 100 toneladas de areia artificial nos primeiros meses, o equivalente a 500.000 garrafas da marca DB Export.

Em declarações à imprensa Sean O'Donnell, director de marketing da DB Breweries, referiu que os neo-zelandeses "adoram as suas praias e adoram cerveja", acrescentando, "não seria formidável se pudéssemos beber uma cerveja e ao mesmo tempo estar a contribuir para salvar o ambiente?"

As marcas de cerveja da DB incluem agora uma etiqueta com os dizeres "Beba DB Export, salve as nossas praias" para incentivar os seus consumidores a reciclarem a garrafa. "Sozinhos não conseguimos resolver o problema", acrescentou ainda O'Donnell, "mas sabíamos que alguma coisa podíamos fazer para ajudar. Temos orgulho de lançar uma iniciativa que nos vai ajudar a proteger as praias para as próximas gerações."

A indústria cervejeira é uma das grandes consumidoras de areia, crucial para o fabrico das suas garrafas. A necessidade de se tornar numa indústria sustentável, num mundo global tornado cada vez mais bem informado graças às redes sociais e à Internet, começa a fazer com que as cervejeiras mais conscientes se destaquem pela inovação.

Mais artigos

DestaquesArtigos

  • 978x0

    Culture & Art

    Jun 1, 2017

    O ETERNO CAPITÃO

    Os franceses consideram-no uma das mais importantes figuras da sua história. Se tal não fosse redutor, até poderia ser verdade. A verdade, porém, é que este senhor, cuja imagem associamos de imediato ao gorro vermelho, foi uma...

  • architectureimg.com-medieval-neuschwanstein-castle-germany-photography-architecture-scenery-bavaria-landscape-wide-screen-image-gallery

    Culture & Art

    Jun 1, 2017

    OS CONTOS DE FADAS E O PAPEL ESTRATÉGICO

    Para além da construção e beleza intemporais, os castelos são cenários de histórias românticas e encerram em si inúmeros mistérios e períodos da História. Modernos ou medievais, são monumentos de visita obrigatória e...

  • scribit1

    Home & Design

    Set 28, 2018

    SCRIBIT

    O seu espaço ao seu gosto

    Há um par de anos atrás, o estúdio de arquitetura e design Carlo Ratti Associati (CRA) apresentou um sistema no qual um robô pulverizador de pintura era usado para desenhar imagens em superfícies...


  • 3041392_lunarhabitationfosterpartners1

    Research & Education

    Abr 1, 2017

    MOONTOPIA - CABEÇA NA LUA

    Quase cinquenta anos após o sucesso da Apollo 11, a primeira vez que o homem andou na Lua, a Corrida Espacial ainda apenas começou. O século XXI, tem trazido novos horizontes para a conquista do espaço, como o Homem sempre sonhou.

    ...

  • Depositphotos_100938160_xl-2015

    Culture & Art

    Jun 23, 2018

    PRAZER CARIBENHO E DIVERTIDO

    Em todo o mundo existem duas formas de expressão que são transversais a todas as camadas da sociedade: música e dança popular. Curiosamente (ou não), ambas ambas resultam de um cruzamento de culturas. Não admira, por isso, encontrar...

  • 025

    Food & Beverage

    Mai 1, 2017

    TRATAR DA PELE NUNCA FOI TÃO… DELICIOSO

    Uma doce tentação que provoca sensações tais que nem os seus maiores admiradores conseguem explicar. Ele é motivo de atracção turística em países como a Suíça, Bélgica, França, entre outros. Há mesmo quem se torne Provador...


  • Mahabis-2

    Luxury & Fashion

    Out 1, 2016

    CHINELOS QUE PROMOVEM O BEM-ESTAR

    Comercializados pela mahabis, os chinelos do século XXI têm sola italiana, mas são produzidos em Portugal. Destacam-se no mercado pelo conforto, simplicidade e funcionalidade, e foram concebidos para ser um reflexo da herança global....

  • TerraSkin

    Business & Industry

    Ago 1, 2016

    ESCRITO EM PEDRA

    Embora vivamos numa "Era" digital, onde os ecrãs tácteis se sobrepõem aos livros, e o papel se tornou incrivelmente poluente e dispendioso, não conseguimos imaginar as nossas vidas sem algum tipo de papel, ou pelo menos um suporte...

  • 06

    Food & Beverage

    Fev 1, 2017

    DA ÍNDIA COM PICANTE

    A cozinha indiana é bastante conhecida pelas especiarias que utiliza. Na edição deste mês, a Your Vip Partner aborda alguns dos benefícios do picante e, particularmente, da malagueta.