Sport

Mai 1, 2016

VOAR SOBRE ÁGUA

O kitesurf, como todos os desportos quando levados ao extremo, pode tornar-se perigoso. Considerado uma combinação de muitos desportos, o kitesurf transformou-se num novo desporto radical. Vamos examinar que equipamento existe para a prática segura do kitesurf.

Desporto de superfície aquática que reúne aspectos de wakeboard, snowboard, windsurf, surf, parapente, skate e até de ginástica, o kitesurf é uma espécie de kiteboarding, específico para ondas de mar, que utiliza pranchas de surf ou placas em formato específico para o efeito.

Em 1800, George Pocock usou kites - papagaios - para propulsionar carrinhos em terra e pequenos barcos na água, usando um sistema de controlo de quatro linhas, o mesmo que é usado actualmente. Ambos conseguiam virar e navegar contra o vento. Os kites podiam ser pilotados durante breves períodos, com a intenção de criar "kitepower" (a capacidade do kite de transformar vento em energia cinética) em alternativa ao "horsepower" (força gerada por motores).

Os irmãos Bruno e Dominique Legaignoux, da costa Atlântica de França, desenvolveram papagaios para kitesurf no final dos anos 1970 e início de 1980, e patentearam um projecto de kite insuflável em 1984, o qual tem sido usado por várias empresas, desde então, para criarem os seus produtos.

Equipamento Fundamental de Kitesurf

Os kites estão disponíveis em duas formas: insufláveis frontais e kite-folha. Os insufláveis frontais são normalmente feitos de poliéster com uma bolsa de plástico, insuflável, que abrange a borda dianteira da asa, com bolsas menores, perpendiculares à bolsa principal para formar o acorde ou folha da asa. As bolsas insufladas dão forma ao papagaio, e também o mantêm a flutuar em caso de queda na água. Por sua vez, os kites-folha são feitos, principalmente, de nylon, com bolsas que fornecem o ar como elevador, e um freio fixo para manter o arco de ar, semelhante a um parapente. Os kites-folha têm a vantagem de não precisarem de ter bolsas insufladas manualmente (o processo pode levar mais de dez minutos).

Os kites vêm em tamanhos que variam entre 0,7 e 21 metros quadrados. Quanto maior a área de superfície, maior o poder do papagaio, um aspecto que está directamente ligado à velocidade. Vejamos, um kitesurfer experiente, provavelmente terá três ou mais tamanhos de kites, para assim acomodar diferentes níveis de vento. Kites menores são usados por surfistas leves, ou em condições de vento forte; os maiores são usados por surfistas mais pesados, ou em ventos fracos.

Quanto aos cabos de suspensão, estes são feitos de um material muito resistente - polietileno de alta propensão molecular - a fim de lidar com a carga dinâmica em vento imprevisível, mantendo um perfil transversal do piloto e minimizar o arrastamento.

A barra de controlo é uma barra sólida de metal ou compósita que prende as asas através dos cabos. O praticante agarra-se a uma barra e controla o papagaio puxando as extremidades, fazendo o kite girar no sentido pretendido, tal como se faz com uma bicicleta.

Já o arnês, tem três tipos principais: tipo assento (com perneiras), cintura ou colete. O arnês une o surfista através de um cabo anexo à barra de controlo. Desta forma, o arnês leva a maior parte da força dos braços do piloto e divide-a pelo resto do corpo.

Entre os materiais indispensáveis a esta práctica desportiva encontramos, o "wetsuit" (roupa de mergulho) frequentemente usada pelos praticantes, excepto em condições atmosféricas quentes e vento fraco. Ao praticar kitesurf em ventos fortes, se vestir uma roupa de mergulho, a perda de calor corporal do surfista é menor. A faca de gancho, o capacete para proteger a cabeça de ferimentos, um dispositivo de flutuação pessoal, para quando é praticado a partir de um barco ou com pessoal de apoio, ou até para surfar em águas profundas, são considerados equipamentos necessários para a modalidade.

Mais artigos

DestaquesArtigos

  • Furoshiki

    Home & Design

    Jun 1, 2017

    EMBRULHE OS SEUS PÉS

    Furoshiki é o nome da arte tradicional japonesa de embrulhar objectos em pano. Agora, pela mão da marca italiana Vibram, esta arte é também aplicável aos pés.  

  • 827cef85aa6c3c07b431ec817ae90cf8

    Science & Nature

    Ago 1, 2017

    TRIGO DOURADO

    A geóloga Tshiamo Legoale, cientista sul-africana com meros 27 anos de idade, afirma que as estatísticas indicam que a África do Sul possui cerca de 17,7 milhões de toneladas de refugo de minério de ouro, ou seja, embora o ouro...

  • 00202943

    Business & Industry

    Jul 1, 2017

    O «EL DORADO» DOS INVESTIDORES

    Terra de Pablo Neruda, Gabriela Mistral (a primeira mulher americana a receber um Prémio Nobel de Literatura, em 1945) e de Isabel Allende, a República do Chile está apostada em captar investimentos internacionais, como forma de...


  • 8a646f742c77951a59ebabda7e074782

    Home & Design

    Jul 1, 2017

    PISCINAS ESCONDIDAS

    Você é o bem-sucedido proprietário de uma pequena, simpática e agradável casa, e o seu sonho é ter uma piscina para aqueles dias quentes, mas não tem o espaço que precisa no seu pátio?

  • p130511

    Home & Design

    Set 10, 2018

    PRECIOSA LIGHTING

    A região da Boémia representa um terço da actual República Checa, na Europa Central. Conhecida pelas suas paisagens românticas e pelos cristais com alto teor de chumbo, muitas outras razões existem para se conhecer o que melhor...

  • _slc114_33093997

    Food & Beverage

    Abr 1, 2017

    PREPPER - REFEIÇÕES PARA O FIM DO MUNDO

    Graças ao popular programa do National Geographic Channel, "Preparados Para o Fim do Mundo", o fenómeno dos sobrevivencialistas passou de um mercado de nicho norte-americano centrado quase exclusivamente nos Estados Unidos da América...


  • Royal Caribbean International

    Lifestyle & Travel

    Mar 1, 2015

    New Residents at Sea

    The growing community of seagoers couldn't be happier. Until 2020 they will witness an increase in 76.818 berths onboard the twenty six new ships so far announced by major cruise lines and new players. Today we give you a taste of the...

  • 1. Ecomation-OY-Tires-Never-Tired

    Technology

    Nov 1, 2017

    PNEUS NUNCA ACABADOS

    A cada ano, a Finlândia produz mais de 50.000 toneladas de pneus carecas. Parece muito? E se você tentar fazer o exercício para calcular o total, só na Europa? Agora, tenho certeza que isso soa como um filme de terror.

  • 1. Cuba-Fix-Mistakes-of-The-Past

    Business & Industry

    Nov 1, 2017

    CORRIGIR ''ERROS'' DO PASSADO

    O governo cubano está a tomar várias medidas para tornar a economia cubana mais autónoma, estando a "corrigir erros" para atrair mais capital estrangeiro, principalmente no sector do turismo.