Business & Industry

Fev 1, 2018

MUNDIAL DA FIFA ABRE PORTAS

Curiosamente, para a realização dos dois últimos Campeonatos do Mundo de Futebol (2010 e 2014) e o que se realiza este ano, a FIFA escolheu pela primeira vez 3 países classificados como BRICS: África do Sul em 2010, o Brasil em 2014 e a Rússia em 2018.

<

Por ALEKSANDR SAVCHENKO

É um sinal evidente que o interesse pelo futebol como desporto e espectáculo cresce em novas latitudes e que outros países importantes aparecem hoje com poder e capacidade económica para ombrear com países europeus e americanos que tradicionalmente dominavam a realização destes grandes eventos de interesse mundial. Os BRICS – o conjunto composto pelo Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul – são o melhor exemplo.

Mas se a afirmação dos BRICS no desporto e no entretenimento é já referência mundial, o poderio destes países é mais relevante no domínio da economia e negócios, pois o seu PIB acumulado, que já atinge 20 triliões de dólares, representa cerca de 25 % do PIB mundial e excede quer o dos Estados Unidos da América, quer o da União Europeia.

No caso da Rússia, onde este ano se realiza o Campeonato do Mundo de Futebol, a reorganização da economia que tem vindo a ser realizada nos últimos anos – apesar dos efeitos negativos resultantes da quebra do valor da exportação de petróleo e gás desde 2014 – tem vindo a provocar a modernização de empresas antigas e o desenvolvimento de novas indústrias ligadas a novas tecnologias avançadas, especialmente ligadas à aviação, ao espaço, às telecomunicações, construção naval, petroquímica, produção de softwares e outros sectores em que a capacidade produtiva e de exportação tem aumentado e contribuído para alguma recuperação e estabilização.

Assim, os esforços de diversificação da produção estão a provocar efeitos positivos no crescimento e maior satisfação da procura com maior proporção de produtos e serviços nacionais e com menor recurso às importações, o que conduz a que haja hoje um superavit comercial anual da ordem de 100 biliões de dólares.

Cada vez é maior o leque de produtos de fabrico russo como aviões, camiões, satélites espaciais, navios, têxteis, bens agroalimentares e outros, especialmente produtos com elevada incorporação de alta tecnologia. Neste capítulo, não é indiferente o investimento do Estado, na modernização das infraestruturas.

Não causa por isso surpresa ver cada vez maior número de grupos económicos internacionais de diversas origens a investirem no mercado russo ou a procurar parcerias com empresas privadas russas – e esta tendência alarga-se cada vez mais para fora do sector tradicional do petróleo e gás, onde a Rússia é um dos maiores produtores mundiais.

Mais artigos

DestaquesArtigos

  • aula3

    Research & Education

    Mar 22, 2018

    NO TOPO DO MUNDO

    Aqui vão as más notícias: caso não tenha reparado, não existe um emprego com a designação "matemático". Portanto, não incomode os seus filhos com uma formação superior como matemático – ele, provavelmente não vai gostar...

  • 1

    Lifestyle & Travel

    Dez 11, 2018

    Hotéis de sete estrelas

    " Você deve ter notado que qualquer hotel em que você já se tenha hospedado orgulhosamente anuncia sua "classificação por estrelas". A maioria dos hotéis nos Estados Unidos opera num sistema cinco...

  • 572e1220696469.5631227a8514a

    Mecanica e Locomoção

    Mar 1, 2017

    EXO - MAIS DO QUE UMA PRÓTESE COMUM

    Os Estados Unidos da América (EUA), país onde o número de pessoas que viu amputados algum dos seus membros ascende aos dois milhões, é o mesmo país que agora disponibiliza ao mercado uma tecnologia pioneira de próteses que...


  • 42-160319-AFRIC-ESIA-070-credit-Deakin-University

    Science & Nature

    Ago 1, 2017

    OUÇA COM ATENÇÃO

    Técnicas revolucionárias estão a moldar o mundo em todas as áreas e todas as temáticas. Quando olhamos em volta, vemos todo o tipo de propostas e aparelhos para preencher necessidades que nem sabíamos que eram necessárias.

    ...

  • quinoa

    Helthcare & Wellness

    Abr 1, 2017

    QUINOA - O OURO DOS INCAS

    O Império Inca foi o mais amplo e mais longo da América do Sul da era pré-hispânica, estendendo-se pela costa do Oceano Pacífico desde o sudoeste da Colômbia, Equador, Perú, Bolívia, Chile e Argentina, entre o ano 1438 e até...

  • AdobeStock_29464033 b

    Business & Industry

    Mar 1, 2017

    MIRO FORESTRY COMPANY - MADEIRA, A RIQUEZA ECOLÓGICA

    A madeira como matéria-prima cuja extracção é passível de sustentabilidade através da renovação, e a relação entre custo, qualidade e aproveitamento, faz dela um recurso impar. O seu crescimento em florestas é a melhor...


  • 1

    Technology

    Mai 1, 2015

    Industrial cleaning made easy

    Bosch has come a long way since its beginning. From the low voltage magneto ignition, to motor engineering, to refrigerators and power tools, Bosch has done it (almost) all. And today, they present a new dust cleaning system for construction...

  • Snow-Maiden-(1899)-by-Victor-Vasnetsov

    Lifestyle & Travel

    Nov 30, 2015

    Ano Novo, Velhas tradições

    No Ano Novo antecipamos sempre um milagre. Em todas as nações, o ponto de transição entre um ano e o outro é considerado especial. A tradição de celebrar o ano novo surgiu à mais de 2500 anos na Mesopotâmia. Naqueles tempos,...

  • Exquisite Luggage

    Luxury & Fashion

    Nov 30, 2015

    Bagagem Requintada

    A Maison de Martin foi fundada em 1792 por Pierre-François Martin, especializada em malas, baús e pacotes. A casa de Martin rapidamente tornou-se a favorita dentro da aristocracia francesa, e eventualmente, foi-lhe atribuído o título...