Luxury & Fashion

Nov 1, 2016

FEMINILIDADE FELINA - PANTHÈRE DE CARTIER

Há algo na Pantera que extravasa luxo e elegância. Seja pela agilidade felina com que se move ou pelo desenho invulgar da sua pelagem, a verdade é que sempre foi um animal que exalta os sentidos, passando ao mesmo tempo a sensação de confiança e desejabilidade.

O interesse e inspiração dos criadores de moda no desenho exótico da pelagem deste felino, surge no século XVIII, na ostensiva corte francesa de Luís XVI. Já no século XIX, durante o período de Napoleão Bonaparte, tornou-se muito frequente a utilização de peles deste animal na cobertura de sofás e banquetas dos salões das famílias mais nobres e abastadas. E, na viragem do século XX, a Pantera tornou-se também musa inspiradora para artistas plásticos e escultores de renome mundial.

Não é de admirar, portanto, que se tenha também tornado num dos maiores ícones de uma das mais prestigiadas marcas de joalharia: a Cartier.

Esta relação artística teve início em 1914, quando a montra da loja situada na "Rue de la Paix, 13", em Paris, exibia as primeiras peças em diamantes e ónix inspiradas no padrão da pelagem deste ocelote. Nesse mesmo ano, Louis Cartier encomendou a George Barbier, um conhecido ilustrador da época, um quadro que retratasse uma mulher com jóias e uma Pantera. Este, viria a servir de poster para uma exposição de pérolas e jóias subordinada ao tema "Mulher e Pantera". Estava selada assim a relação entre criador e animal que perdura há mais de 100 anos.

História da colecção

A primeira peça da casa francesa, inspirada no padrão da Pantera, surge ainda em 1914, num relógio de pulso cravado com diamantes e ónix. E, logo no ano seguinte, é apresentada a segunda peça - um relógio pendente, de senhora.

Em 1917, surge uma das peças mais icónicas desta relação entre animal e criador de moda: a cigarreira que ostenta a Pantera entre dois ciprestes, representados em esmeralda. Esta peça foi oferecida por Louis Cartier à sua amiga de longa data, Jeanne Toussaint e, pela primeira vez, representa a figura da Pantera por inteiro e não apenas o padrão da pelagem.

Jeanne Toussaint tinha um apreço especial por peles naturais, e a sua casa em Paris estava decorada com imensas peles naturais em vez de tapetes. Em 1933, Jeanne Toussaint tornar-se-ia directora de arte para todas as criações da casa Cartier.

Entre 1922 e 1927, a decoração de peças a partir do padrão da Pantera tornou-se natural em muitas das peças desenhadas pela casa francesa, mas ainda viria a passar muito tempo até que voltasse a haver uma representação integral deste animal exótico. Esse memorável momento acontece apenas em 1948, com a encomenda, feita pelo Duque de Windsor, de um broche para presentear a Duquesa Wallis Simpson.

A jóia apresentada, embora simples, é muito vistosa. Uma Pantera em ouro, salpicada com esmalte preto, sentada sobre uma esmeralda de 116 quilates. Um ano mais tarde, a Duquesa de Windsor acrescentaria outra jóia Cartier com a representação da Pantera: desta vez em forma de uma almofada de safira de 152 quilates, com a Pantera a surgir em diamantes e safiras.

A terceira peça encomendada pela Duquesa é ainda mais excepcional e foi encomendada ao joalheiro francês em 1952. Trata-se de uma bracelete articulada representando a Pantera deitada, construída com diamantes e ónix, onde sobressaem os olhos em esmeralda.

Durante as décadas de 1950 e 1960, a Pantera marcou definitivamente o portfolio da Cartier. O belo felino surgia representado tanto de forma gentil, brincalhona ou lânguida, como de forma temível, protectora ou ameaçadora.

Desengane-se, contudo, se julga que o joalheiro se ficou pelos relógios e braceletes. Até ao final do século XX, a marca desenvolveu uma extensa gama de peças de joalharia com representação da Pantera, tanto para homem como para senhora, que vai desde os relógios, brincos, broches, cigarreiras, anéis e colares. E até, em 1987, um perfume - "La Panthère de Cartier", com uma fragrância à base de gardénia.

No século XXI, o felino passa a ter um toque mais estilizado com linhas geométricas e um design contemporâneo.


Contacts - Contactos:

www.cartier.com

Mais artigos

DestaquesArtigos

  • langostino-gambon-austral-alta

    Science & Nature

    Mai 1, 2017

    DE CAMARÃO A PLÁSTICO

    Por algum tempo, durante o século XX, o plástico foi considerado uma das maiores invenções da Humanidade. Senhoras e senhores por todo o mundo, usavam como prémio, quando iam às compras. Depois tornou-se numa dor de cabeça, ainda...

  • Technology

    Out 1, 2015

    Tecnologias de Futuro - Preparar. Apontar. Disparar

    Todos os dias mais e mais pessoas usam os seus smartphones para... Bem, para tudo. Um dos primeiros usos dos modernos telefones - além de fazerem chamadas e gerir mensages de texto e emails - tem...

  • Lowe Alpine

    Sport

    Jan 31, 2016

    Eles estavam lá quando tudo começou

    A Lowe Alpine tem o nome dos irmãos Lowe, fundadores da marca. Greg Lowe, juntamente com Mike e Jeff são uma família de escaladores e amantes de alpinismo de Utah, nos Estados Unidos da América (EUA). A Lowe Alpine tem origens humildes....


  • Borrego14

    Business & Industry

    Abr 1, 2017

    BORREGO DA NOVA ZELÂNDIA - 135 ANOS A EXPORTAR BORREGO

    O borrego não só é a carne de eleição dos neo-zelandeses quando recebem visitas ou jantam fora. De acordo com uma sondagem efectuada anualmente pela Beef + Lamb New Zealand, é também o produto mais exportado. 

  • gradiente02

    Business & Industry

    Mai 1, 2016

    TRADIÇÃO E REQUINTE NA PALMA DA MÃO

    A completar 100 anos de existência, a Fábrica Sant'Anna na Rua do Alecrim, em Lisboa, Portugal, pode ter os dias contados. Trata-se nada mais, nada menos, do que a última grande fábrica de cerâmica que ainda fabrica azulejos, painéis...

  • 2

    Business & Industry

    Out 1, 2015

    A casa de banho reinventada

    O Grupo Armatura é a companhia líder no ramo sanitário e de aquecimento na Polónia. As várias empresas do Grupo são especializadas na construção de torneiras para casas de banho e cozinhas, radiadores de alumínio e uma vasta...


  • 1. Espice-Bazar-Export-Potential

    Business & Industry

    Nov 1, 2017

    POTENCIAL DE EXPORTAÇÃO

    A Índia é já responsável por 48% do mercado de especiarias a nível mundial, contudo várias inovações já em curso tentam aumentar ainda mais o potencial de capitalização das especiarias produzidas no país.

  • Depositphotos_96954074_xl-2015

    Lifestyle & Travel

    Mar 1, 2017

    SALZBURGO - PARA LÁ DE MOZART

    Salzburgo, cujo nome significa literalmente "fortaleza de sal", foi refundada no século VIII por São Ruperto de Salzburgo, é a actual capital do Estado de Salzburgo e a quarta maior cidade da Áustria.

  • 1. Leila-Menchari-Art-or-Magic

    Culture & Art

    Nov 1, 2017

    ARTE OU MAGIA?

    "Pintores, escultores, artesãos de couro, tecelões, fabricantes de mosaico, escultores de pedra, fabricantes de vidro: uma série de artesãos especialistas trabalharam com a designer para criar os objetos e decorações destaque...