Business & Industry

Ago 1, 2016

EXPORTAR O MELHOR DE PORTUGAL

Moscovo, a capital da Rússia, recebe em meados de Setembro, um evento dedicado exclusivamente a produtos alimentares tradicionais portugueses, como vinhos, queijos, compotas e charcutaria, organizado pela Competir Internacional, uma empresa portuguesa que funciona como palataforma entre pequenos produtores portugueses e distribuidores internacionais.

Fundada há apenas quatro anos, a Competir Internacional resolveu apostar no desenvolvimento da exportação de produtos tradicionais portugueses, fruto de uma lacuna no mercado de exportação para as pequenas e médias empresas. 

A empresa, cuja "casa-mãe" se situa em Lisboa, Portugal, faz parte de um Grupo de empresas nacionais e internacionais que actua na área da prestação de serviços, no mercado em português e internacional, sendo um dos líderes na área da Formação.

A vasta experiência do Grupo resulta de um conhecimento preciso do mercado nacional, no âmbito das empresas industriais e de serviços, bem como dos mercados externos em que estas desejam actuar. Deste modo, conseguiu criar uma rede de parceiros nas mais variadas áreas de actividade, nos mercados onde já está presente, e também naqueles onde se propõe actuar. A experiência adquirida e a sinergia existente permitem-lhe actuar como catapulta de produtos portugueses para mercados exteriores, aproximando pequenos produtores nacionais e distribuidores internacionais.

Esse objectivo já foi concretizado através da realização e participação em Feiras, Degustações e Visitas de Prospeção aos mercados nacional e internacional. Cabo Verde, mais concretamente na cidade da Praia, Hungria, Sirha em Budapest, "WorldFood Warsaw" na Polónia, e mais recentemente o Cazaquistão, foram alguns dos locais para onde a Competir Internacional levou produtos alimentares portugueses como o vinho, os queijos e a charcutaria.

Os mercados do Leste fazem igualmente parte da estratégia de crescimento da empresa, que aposta agora, nada mais nada menos, do que no principal centro decisor da região – Moscovo, na Rússia, já no próximo mês de Setembro. Normalmente, a aposta é feita em produtos inovadores e diferenciadores para cada mercado, pelo que a abordagem que se avizinha na Rússia, passa por dar a conhecer várias categorias de produtos: vinhos, como o vinho do Porto, Moscatel do Douro e o vinho Madeira; gins e rum, azeites, azeitonas, compotas, café, arroz, ervas aromáticas e muitos outros produtos de origem vegetal.

Entre as apostas mais recentes e inovadoras da empresa, o destaque vai para as "bisnagas" (tubos) de compotas variadas. Inspiradas no mundo da pintura, nomeadamente, nos tubos de tinta de óleo, estão disponíveis numa paleta de cores com tons de frutas diversas e sazonais.

Estas compotas são confeccionadas à mão, contêm 55% de fruta e são embaladas em tubos, cuidadosamente rotulados e colocados dentro de uma caixa manualmente. Todas as compotas são preparadas com frutas e matérias-primas portuguesas DOP (Denominação de Origem Protegida) e IGP (Indicação Geográfica Protegida). Os mirtilos, groselhas, framboesas, figos, laranjas, cerejas, melancia, ameixas, abóbora, maracujá, kivi, são alguns dos frutos biológicos utilizados na preparação das compotas, às quais são adicionadas ervas aromáticas como canela, hortelã e tomilho, e vinhos como Moscatel do Douro, vinho do Porto, vinho da Madeira e Brandy. Assim, na "Feira" que terá lugar em Moscovo, pode provar algo absolutamente único como "Doce Extra de Cereja do Fundão com Brandy", ou "Doce Extra de Mirtilo e Baunilha, com Vinho do Porto", "Creme de Chocolate Negro com Maracujá", "Mel de Flor de Laranjeira com Malagueta" ou "Mel Multifloral Biológico", entre muitos outros sabores. Uma experiência que vai seguramente surpreender apreciadores de sabores sofisticados.

Para além da área alimentar, a Competir Internacional apoia o sector da "Indústria e Serviços", mais concretamente em produtos como o calçado, a cortiça e os azulejos.

De salientar que, quer durante a degustação, no que se refere aos produtos alimentares quer na mostra da "Indústria e Serviços", os visitantes terão oportunidade não só de experimentar os produtos, mas também de conhecer a sua história.

Mais artigos

DestaquesArtigos

  • 1

    Science & Nature

    Out 4, 2018

    CITY TREE

    "A poluição urbana é um enorme problema em muitas cidades do mundo, e a fraca qualidade do ar pode significar um aumento em condições de doença crónica como a asma, ao mesmo tempo que dificulta as pessoas a andar, andar de...

  • Hotel-deserto-Marrocos

    Lifestyle & Travel

    Jun 26, 2018

    UM CHÁ NO DESERTO, QUERIDA?

    Os tempos modernos tornaram populares o turismo de aventura em locais exóticos, mas no Sudeste de Marrocos há um pequeno oásis entre as dunas que fará as delícias até mesmo do turista mais ocioso e alheio a aventuras

    ...

  • quinoa

    Helthcare & Wellness

    Abr 1, 2017

    QUINOA - O OURO DOS INCAS

    O Império Inca foi o mais amplo e mais longo da América do Sul da era pré-hispânica, estendendo-se pela costa do Oceano Pacífico desde o sudoeste da Colômbia, Equador, Perú, Bolívia, Chile e Argentina, entre o ano 1438 e até...


  • Muji-humidifier-kazushige-miyake-1

    Helthcare & Wellness

    Jul 1, 2017

    MELHORAR A QUALIDADE DO AR

    Em 1876, Willis Haviland Carrier, foi contratado por uma indústria gráfica para resolver os problemas de mudança de temperatura da fábrica. O engenheiro e inventor americano desenvolveu um projecto que viria a dar origem ao primeiro...

  • Cerveja006

    Science & Nature

    Abr 1, 2017

    CERVEJEIRA DB - DA AREIA AO VIDRO À AREIA

    As cervejeiras DB da Nova Zelândia, que em 2015 já se tinham tornado conhecidas graças ao reaproveitamento que faziam das leveduras que sobravam após a fermentação da cerveja para criar biodiesel, voltam à carga com uma inovação ecológica...

  • Savory14

    Science & Nature

    Mar 2, 2018

    A DERRADEIRA ARMA

    As grandes pastagens podem ser uma resposta para acabar com as áreas de desertos e amenizar os efeitos do aquecimento global, defende o ambientalista e agricultor zimbabuano, Allan Savory que, em tempos, foi responsável pelo abate...


  • 1. Locomotion-Kleuster-Food Bike And Derivatives

    Mecanica e Locomoção

    Fev 1, 2018

    "FOOD BIKE" E DERIVADOS

    Na última década a indústria das food trucks tornou-se numa presença vibrante em praticamente todas as capitais do mundo. Há uma tentativa de inovação cada vez maior no formato das carrinhas e caravanas normalmente utilizadas...

  • La Perla

    Luxury & Fashion

    Fev 1, 2015

    The History of La Perla

    The artisanal heritage, the know-how of the female body, the fusion of innovation and tradition, the Italian identity. These solid points are the chromosomes of the La Perla DNA, the most authentic legacy of the founder Ada Masotti.

    ...

  • 20160316051809493

    Technology

    Abr 1, 2016

    Autocarros vermelhos ficam mais "verdes"

    Os famosos autocarros londrinos de dois pisos, uma imagem de marca da capital britânica, vão ficar mais "verdes". A empresa chinesa BYD introduziu os primeiros cinco veículos da nova frota 100% eléctrica da Metroline, que vai operar...