Business & Industry

Ago 1, 2017

DEBATER O FUTURO DA ENERGIA

É um dos maiores eventos do mundo e não acontece todos os anos. Essa é uma das razões porque são tão importantes. Mas há outra: os vastos debates que cada uma destas feiras mundiais (conhecidas como "Expos") trazem à luz e a importância fundamental das conclusões.

Onde estava quando… o raio-x, a emissão de televisão e a vídeo-conferência, telemóveis, touchscreens e a tecnologia Imax surgiram, antes de entrar para a realidade diária? Com toda a certeza, estava numa feira mundial, conhecendo os temas do futuro, de qualquer tipo.

Desde a inicial grande exposição de obras da indústria de todas as Nações, em 1851, muitas coisas mudaram. Hoje em dia, as cidades representam uma marca, e vendem-se por si mesmas como um grande destino de turismo. Uma exposição, não é senão um adicional.

Junho, dia 10, em 2017, Astana, Cazaquistão: a abertura dos portões para um futuro sustentável. Estes portões permanecerão abertos até 10 de setembro de 2017, e dão boas-vindas a todas as ideias para a humanidade pensar o seu futuro sob uma cobertura de abastecimento de energia sustentável, respeitando o planeta e os seus recursos naturais, a fim de garantir a sobrevivência da própria humanidade.

Astana, capital do Cazaquistão, é surpreendente. O horizonte é pontuado com construções impressionantes e futuristas, e parece muito como Dubai. Além disso, os novos edifícios da Expo transformaram a cidade em algo totalmente diferente e muito mais moderno.

Esta exposição é a primeira por muitas razões. É a primeira vez que uma feira mundial acontece na Ásia Central e no espaço geopolítico e cultural pós-soviético. Historicamente, esta região é associada a povos nómadas actuando como uma encruzilhada de pessoas, mercadorias e ideias entre Europa e Ásia na rota da seda. A Expo 2017 é uma oportunidade de conhecer uma nação que tem sido moldado pro-activamente a sua identidade global desde a declaração de independência da União Soviética em 1991.

É o centro de negócios do Cazaquistão, e isso não vou dizer pouco. O Cazaquistão é um dos mais importantes exportadores de diamantes, ouro, petróleo e um dos top 5 entre os produtores de mineração de urânio no mundo.

A Expo está a mostrar muito do que já vem sendo feito neste sector, juntamente com algumas das mais recentes tecnologias; algumas já disponíveis e algumas em desenvolvimento.

Com o tema desta Expo de 2017, Astana aborda uma conversa global incrível. Hospedar uma exposição dedicada à energia do futuro é propositadamente político, visto que se encaixa perfeitamente numa maior visão do Presidente Nursultan Nazarbayev para posicionar o país como um estado-chave global, uma economia poderosa, bem como um coordenador prospectivo das Nações.

O tema da energia do futuro da EXPO 2017 promoverá os esforços para encontrar soluções para atender a crescente procura global de energia sustentável. A escolha do Cazaquistão deste tópico reflete o reconhecimento dos dirigentes e formuladores de políticas que mesmo a sua vasta reserva de natural de recursos energéticos são, em última análise, finitos e que eventualmente o país e o resto do mundo, terá de fazer a transição para fontes de energia alternativas e economias mais verdes do país.

Enquanto o mundo delibera sobre o futuro do acordo do clima de Paris, o Cazaquistão pode ser um lugar adequado para um exame de consciência coletiva. Combustíveis fósseis e minerais são o motor da economia do Cazaquistão e seu crescimento recente.

No entanto, no espaço de uma década, o governo cazaque tem vindo a adotar políticas de energias renováveis, trabalhando com várias instituições internacionais para combater a corrupção e os riscos legais do sector, introduzindo tarifas de incentivo em 2013 e definição de objectivos ambiciosos mas realistas, de aumentar a fatia de energias renováveis para metade de sua geração de energia até 2050.

Descubra os mais recentes desenvolvimentos nas indústrias de energia renovável de energia eólica, solar e biomassa para o espaço, o sol e a energia cinética em vários pavilhões nacionais e corporativos, incluindo uma área destinada às melhores práticas que os anfitriões de 24 projetos de 13 países, selecionados por uma comissão de nobilizados e especialistas em clima. Entre as ideias que têm gerado entusiasmo nos media estão o Solar Impulse, um avião movido a energia solar suíço, Glowee que é um projeto francês para trazer uma fonte biológica de luz usando microorganismos marinhos e o dispositivo de Bioo (EUA) que gera eletricidade a partir da fotossíntese de plantas de jardim.

Muitas destas descobertas, por vezes incríveis, têm estado em desenvolvimento há anos. Algumas estão perto da comercialização. Considerando a velocidade de inovação e avanço tecnológico hoje, podem estar a chegar ao mercado em breve. 

Mais artigos

DestaquesArtigos

  • Zinco03

    Business & Industry

    Ago 1, 2017

    Gronelândia: A Derradeira Jazida de Zinco

    A Ironbark está actualmente a desenvolver três projectos na Gronelândia, destacando-se de longe a prospecção da mina de zinco e chumbo em Citronen. A multinacional australiana começou a aprofundar o projecto para a exploração...

  • gal_01

    Lifestyle & Travel

    Jul 1, 2017

    VISTA PACÍFICA

    San José del Cabo, na ponta sul da Baja California, no México, é a anfitrião do mais recente trabalho do arquitecto mexicano Miguel Angel Aragonés. A região fica separada do continente pelo Mar de Cortez, uma faixa de mar que...

  • Depositphotos_96954074_xl-2015

    Lifestyle & Travel

    Mar 1, 2017

    SALZBURGO - PARA LÁ DE MOZART

    Salzburgo, cujo nome significa literalmente "fortaleza de sal", foi refundada no século VIII por São Ruperto de Salzburgo, é a actual capital do Estado de Salzburgo e a quarta maior cidade da Áustria.


  • Tim-Bengel-Schlossplatz-Stuttgart-2015

    Culture & Art

    Ago 1, 2017

    AREIAS DOURADAS

    Quando se atinge uma certa idade, começamos a pensar que já vimos de tudo na vida. Podemos até pensar que não existe mais nada para criar ou para realizar de forma diferente. E depois há estas súbitas surpresas. Belas surpresas.

    ...

  • Sony005

    Technology

    Abr 1, 2017

    LENTES DE CONTACTO SONY - GRAVAR NUM PISCAR DE OLHOS

    Ainda se recorda de quando os óculos que gravam e transmitem imagens ao vivo eram uma novidade? Já pode esquecer essa tecnologia obsoleta. A Sony patenteou uma lente de contacto capaz de gravar vídeos que pode ser controlada por...

  • ApisCor_febr_03

    Technology

    Mai 1, 2017

    Como se fosse magia

    Pare uma expressão figurativa: "casas crescem como cogumelos", mas em breve será literal. EM Fevereiro de 2017, na Rússia, surgiu a primeira casa com 38 m2 de área. A casa cresceu em 24 horas na cidade de Stupino, na região de...


  • seasteading1

    Science & Nature

    Nov 1, 2016

    CIDADES FLUTUANTES: UM MUNDO NOVO

    O Instituto de Seasteading (The Seasteading Institute – TSI, em inglês), criado em 2008 pelo engenheiro de software da Google, Patri Friedman (neto do economista Milton Friedman), e Wayne Gramlich, presidente da Homebrew Robotics Club...

  • Jyske Bank

    Business & Industry

    Fev 1, 2015

    Friendly Advice

    Given Gibraltar's status as a British crown colony, its culture and legal system are very much like what you find in the UK.

  • Alaska_Purchase_(hi-res)

    Culture & Art

    Abr 1, 2016

    Como Foi Vendido o Alasca

    A 30 de Março de 1867, era assinado em Washington, Estados Unidos da America (EUA), o acordo de venda do Alasca, pela Rússia aos EUA. Existem vários mitos sobre a venda. Muitos acreditam que foi feita pela Soberana russa, Catarina...