Business & Industry

Dez 1, 2017

DOIDOS POR JORNAIS

Com o mundo digital profetizou-se o fim dos livros, tal como com o advento da televisão se previra o fim do cinema, o que felizmente não aconteceu pese embora o desaparecimento do tradicional cinema do bairro ou da aldeia.

<

Por NUNO AFONSO

Até ver, a popularidade dos eReaders e dos programas que nos permitem ler livros, revistas e jornais nos tablets, telemóveis e computadores atingiu o seu pico há uns anos atrás e voltou a decair. O gosto pelo papel aparenta não ir terminar tão cedo e empresas como o Newspaper Club querem inovar o conceito.

O Newspaper Club nasceu em Glasgow, na Escócia, com um objectivo simples, o de garantir que os jornais continuam a existir uma vez que se trata de "um meio de comunicação intemporal, acessível e versátil (…) de um modo táctil e humano", garantem. Afirmando que a morte da imprensa tradicional foi grosseiramente exagerada, o Newspaper Club decidiu levar a indústria jornaleira para o mundo digital, permitindo que qualquer entidade ou indivíduo possa imprimir o seu próprio jornal do modo mais simples possível, oferecendo inclusivamente a título gratuito o software necessário para criar o seu próprio jornal, dando-lhe três opções distintas de impressão, liberdade absoluta quanto à tiragem (que pode ir de um único exemplar até a milhares), um serviço de encomendas disponível 24 horas por dia durante os 7 dias da semana e a garantia de uma entrega rápida, mesmo imprimindo durante a noite.

Embora os jornais em papel tenham perdido muito terreno para as edições online, que ao contrário das edições digitais desfrutam de uma popularidade cada vez maior, a verdade é que o conceito do jornal em papel, por si só, tem sobrevivido e crescido, não tanto como órgão de informação mas como aparelho de marketing, substituto das newsletters internas das empresas, substituto de panfletos promocionais nas épocas mais festivas, objecto de difusão cultural, graçola entre amigos, enfim, razões não faltam para poder utilizar um formato que anteriormente só estava disponível a quem pudesse imprimir dezenas ou centenas de milhar de exemplares de uma só vez.

Com mais de 12 milhões de jornais impressos e distribuídos por clientes em mais de 15 países, o Newspaper Club é já um caso de sucesso que tem cativado clientes do calibre do jornal "The Guardian", o Facebook, a Real Academia das Artes, o Spotify, a BBC ou Universidade das Artes de Londres, mostrando que efectivamente o interesse por este formato intemporal não esmoreceu – "a imprensa não morreu", garantem!

O processo decorre todo em linha: pode carregar o seu jornal directamente do computador lá de casa ou do escritório, utilizar gratuitamente o programa ARTHR e criar um jornal de raiz no próprio portal inspirando-se em inúmeros modelos de jornais já impressos pelo Newspaper Club e, finalmente, optar por uma das três opções de impressão, o formato tabloide, o broadsheet ou o mini, que na prática acaba por funcionar mais como uma revista impressa em papel de jornal.

Após seleccionar qual o formato de jornal que deseja, tem ainda a opção de optar pelo digital (entre um a 300 exemplares) ou pela impressão convencional em tipografia, tratando-se ambas de grandes inovações, pois não só até há pouco tempo não era possível optar pela impressão digital tratando-se de papel de jornal (embora possa optar por vários outros tipos de papel, incluindo o envernizado de luxo) e nem sequer utilizar um serviço de impressão em gráfica convencional para uns míseros 301 exemplares, as gráficas por norma exigem um mínimo de 1.000 exemplares e a preços proibitivos, dada a especificidade da máquina e dos papéis utilizados.

Enquanto na opção digital terá que optar apenas por dois tipos de papel, já na impressão tradicional tem à sua escolha cinco tipos de papel, incluindo o papel cor-de-salmão clássico utilizado pelo "Financial Times" e outros jornais de finança e economia. Um jornal ao alcance de qualquer empresa!

Contactos * www.newspaperclub.com * newspaperclub@newspaperclub.com * Newspaper Club, Room 103, South Block, 58-60 Osborne St, Glasgow G1 5QH,Escócia

Mais artigos

DestaquesArtigos

  • cowrok

    Business & Industry

    Set 19, 2018

    Cowork

    Escritório onde e quando quiser


    Ao longo dos últimos 20 anos, o paradigma do trabalho tem vindo a sofrer imensas e radicais alterações, fruto de vários fenómenos estruturais, económicos, tecnológicos...

  • filigree - the art of working metals (gold, silver, bronze), one of the most traditional Portuguese arts.

    Luxury & Fashion

    Fev 29, 2016

    Um Dia Havemos de ir a Viana

    País de seculares tradições na arte da joalharia, Portugal tem uma valiosa herança de jóias e de metais preciosos de beleza intemporal provenientes da época dos Descobrimentos, particularmente do Oriente, no séc. XV e do Brasil,...

  • Depositphotos_7554000_xl-2015

    Research & Education

    Abr 25, 2018

    CIENTISTAS PORTUGUESES NA VANGUARDA

    São portugueses, estudam o cancro e tentam encontrar a cura para este 'bicho'. Trazem novas teorias e formas de olhar a ciência, contribuindo de forma significativa para o mundo


  • 226c441149909061a3a62986fcadd917

    Sport

    Abr 1, 2017

    NAGINATA - A ARTE QUE FAZ O CARÁCTER

    Se há herança que o Oriente vai dando à Humanidade, é inegavelmente, uma diversidade de disciplinas que procuram a evolução do Ser e que conduzem à elevação física, mental e espiritual. Artes Marciais como o Karaté, incluído...

  • julesrimet_gi_2720

    Sport

    Mai 25, 2018

    O "SANTO GRAAL" DO FUTEBOL

    Dia 14 de Junho, na Rússia, trinta e duas equipas nacionais estarão envolvidas na maior competição futebolística do planeta, o FIFA Mundial de Futebol 2018, com o objetivo de levantar o mais cobiçado troféu, a Taça Jules Rimet

    ...

  • PrimarySchool5

    Culture & Art

    Jul 1, 2017

    ARQUITECTURA SUSTENTÁVEL

    Diz-se frequentemente que, depois de ir a África, nunca mais se é o mesmo. É o continente mais genuíno do mundo. É por isso que a sustentabilidade é tão importante.


  • Apple-Sized Diamond, the Second-Largest Ever Discovered on Earth

    Business & Industry

    Nov 30, 2015

    O segundo maior diamante alguma vez encontrado

    Uma companhia canadiana de mineração, a Lucara Diamond Corporation, extraiu o maior diamante encontrado em mais de um século, e é o segundo maior de sempre.

  • 1. Culture-Bob Givens (1918 - 2017)

    Culture & Art

    Fev 1, 2018

    "EH... QUE SE PASSA MEU?"

    Bob Givens partiu em dezembro de 2017, aos 99 anos, deixando-nos o intemporal coelho atrevido e de personalidade peculiar, Bugs Bunny.

  • Photos: Baufritz

    Home & Design

    Mai 1, 2016

    ECOLOGICAMENTE AMIGÁVEIS

    "A qualidade de vida começa em casa" é o lema da Baufritz, uma empresa pioneira na construção de casas de madeira, fundada em 1896, e agraciada com vários prémios. Design superior, materiais sustentáveis e livres de substâncias...