Culture & Art

Jun 1, 2017

FAÇA CHUVA OU FAÇA SOL

São guardas chuvas, mas de papel. Parecem resultar de uma técnica avançada de origami, mas na verdade é uma técnica bem diferente, também proveniente do Japão. 

Cada wagasa é feito a partir de materiais renováveis, entre os quais se destacam o bamboo, madeira de ego, corda, cola e washi, papel tradicional japonês. Este papel é a grande evidência na distinção para com os chapéus de chuva ocidentais. Diferenciam-se também pela produção manual – que pode demorar vários meses – ou pela quantidade de varetas que suportam a cobertura; enquanto o chapéu ocidental tem cerca de oito, este chapéu tradicional japonês pode ter entre 30 a 40 varetas. 

Desengane-se se pensa que o wagasa é inútil em dias de chuva, além do papel próprio ao efeito, é ainda fortificado e transformado à prova de água com persimmon, óleo de linhaça e óleo de madeira.     

Embora se tenha tornado célebre na cultura japonesa, o wagasa é proveniente da China, chegando ao Japão pelo uso em cerimónias budistas, uma tradição que remonta ao século VI. À época usado apenas entre membros privilegiados da sociedade, acreditava-se que oferecia proteção, não só do sol e da chuva, como ainda de maus espíritos.    

Existem vários tipos das vulgarmente chamadas sombrinhas japonesas: bangasa, preparada para a chuva; janome, que se distingue pelo padrão a partir do olho de cobra; nodategasa, com maiores dimensões, semelhantes a um guarda sol; e maigasa, indicado para as danças japonesas, mas não para a chuva.  

Apesar do importante papel ocupado na cultura do Japão, a produção do wagasa tornou-se cada vez menor, tendo o seu lugar sido tomado pelo chapéu ocidental, mais resistente e barato e, por isso, mais conveniente.

Em Quioto, capital do Japão durante largos anos, existem vários locais onde é possível adquirir um wagasa, mas apenas um estabelecimento continua fiel ao kyo-wagasa, um modelo exclusivo desta cidade. A loja Hiyoshiya apresenta os modelos icónicos dos wagasa originais e, em simultâneo, responde à concorrência, aliando a beleza do papel washi à decoração e desenvolveu um sem número de candeeiros que remetem em boa medida ao chapéu tradicional.

Os próprios wagasa têm vindo a tomar um papel proeminentemente decorativo, o que levou já artistas a dedicarem-se à sua criação para fins decorativos, que passa pela elaboração de padrões irreverentes na cobertura do chapéu ou mesmo de suportes que, uma vez mais, aliam a iluminação à sombrinha e, através da cor e textura do papel, tornam a luz única.    

Mais artigos

DestaquesArtigos

  • #Formato_Certo_para_Site_YVP_Imagens

    Lifestyle & Travel

    Out 15, 2018

    ANDORRA

    O Principado de Andorra é um dos países mais pequenos da Europa. É um território com apenas 468m2 revestidos por vales, montanhas, bosques, lagos e muita vida quer nos meses de verão quer nos de inverno, adaptando as ofertas...

  • Biclas09

    Mecanica e Locomoção

    Ago 1, 2017

    Kross expande para a Holanda

    Em Novembro de 2016 o mundo dos entusiastas do ciclismo ficou abalado com a falência da Multicycle, a maior empresa de fabrico de bicicletas da Holanda e internacionalmente reconhecida pelos avanços tecnológicos que a levaram a...

  • Asus1

    Technology

    Out 1, 2018

    ASUS ZENBOOK PRO SCREENPAD

    "Lançado na Computex 2018, o Asus ZenBook Pro é o novo topo da gama de computadores portáteis 'premium' da Asus e vem com uma nova e apelativa funcionalidade: um ecrã táctil do tamanho de um 'smartphone' no lugar do 'touchpad'...


  • ApisCor_febr_03

    Technology

    Mai 1, 2017

    Como se fosse magia

    Pare uma expressão figurativa: "casas crescem como cogumelos", mas em breve será literal. EM Fevereiro de 2017, na Rússia, surgiu a primeira casa com 38 m2 de área. A casa cresceu em 24 horas na cidade de Stupino, na região de...

  • Yara Birkeland 2

    Technology

    Jul 1, 2017

    AUTOMATIZAR, AUTONOMIZAR

    Está planeado que inicie actividade no final de 2018. A ideia é cumprir pequenos trajectos, ligando três portos, por entre os fiordes a Sul de Oslo, na Noruega.

  • null-stern-hotel-switzerland-alps_dezeen_1568_4

    Lifestyle & Travel

    Jun 1, 2017

    DORMIR COM AS ESTRELAS

    Sem paredes nem telhados, os quartos de hotel, que lhe mostramos na presente edição da Your VIP Partner, têm uma vista privilegiada para o céu, mais propriamente o céu dos Alpes suíços – chama-se Null Stern e é mais do que...


  •  Shoes that are History

    Luxury & Fashion

    Nov 30, 2015

    Sapatos que são História

    Salvatore Ferragamo iniciou a sua viagem há 100 anos atrás, quando era um adolescente visionário, e emigrou do Sul da Itália para a Califórnia, atraído pela inovação criativa, glamour e as possibilidades infinitas da emergente...

  • Escolas

    Research & Education

    Out 1, 2016

    A EDUCAÇÃO SUPERLATIVA: FILOSOFIAS DE ENSINO NO MUNDO

    Virtualmente, para além da qualidade da educação, métodos de ensino, e currículo académico, aquilo que realmente importa para os jovens ambiciosos e para os seus pais e educadores, é o círculo social onde estão inseridos...

  • 02

    Lifestyle & Travel

    Fev 1, 2017

    O AMOR EM TEMPOS DE TINDER

    No mês em se celebra o "Dia de S. Valentim" ou "Dia dos Namorados", como também é conhecido o dia 14 de Fevereiro, reflectimos sobre a forma como hoje as pessoas se relacionam e conhecem. Longe vai o tempo do namoro à janela,...