Culture & Art

Abr 1, 2016

Abanos de Cores

Forma de comunicação, acessório útil, símbolo de luxo, elegância, poder ou arma de sedução, o leque ou abano tem mais de 3000 anos de história durante os quais, o uso e o fabrico muito evoluíram. Embora em desuso na maioria dos países, este objecto romântico e misterioso continua a ser muito reconhecido em Portugal e Espanha.

<

Foi precisamente em Madrid, Espanha que a Your VIP Partner encontrou uma das mais antigas lojas que produz e vende leques de forma artesanal – a Casa de Diego – com mais de 150 anos de experiência no sector. Porém, a prova de que este objecto, em tempos muito apreciado no Mundo, se mantém vivo, é o Museu do Leque em Greenwich, Londres, Reino Unido, onde esta Páscoa foi celebrada com palestras sobre a exposição recente, "Tesouros do Museu do Leque", e a arte e a pintura do leque.

O processo de manufactura é o que caracteriza a Casa de Diego que, desde 1958, mantém o fabrico de leques completamente artesanal, garantindo assim a qualidade e a exclusividade. O leque é composto por duas partes, a armação, uma base rígida, com hastes sobrepostas que se abrem e fecham, e a folha, feita de tecido, papel ou rendas colados à base. Lisos, adornados, antigos ou modernos, a manufactura obedece sempre às mesmas etapas: corte, ajuste, esboço, burilado, encaixe das peças, plissado, desenho e pintura. Porém, podem ser feitos de materiais diversos como, marfim, madrepérola, tartaruga, ouro, seda, bambu, madeira, plumas, tecidos, papeis pintados em litografia aquarelada ou têmpera, etc. O resultado origina cenas que podem ser mitológicas, galantes, campestres, históricas, poéticas, lisos, de plumas ou com rendas, mas é sempre uma obra de arte, onde pintores, calígrafos e poetas expunham o seu talento.

Os materiais e a decoração são também escolhidos em função da finalidade. Inicialmente usados por servos para abrandar o calor e proteger do sol, bem como assar carnes e espantar mosquitos de reis e cortesãos, era igualmente usado pelas elites europeias entre 1670 e 1930, como símbolo de luxo e elegância. É neste contexto que a "linguagem do leque" ganha força e se transforma numa "arma de sedução", no século XIX. Para dizer, por exemplo: "amo-o", a donzela escondia os olhos atrás do leque aberto.

As antigas civilizações do Egito, Assíria, Pérsia, Índia, China, Grécia e Roma, usavam-no como símbolo de poder, era mesmo uma honra para um servo "abanar o Faraó". No séc. V a.C., os gregos, etruscos e romanos deram-lhe uma utilidade abrangente e até mesmo amorosa, abanar a esposa durante o sono era uma prova de amor. Na Europa, a moda do leque foi introduzida pelos portugueses no século XVI, após a colonização da Ásia, nomeadamente quando começaram a estabelecer rotas comerciais com o Oriente, particularmente no Japão. Foi nos séculos seguintes que adquiriram o estatuto de complemento indispensável à vaidade feminina, invadindo salões e despertando paixões, encontrando o seu período áureo nas cortes francesas dos reis Luís XIV e Luís XV. No filme de Sofia Coppola, "Marie Antoinette", interpretado por Kirsten Dunst, podemos observar o uso dado ao leque nessa época. Madame de Stäel, uma dama da sociedade francesa, afirmava que: "uma dama sem leque é como um nobre sem espada."

Devido à proximidade da China, também o Japão o integrou na sua cultura e rituais, de que é representativo o "miyamairi", um ritual onde os pais levam o seu bebé com um mês de idade a um santuário, e usam um leque para pedirem aos deuses que concedam ao bebé um crescimento saudável.

A origem permanece misteriosa, a mitologia grega diz que o primeiro leque surgiu da asa de Zéfiro, arrancada por Eros para abanar a amada Psiqué, ou que a filha de mandarim, assistindo à "Festa das Lanternas", sentiu-se mal com o calor e contrariando os hábitos da época, retirou a máscara que lhe escondia rosto e abanou-se, sendo imitada por todas as chinesas presentes.

Na maioria dos países, a era dos leques enquanto utilitários terminou em 1930, mantendo-se viva em Portugal e Espanha, onde continua a ser um acessório elegante e indispensável. Todavia, a China, onde nasceu o leque articulado como o conhecemos, durante as dinastias Song e Yuan (960-1368 d.c.), continua a ser o maior produtor deste acessório intemporal.

Mais artigos

DestaquesArtigos

  • Li-HongBo-Klein-Sun-AM-41

    Culture & Art

    Abr 1, 2017

    LI HONGBO - BUSTOS FLEXÍVEIS

    Maleável como um dançarino de breakdance é assim que surge o busto de Michelangelo no trabalho intitulado "Tools of study", do artista chinês Li Hongbo, feito apenas com papel e cola. Tratam-se de esculturas de papel, mas...

  • slide-1

    Food & Beverage

    Mai 28, 2018

    A ARTE DOS DOCES

    Girassol, amendoim ou sésamo de halva, com aditivos ou sem eles, amêndoa, nozes e outros frutos secos, o aromatizante de creme mais delicado, a mais deliciosa pasta turca – em qualquer um dos doces da marca irá encontrar uma...

  • the-cicret-bracelet-a-bracelet-t

    Technology

    Mai 1, 2017

    UM SMARTPHONE À FLOR DA PELE

    Ver emails ou assistir a um filme são gestos cada vez mais fáceis de executar. Que dependam de um simples toque na pele é que custa a acreditar. Tal é possível com a "Cicret", uma pulseira inteligente que transmite o visor do...


  • Depositphotos_4906403_xl-2015

    Business & Industry

    Dez 1, 2017

    UM NOVO PASSO PARA A INTERNACIONALIZAÇÃO

    Angola é o 3º país do mundo que maior apoio financeiro tem recebido da China. A reconstrução e desenvolvimento de Angola a partir de 2003 beneficiou desse apoio, especialmente para a construção de novas infraestruturas e novas...

  • 1

    Helthcare & Wellness

    Nov 5, 2018

    PRÓTESES BIÓNICAS

    "Tal como as dos filmes de "Star Wars", as próteses biónicas têm um aspeto robótico que, com capas de silicone idênticas à realidade, passam quase despercebidas. Através dos sensores de leitura dos movimentos, estas próteses...

  • Yara Birkeland 2

    Technology

    Jul 1, 2017

    AUTOMATIZAR, AUTONOMIZAR

    Está planeado que inicie actividade no final de 2018. A ideia é cumprir pequenos trajectos, ligando três portos, por entre os fiordes a Sul de Oslo, na Noruega.


  • AllPhotosMargaridaCunha (1)

    Lifestyle & Travel

    Jul 1, 2016

    RECARREGAR ENERGIAS NA TERCEIRA MELHOR ILHA DO MUNDO

    Temperaturas ideais, montanhas verdejantes, praias de sonho, cultura, ritmos autênticos, experiências inesquecíveis e a vitalidade das suas gentes, assim é a Jamaica. Exótica e sedutora, foi eleita a melhor Ilha das Caraíbas...

  • 1

    Science & Nature

    Jun 1, 2015

    Gardening exotic straight from Africa

    Exotic plants are sought by gardeners all over the planet, making them part of a global business where beauty is more important than cost. South African flora is very unique in the world. Many species of succulents only grow in South...

  • Technology

    Abr 1, 2015

    Tractor Solutions

    The Vapormatic Company was founded in Budleigh Salterton, East Devon, in 1949 by Arthur E. Lea, a former sales executive with Shell Petroleum, and Ron Foster, an Engineer who had designed and developed a device to convert petrol engines...