Sport

Nov 1, 2017

ESPÍRITO BUDISTA

A arte marcial japonesa criada no século XIV é hoje um desporto de alta competição e uma arte puramente exibicional. Mas tempos houve em que, conhecer e manejar bem uma espada, podia estabelecer a linha entre a vida e a morte.

<

Por PIOTR PETROVICH

Esta arte é desenvolvida a partir das técnicas tradicionais de combate com espadas dos samurais, vinda dos tempos do Japão feudal.

A espada era tida como uma das mais nobres armas, por implicar um combate de proximidade onde os guerreiros colocavam à prova perante o inimigo a sua honra e a sua bravura. Por esta razão, eram também oferecidas aos templos budistas como tesouros divinos ou como símbolo da nomeação de um cargo importante.

É uma das inúmeras armas utilizadas naquela época nas batalhas e são inúmeras as histórias, os mitos e as lendas tradicionais japonesas sobre esta verdadeira arte.

Conta-nos a história que desde meados do século XV e durante cem anos o Japão passou por um período de guerras civis entre clãs. Durante este período, a técnica de luta com espada foi apurada pelos guerreiros e nasceram muitas correntes de prática de combate com espada.

Este apuramento ficou a dever-se ao facto de os treinos não serem praticados com recurso a espadas de bambu, nem protectores para o corpo. Cada escola tinha os seus próprios métodos, técnicas e movimentos que eram repetidas vezes sem conta até que os movimentos de ataque e defesa fossem absorvidos pelo praticante (kenshi ou kendoca).

É a partir do início do século XVII que se instala o sistema feudal e um sistema de classes na sociedade japonesa. É a partir daqui que, com as influências do confucionismo e do budismo, se apuram as técnicas de combate e os métodos de aprendizagem adquirem os valores morais e espirituais que hoje se reconhecem a grande parte das artes marciais de origem japonesa.

São estes apuramentos de carácter que levam a que a prática de várias artes se enraizasse na cultura japonesa sob a liderança dos chefes dos clãs, mas por forma a abranger toda a sociedade, generalizando assim a cultura pelos valores morais e sociais.

É só em meados do século XVIII que são propostas a utilização de protectores primitivos e espadas de bambu, o que trouxe a prática do Kendo para próximo do que conhecemos actualmente.

A arte foi evoluindo e integrando cada vez mais as componentes espiritual e moral sempre com o objectivo da formação e educação do ser humano.

Em 1866, devido à contínua paz, o recurso a armas de fogo foi abolido e o desenvolvimento destes artefactos foi interrompido por ordem do imperador. Por outro lado, o uso de espada perdurou ao longo dos séculos, assente na premissa muito japonesa "o caminho deve ser percorrido dentro da lei da pena e da espada".

A classe dos guerreiros samurai foi extinta em 1876, novamente por ordem do imperador, sob uma visão de modernidade que o Japão pretendia abraçar. Por esta razão, a prática de Kendo foi extinta das actividades curriculares das escolas até 1890, ano em que voltou a fazer parte do sistema educativo, embora como actividade extracurricular.

A disciplina foi alvo de uma política de difusão e desenvolvimento a partir de 1895, graças à criação da Associação Dai Nippon Butokukai que agregou todas as escolas e técnicas da prática de Kendo.

De acordo com a filosofia da prática da modalidade, esta deve servir para moldar o corpo e a mente, cultivar um espírito vigoroso através de treino rígido e rigoroso, manter um espírito de cortesia, educação e honra e manter-se sempre no caminho do autoaperfeiçoamento. Importante também referir que durante a prática da modalidade o kenshi (ou kendoca: praticante de Kendo) não deve tentar aplicar golpes em pontos incorrectos, nem desperdiçar golpes, antes atacar o adversário na tentativa de lhe quebrar a postura através de golpes aplicados sem pensar na morte.

Mais artigos

DestaquesArtigos

  • c0b3fe9d8db2be5ec1c3b228963b0131_original

    Mecanica e Locomoção

    Ago 1, 2017

    LIVRE PARA ANDAR

    O Verão está de volta ao hemisfério norte e isso significa menos roupas, mais tempo de lazer ao ar livre em praias e campo, libertar-se do sufocante vestuário de Inverno e do calçado pesado.

  • as-lentes-de-um-genio.html

    Culture & Art

    Abr 1, 2017

    O FOTÓGRAFO SEM MEDO

    Ousado, chocante, vibrante, sem medo, sem a preocupação de ser aceite ou rejeitado, mas sempre com o desejo de nos deixar sem palavras perante a sua arte. Assim é este americano, nascido em 11 de Março de 1963, em Hartford, Connecticut,...

  • 3041392_lunarhabitationfosterpartners1

    Research & Education

    Abr 1, 2017

    MOONTOPIA - CABEÇA NA LUA

    Quase cinquenta anos após o sucesso da Apollo 11, a primeira vez que o homem andou na Lua, a Corrida Espacial ainda apenas começou. O século XXI, tem trazido novos horizontes para a conquista do espaço, como o Homem sempre sonhou.

    ...


  • vegetacion_del_mundo_212903380_1200x803

    Science & Nature

    Ago 1, 2017

    A ÁRVORE DA VIDA

    O Baobá personifica o espírito africano. Árvore da vida, da fertilidade e solução medicinal para muitas maleitas, o Baobá tem uma importância única para comunidades inteiras. Há uma lenda no Senegal (a imagem desta árvore...

  • 01-Galop-DHermes.nocrop.w710.h2147483647.2x

    Luxury & Fashion

    Jul 1, 2017

    ESTRIBO ELEGANTE

    A nova garrafa de perfume de senhora do icónico Galop d'Hermès é inspirada na original, de 1930, da abertura da primeira loja da Hermès em Nova Iorque, nos Estados Unidos. Voltemos quase um século atrás.

  • architectureimg.com-medieval-neuschwanstein-castle-germany-photography-architecture-scenery-bavaria-landscape-wide-screen-image-gallery

    Culture & Art

    Jun 1, 2017

    OS CONTOS DE FADAS E O PAPEL ESTRATÉGICO

    Para além da construção e beleza intemporais, os castelos são cenários de histórias românticas e encerram em si inúmeros mistérios e períodos da História. Modernos ou medievais, são monumentos de visita obrigatória e...


  • Business & Industry

    Out 31, 2015

    À frente do seu tempo

    Modernos, compactos, trabalhadores. Estas são as linhas-mestre dos veículos Avant Tecno. Com uma vasta gama de modelos e acessórios para diferentes utilizações, a empresa está presente em mais de 40 países.

  • 2

    Home & Design

    Jan 17, 2019

    PANTONE - Living Coral: A cor do ano 2019

    "Animado e cheio de vida, um coral com undertone dourado, que magnetiza num subtom suave. " Esta é a cor do ano 2019 de referência 16-1546, Living Coral.

  • water3

    Helthcare & Wellness

    Nov 1, 2016

    ÁGUA PARA VIVER, ÁGUA PARA DAR

    Vivemos numa era em que a dieta está cheia de alimentos e de bebidas ácidas. No entanto, o nosso corpo precisa de um equilíbrio entre a acidez e a alcalinidade para funcionar correctamente. A alcalinidade, no geral, promove e mantém...