Business & Industry

Fev 29, 2016

Biomassa: Energia de Carbono Zero

A Biomassa é um combustível não-fóssil de origem biológica que constitui uma fonte de energia renovável. As origens mais comuns deste combustível são madeira, desperdícios urbanos e combustíveis alcoólicos. Devido à sua disponibilidade no planeta, a biomassa lenhosa é explorada como fonte de energia.

<

Energia a Partir de Biomassa Lenhosa

A maioria da indústria de papel nos EUA usa produção própria de energia renovável para o fabrico de papel. Muitas das fábricas que usam energia própria são "unidades integradas", o termo normalmente empregue para caracterizar as fábricas que produzem pasta e papel no mesmo local. As fábricas não-integradas são aquelas que compram a pasta de papel que usam para produção de papel e que, normalmente, não têm acesso a energia produzida localmente a partir de derivados de pasta. Estas unidades não-integradas podem compensar as emissões de carbono ou comprar energia produzida a partir de fontes renováveis.

As fábricas de papel que são capazes de usar biomassa podem reduzir a necessidade de aquisição de energia "da rede", que é em grande parte de origem fóssil. Em alguns casos, o uso de biomassa permite às papeleiras operar com emissões de carbono de grau-zero, ao replantarem as florestas usadas, dependendo do método de cálculo.

A indústria de produtos florestais é a principal fornecedora e utilizadora de energia a partir de biomassa, e produz mais energia desta fonte do que toda a energia produzida a partir de fontes solares, eólicas e geotermais.

Biomassa e Neutralidade de Carbono

O Painel Intergovernamental para as Mudanças Climáticas (IPCC) considera, actualmente, que as emissões de biomassa são neutrais em termos de carbono. O IPCC olha as emissões de biomassa como parte integrante do ciclo natural do carbono (o chamado carbono biogénico que faz parte da biosfera da Terra há milénios), e afirma que tais emissões não contribuem para a acumulação de dióxido de carbono na atmosfera. O relatório 1605(b) da Energy Information Administration (EIA) contém uma nota de rodapé que cita a orientação do IPCC e afirma que "os relatores podem querer usar um factor de emissão zero para madeira, desperdício florestal e outros combustíveis de biomassa".

O carbono de biomassa rico em energia – derivado de lascas de madeira, casca, serradura e líquidos colectados durante os processos de abate de árvores e fabrico de pasta de papel – é o carbono atmosférico que é transformado e aprisionado durante o crescimento, que passa a fazer parte do ciclo natural do carbono e que inclui as árvores e outras emissões naturais de CO2. É um ciclo fechado: o crescimento de novas árvores mantém a absorção de dióxido de carbono atmosférico; consequentemente, não existe contribuição líquida para o nível de CO2 na atmosfera.

Queimar combustíveis de Biomassa

A cadeia de fornecimento da indústria de pasta e papel é complexa – e muito similar em vários aspectos ao ciclo de vida do papel – a resposta nunca é um simples "sim" ou "não". Em relação à biomassa para energia, existem estudos que questionam a forma como é medido o impacto do uso de biomassa no armazenamento de carbono.

Existem duas abordagens básicas à compensação e medição de carbono. A primeira, medições básicas de descargas de carbono não-biogénico a partir da actividade humana (combustíveis fósseis), decomposição de detritos em lixeiras e processos industriais. Esta é a contabilidade simplificada que o IPCC faz a nível global, enquanto os emissores apenas medem valores locais. A segunda, a medição de todas as descargas de carbono (biogénico e não-biogénico), toda a captação de carbono e a mudança nos níveis de armazenamento. Esta abordagem torna-se um inventário do armazenamento de carbono, que contabiliza quanto é adicionado ao total pelo uso de combustíveis (incluindo biomassa), e quanto está a ser retirado através da acumulação por árvores, oceanos e solo.

Alguns grupos ambientalistas questionam se o carbono emitido por queima de biomassa deve ser considerado neutral. De acordo com um relatório realizado pela Environmental Paper Network (EPN), "a questão da neutralidade do carbono em ecosistemas florestais ou plantações precisa de ser explorado a diferentes níveis, incluindo ao nível da paisagem ou das florestas e plantações. Procuramos compreender como é que as nossas actividades específicas e decisões relativamente à quantidade de árvores a abater, e em que intervalos, levarão a uma alteração da paisagem".

Mais artigos

DestaquesArtigos

  • 0-1352400373-expo_spon_01

    Business & Industry

    Ago 1, 2017

    DEBATER O FUTURO DA ENERGIA

    É um dos maiores eventos do mundo e não acontece todos os anos. Essa é uma das razões porque são tão importantes. Mas há outra: os vastos debates que cada uma destas feiras mundiais (conhecidas como "Expos") trazem à luz e...

  • 74578418-4108-11e8-ab09-36e8e67fb996_1320x770_081421

    Research & Education

    Mai 31, 2018

    A MULHER POR TRÁS DO HOMEM

    Mulher e mãe de dois presidentes dos Estados Unidos, Barbara Bush teve um papel fundamental na sua família, na América e no mundo

  • gal_01

    Lifestyle & Travel

    Jul 1, 2017

    VISTA PACÍFICA

    San José del Cabo, na ponta sul da Baja California, no México, é a anfitrião do mais recente trabalho do arquitecto mexicano Miguel Angel Aragonés. A região fica separada do continente pelo Mar de Cortez, uma faixa de mar que...


  • 2013_Tokyo_Motor_Show_Toyota_iRoad_002

    Mecanica e Locomoção

    Ago 1, 2017

    ADN DIVERTIDO

    O que acontece quando um Prius se apaixona por uma Yamaha? Resulta num Toyota i-Road. Pode parecer uma piada, mas a sensação que este veículo provoca não é piada nenhuma.

  • MAJOITUS_Lasi-iglut_1

    Lifestyle & Travel

    Mar 1, 2017

    KAKSLAUTTANEN - UMAS FÉRIAS ROMÂNTICAS NUMA CASA DE GELO

    Se o convidássemos a passar umas férias num resort, o que imaginaria? Praia? Palmeiras? Sol? Não. Metros e metros de neve estaladiça, o misterioso crepúsculo azul e violeta da noite polar, gelo extremo, a visão da aurora lançando...

  • iReviews-gravity-blanket_4

    Home & Design

    Jun 1, 2017

    MAIS PESO, MENOS STRESS

    E se o peso pudesse reduzir os seus níveis de stress e ansiedade? Não, não é nenhuma espécie de cultura japonesa antiga. Antes pelo contrário. Já é uma técnica terapêutica utilizada em hospitais para o tratamento de distúrbio...


  • 11-1

    Business & Industry

    Dez 1, 2017

    SONHOS DE PRINCESA

    Será rara a menina que não cresceu a desejar querer ser uma princesa da Disney – os filmes, livros e revistas de banda desenhada da gigante norte-americana entraram no imaginário popular mundial ao longo das suas décadas de...

  • African Cement

    Business & Industry

    Dez 31, 2015

    Cimento Africano

    A AfriSam é o fornecedor líder de materiais de construção e soluções técnicas de alta qualidade. Os seus cimentos, betão pronto e argamassas têm vindo a fazer contribuições significativas ao desenvolvimento infraestrutural...

  • 2

    Luxury & Fashion

    Jun 1, 2015

    Leaders in gem beauty

    Though the global history of diamonds dates back around 3.3 billion years when these treasured stones were first formed by high pressure and heat deep within the earth's crust, the South African story of these gems only began in 1867...