Helthcare & Wellness

Mai 1, 2017

PARA ALÉM DO OLHO

Há alguns anos, uma ida regular ao dentista, era ainda um pesadelo. Os processos "quase" medievais, costumavam levar-nos o sono durante dias. E, o mesmo costumava acontecer quando precisávamos de fazer exames oftálmicos rigorosos. Esta realidade mudou com a passagem dos anos.

<

Todos nós já passámos pelo processo de fotografar midriáticamente o fundo do olho. É o processo pelo qual os oftalmologistas podem fotografar a retina do olho, com a finalidade de avaliar as condições oftálmicas e não-oftálmicas do globo ocular. Isto é igualmente útil para utilizar em diagnósticos de glaucoma, cataratas ou até sintomas de diabetes.

Actualmente, este exame é feito com a ajuda de gotas de dilatação de pupila, que podem causar muito desconforto. Não só fazem arder, como levam uns vinte minutos a actuar. Mais ainda, posteriormente, o paciente fica com a visão turva e sensível à luz durante várias horas.

Para além disso, os optometristas não estão familiarizados com a utilização destas gotas farmacológicas. E também não é aconselhável a sua utilização em pacientes com doenças neurológicas agudas.

Estas gotas de dilatação de pupila são essenciais para manter a pupila aberta e permitir ao oftalmologista ver através do globo ocular até à retina. Sem elas, o músculo da íris fechar-se-ia reflexivamente assim que fosse exposta a uma fonte forte de luz, que é necessária para ver a retina.

Existem já câmeras que usam abordagens de infravermelhos e luz branca. Estas câmeras, contudo, são bastante grandes e custam milhares de dólares. São aparelhos volumosos e não são fáceis de transportar.

Uma nova proposta

Recentemente, os Dr.s Bailey Shen e Shizuo Mukai, da Universidade de Illinois e da Harvard Medical School, ambas nos Estados Unidos, desenvolveram uma câmera compacta que irá permitir que as gotas de dilatação de pupila fiquem no passado.

A fotografia não midriática do fundo do olho permite o acesso a oftalmologistas e não oftalmologistas de imagens da retina e do nervo óptico sem a utilização dos fármacos de dilatação.

Apesar de haver diferentes formas de o fazer, o método mais comum é a utilização de infravermelhos, contra os quais a pupila não se contrai, para focagem do fundo do olho e, depois, o rápido clarão de luz branca para captar em fotografia a cores, o fundo antes de a pupila se contrair.

Uma vez que o olho não percebe a luz infravermelha utilizada na focagem da câmera, a fotografia não midriática é mais confortável para o paciente, mesmo com o clarão de luz branca, quando comparada aos exames físicos e à utilização das gotas de dilatação de pupila.

Os cientistas utilizaram uma câmera normal e da tecnologia LED (díodo emissor de luz) para criar um protótipo acessível, suficientemente pequeno para poder ser transportado no bolso de uma bata hospitalar.

Esta câmera fotográfica não midriática é baseadas no modelo Raspberry Pi 2, uma placa computorizada do tamanho de um cartão de crédito, desenhado para interagir facilmente com o ambiente, e a placa fotográfica NoIR (também da Fundação Raspberry, Caldecote, Cambridgeshire, Reino Unido).

A placa de câmera NoIR é uma câmera de 5-megapixel, semelhante à de um smartphone, exceptuando que é sensível à luz de infravermelhos e tem focagem fixa. Os cientistas alteraram o foco da NoIR de infinito para 8 cm desapertando a lente no sentido contrário aos ponteiros do relógio.

Ambos os aparelhos são depois ligados a uma bateria de lítio de 10400 mAh (miliamperes). A iluminação da retina é fornecida por um protótipo dual LED que pode emitir luz infravermelha ou luz branca.

"O aparelho é ainda e apenas um protótipo, mas mostra que é possível construir uma câmera barata capaz de realizar fotografias da retina com qualidade sem as gotaas de dilatação do olho. Seria muito bom que, um dia, este aparelho, ou algo semelhante, possa ser transportado nos bolsos das batas de todos os oftalmologistas residentes e utilizada por médicos não oftalmologistas, também", comentou o Dr. Bailey Shen. 

Mais artigos

DestaquesArtigos

  • 4

    Technology

    Out 31, 2018

    ECRÃS FLEXÍVEIS ROYOLE

    "Muitas vezes é o caso de avanços tecnológicos, que são de alguma forma interessantes, mas depois passam muito tempo na fase de protótipo. Os detalhes costumam ser complicados, mas a Royole mostrou algumas telas flexíveis...

  • IMG_6941

    Lifestyle & Travel

    Jul 1, 2017

    A CIDADE DAS CAVERNAS

    Quase se pode dizer que é uma cidade "bipolar". É "apenas" um dos locais habitados pelo Homem mais antigos do mundo, tendo a sua origem ainda na pré-história. E é também um dos locais mais preservados.

  • portable-fundus-camera-1

    Helthcare & Wellness

    Mai 1, 2017

    PARA ALÉM DO OLHO

    Há alguns anos, uma ida regular ao dentista, era ainda um pesadelo. Os processos "quase" medievais, costumavam levar-nos o sono durante dias. E, o mesmo costumava acontecer quando precisávamos de fazer exames oftálmicos rigorosos....


  • AdobeStock_89316902_Preview

    Science & Nature

    Jul 1, 2017

    SOBRE OS OMBROS DE GIGANTES

    O mundo vive hoje tempos conturbados e a história da humanidade tem mostrado que as crises económicas reflectem crises civilizacionais mais profundas, de valores. Processos e conhecimentos que já tínhamos dado por adquiridos são...

  • DSC00353

    Food & Beverage

    Jun 1, 2017

    DELICADA DOÇURA

    Apesar das suas vastas potencialidades terapêuticas, a fruta pinha ou fruta-do-conde, do Lobito, Angola, continua a ser subestimada e "tratada" como um produto de terceira qualidade. 

  • Bradley001

    Business & Industry

    Jul 1, 2017

    FUME-O VOCÊ MESMO

    É um facto incontornável que em pleno século XXI os chefs de gastronomia se tornaram nas novas estrelas rock, não há canal que não tenha os seus próprios programas de culinária e/ou promova concursos de culinário aos quais...


  • Lifestyle & Travel

    Set 1, 2015

    Whistler is unique

    British Columbia has ten mountain ranges that push west from The Rockies in a crowded parade until they fall into the Pacific. Thousand year old trees that deftly divide the light falling on an impossibly green forest floor. Glacier-fed...

  • _DSC7717_dictionary

    Luxury & Fashion

    Abr 1, 2016

    Caminhe com Estilo e Elegância

    Usadas ancestralmente pelos caçadores, as bengalas são indispensáveis para quem precisa de um apoio diário ou numa caminhada, mas são igualmente úteis para autores, poetas, escritores ou simplesmente para completar o guarda roupa...

  • 01

    Technology

    Jan 1, 2017

    AS MUDANÇAS NO MUNDO E NA SUA VIDA

    Ainda se lembra de como era a sua vida há dez anos? Consegue identificar tudo o que mudou, entretanto? Consegue apontar as tarefas e deveres quotidianos com que se deixou de preocupar? Ainda sabe em que ano adquiriu "aquele robot...