Business & Industry

Mar 31, 2018

NÉCTARES DA "ILHA DAS MAÇÃS"

O Estado australiano da Tasmânia tornou-se conhecido graças às suas maçãs, tanto que acabou por ser alcunhado de "ilha das maçãs" dada a predominância dos seus pomares

<

Por NIGEL HAWTHORNE

Contudo desde os anos 90 que a Tasmânia tem vindo a tornar-se conhecida pela qualidade dos seus vinhos que, em provas cegas, por vezes não se distinguem dos melhores do mundo em grande parte graças aos esforços de Andrew Hood, que ficou reputado como o principal responsável pela melhoria da qualidade do vinho deste Estado-ilha, tendo sido contratado por dezenas de adegas vinícolas.

Nick Glaetzer é um dos produtores que se deixou seduzir pela excelência das castas da Tasmânia no decorrer de uma dessas provas cegas e, com a sua esposa, anima agora a Glaetzer-Dixon Family Winemakers, a operar numa antiga fábrica de gelo que ambos transformaram em adega, loja e no lar para a sua família na avenida Brooker, tendo trabalhado com Andrew Hood primeiro a tempo parcial e depois a tempo inteiro com a particularidade de poder, paralelamente, fazer o seu próprio vinho, o que viria a resultar na sua própria adega vinícola desde 2008 e em 2011 foi considerado o melhor jovem vinicultor da Austrália pela "Australian Gourmet Traveller" graças ao seu Pinot noir e, uns meses mais tarde nesse mesmo ano, recebeu o galardão Jimmy Watson, o troféu vinícola mais conhecido da Austrália, pelo seu Mon Pere Shiraz 2010. Foi a primeira vez em meio século que um vinho produzido na Tasmânia conseguiu obter este prémio, atribuído anualmente ao melhor vinho tinto não-reserva do ano anterior.

Nick Glaetzer não caíu no mundo dos vinhos vindo de outro qualquer universo ou formação, descende de uma longa linhagem de produtores naturais da Alemanha, mais concretamente do vale de Brandeburgo, que assentaram no continente australiano, de onde Nick partiu para o paraíso vinícola da "ilha das maçãs", não se esperando que abandone a Tasmânia tão cedo. Existem outros territórios na Austrália nos quais se podem cultivar as mesmas castas de vinha, mas a especificidade do clima da Tasmânia permite que um produtor possa cultivar várias castas num mesmo local sem que tal afecte a sua qualidade, as Riesling, Chardonnay e Pinot Noir crescem todas exemplarmente bem no microclima local, que lhes permite uma maior maturação graças a um período de crescimento mais extenso antes da apanha, permitindo-lhe uma maior acumulação de sabor e acidez natural que se repercute no vinho dispensando quaisquer aditivos.

Desde 2010 que cada vez mais produtores têm optado por abandonar o território continental e radicar-se no Estado-ilha da Tasmânia, a sua proximidade do Árctico confere-lhe um microclima ideal para castas que necessitem de um clima frio para maturar devidamente com verões frescos e outonos longos, a Tasmânia possui o clima ideal para espumantes e para as castas Pinot Noir, Riesling, Chardonnay, Sauvignon Blanc, Cabernet Sauvignon e Pinot Gris, os vinhos produzidos na zona, dos quais os Glaetzer-Dixon foram utilizados como mero exemplo, têm amealhado críticas positivas e prémios despertando a atenção internacional dos especialistas e dos apreciadores.

A alteração nos gostos dos consumidores também tem beneficiado os vinhos da Tasmânia, com o aumento da procura por vinhos refrescantes e com baixo teor de álcool, os Pinot Noir e os espumantes da ilha-Estado não têm mãos a medir uma vez que os mercados para onde exportam conseguem assimilar toda a sua produção. As vinhas da Tasmânia também têm sido favorecidas, as uvas locais chegam a ser vendidas a preços cinco vezes mais elevados que os das uvas produzidas no continente australiano. Este aumento de procura tanto de vinhos como de uvas, fez com que muitos dos produtores se vissem forçados a comprar terras e a criar as suas próprias vinhas, de modo tanto a aumentar a sua produção como para evitar que o aumento de procura de uvas da zona e a subida dos preços destas não lhes afectasse a matéria-prima.

Contactos * www.winetasmania.com.au * mail@winetasmania.net.au * Tel: (03) 6223 3770 * Wine Tasmania, Level 5, 29 Elizabeth St, Hobart TAS 7000, Tasmania, Australia

Mais artigos

DestaquesArtigos

  • 19620901_739735632865157_1070968012579382532_o

    Home & Design

    Ago 1, 2017

    ESTILO OCIDENTAL, SABEDORIA JAPONESA

    Não precisa ver o filme Kill Bill-Volume 2, ser uma grande chef ou um mestre de espada para saber que as melhores lâminas do mundo são japonesas. A sua tradição no fabrico de lâminas vem desde o século XIII.

  • c0b3fe9d8db2be5ec1c3b228963b0131_original

    Mecanica e Locomoção

    Ago 1, 2017

    LIVRE PARA ANDAR

    O Verão está de volta ao hemisfério norte e isso significa menos roupas, mais tempo de lazer ao ar livre em praias e campo, libertar-se do sufocante vestuário de Inverno e do calçado pesado.

  • #1

    Technology

    Out 22, 2018

    MOTO ZEN STONE

    "Os 'Smartphones' são poderosas peças de tecnologia, que poderão revelar viciantes tendências entre os utilizadores. O 'Moto Zen', nomeadamente o modelo 'Stone', foi criado como uma resposta a esse efeito colateral."


  • 4

    Technology

    Out 31, 2018

    ECRÃS FLEXÍVEIS ROYOLE

    "Muitas vezes é o caso de avanços tecnológicos, que são de alguma forma interessantes, mas depois passam muito tempo na fase de protótipo. Os detalhes costumam ser complicados, mas a Royole mostrou algumas telas flexíveis...

  • epo15_Jonkers-0322_9F0C9396E8DC4F75A713C3D05913F5AB

    Science & Nature

    Jun 1, 2017

    Um salto tecnológico

    Edifícios e estruturas que podem, por magia, regenerar por completo as rachas causadas pela pressão, mudanças de temperatura ou humidade? O que era um cenário de ficção científica apenas há alguns anos é já uma realidade...

  • _slc114_33093997

    Food & Beverage

    Abr 1, 2017

    PREPPER - REFEIÇÕES PARA O FIM DO MUNDO

    Graças ao popular programa do National Geographic Channel, "Preparados Para o Fim do Mundo", o fenómeno dos sobrevivencialistas passou de um mercado de nicho norte-americano centrado quase exclusivamente nos Estados Unidos da América...


  • cow-kashkaval60

    Food & Beverage

    Mai 1, 2016

    ORGÂNICO E CONVENCIONAL

    Os queijos são a especialidade da gastronomia dos Balcãs. A Bulgária tem uma longa tradição nos lacticínios. Aqui, o queijo é produzido por diversas empresas. A Your VIP Partner encontrou a Kondov Ecoproduction, Ltd., uma empresa...

  •  Shoes that are History

    Luxury & Fashion

    Nov 30, 2015

    Sapatos que são História

    Salvatore Ferragamo iniciou a sua viagem há 100 anos atrás, quando era um adolescente visionário, e emigrou do Sul da Itália para a Califórnia, atraído pela inovação criativa, glamour e as possibilidades infinitas da emergente...

  • 1. Research-Totvs Labs

    Research & Education

    Fev 1, 2018

    AGRICULTURA 4.0?

    Com mais de 25 anos de presença no mercado, a brasileira Totvs encontra-se actualmente na vanguarda do agronegócio tendo em vista as novas tecnologias e o melhor modo de as reencaminhar para obter os melhores resultados possíveis...