Business & Industry

Mar 1, 2017

ÁGUA-DE-COLÓNIA - TODOS OS CHEIROS DO MUNDO

O mundo não é só pensado, falado, lido ou visto. É sentido, cheirado e ouvido. A nossa relação com as cidades é exemplo disso. Estas possuem identidades que vão sendo construídas tanto no imaginário de quem nunca as viveu como nessas relações sensoriais de quem nelas habita. 

<

A cidade de Colónia é um desses casos. Conhecida no mundo inteiro pela famosa água-de-colónia, e pela sua catedral gótica, actualmente património mundial, cuja construção se iniciou em 1248 e apenas terminou em 1880. E onde se pode encontrar o relicário dos três reis. 

Esta é uma cidade cheia de vida e animação e, por isso, um dos maiores destinos turísticos na Alemanha. Votada várias vezes como mais popular atracção turística alemã. Para isso contribuem os vários mercados de rua (de velharias e segunda mão). Praticamente todos os distritos têm um que se realiza uma vez por mês, o que na realidade quer dizer que todas as semanas há um. Entre os mais famosos estão o Trödel an der Galopprennbahn, o Kölner Stadtflohmarkt e, claro, o das margens do Reno, que é o mais belo. Nestes mercados as pessoas não só procuram antiguidades, como passeiam em família e convivem. 

No entanto, não são só os mercados de rua que fazem vibrar a cidade. Colonia é também local da sétima maior feira internacional do mundo, em número de eventos, importância e área ocupada. A Koelnmesse, com cerca de 80 feiras anuais e mais de 2000 conferências, faz convergir para a cidade representações de empresas e fabricantes de todo o mundo. Fundada em 1922 alberga, entre outras, a Anuga – mais importante feira mundial de comidas e bebidas; a Dmexco – exposição e conferência da indústria digital; a Gamescon – mais importante feira de jogos e entretimento da Europa; ou a Intermot – feira internacional de motas, scooters e bicicletas.

Situada no estado federal da Renânia do Norte-Westfalia, Colónia (Köln em Alemão) é a quarta maior cidade alemã. Desenvolveu-se, como muitas outras cidades europeias, com relação ao rio que a atravessa, o Reno.

O seu nome deve-se a Júlia Augusta Agripina, imperatriz romana casada com o imperador Claudius e que, tendo nascido na localidade onde hoje se encontra a cidade, pediu para que está fosse promovida a Colónia, isto é, cidade sob lei Romana, passando então a designar-se por Colónia Agripina. Estávamos em 50 DC. Desde então muitas histórias se passaram. Entre elas está a história de Johann Maria Farina, cujo nome original era Giovanni por ser de origem italiana, e de quem a avó Caterina, que pertencia a uma família de aromatizadores venezianos, dizia: "ele divide as pessoas entre as que cheiram bem e as que cheiram mal, a vida não lhe vai ser fácil, mas o seu nariz é tão rápido como a sua mente".

Viajou um pouco por toda a Europa "coleccionando" os cheiros dos sítios e diz-se que sabia a profissão das pessoas e a sua origem pelo seu cheiro. Em 1708 Giovanni escreve ao irmão dizendo-lhe: "descobri um aroma que me faz lembrar uma manhã de primavera em Itália, de narcisos da montanha e de rebentos de laranjeira depois da chuva. Refresca-me, fortalece os meus sentidos e imaginação".

E em 1709 estabeleceu-se em Colónia onde criou a mais antiga fabrica de perfume do mundo ainda a laborar, e que fez 300 anos, em 2009, e que ainda vende a água-de-colónia original, muito usada entre a nobreza europeia. Voltaire dizia sobre ela: "uma fragrância que inspira o espírito" e diz-se que Napoleão usava um frasco por dia. Com um custo calculado, ao preço actual, de mais de 1000 euros o seu acesso era apenas para os mais ricos. 

A história de Giovanni é a história da criação que mais fama deu a cidade: a água-de-colónia. E Colónia é hoje em dia sinónimo de um tipo de fragrância mais suave que a água de toilette e que o perfume. Com base de álcool e água onde se misturam numa concentração de 2 a 5 por cento (inferior aos perfumes) óleos essenciais de citrinos (limão, laranja, tangerina, clementina, bérgamo, lima e toranja). Para além destes contém ainda flor de laranjeira, lavanda, alecrim, orégãos, tomilho, jasmim e tabaco. Conferindo-lhe desta forma um cheiro suave, primaveril e fresco.

Curiosamente, a água de colonia mais famosa e com maior sucesso comercial não é a original de Farina, mas sim a 4711, de Wilhelm Mülhens, que em 1803 foi a Itália procurar outra pessoa com nome Farina, para usar a designação e licença de produção de água de colonia. Em 1881 após várias acções legais, Ferdinand Mülhens, neto de Wilhem, acabou por adoptar o nome de 4711, o número do prédio onde era produzida e comercializada. Após ser vendida a Procter & Gamble, foi recentemente adquirida pela Mäurer & Wirtz e ainda hoje é vendida.

Mais artigos

DestaquesArtigos

  • germans-ermics-salone-del-mobile-2017-milan-design-week-furniture-glass-chairs-_dezeen_hero-a

    Home & Design

    Ago 1, 2017

    CORES TRIDIMENSIONAIS

    Para o designer letão Germans Ermičs, a importância da cor vai muito além do seu sentido decorativo. Um grande exemplo disso, são as suas peças de mobiliário translúcidas, formas perfeitas que se fundem no espaço.

    ...

  • hq720

    Technology

    Abr 1, 2017

    A CURIOSIDADE CRIOU O ROBOT

    Até à data só exploramos cinco por cento dos oceanos da Terra. Tal significa, só para termos uma ideia, que actualmente sabemos muito mais acerca da geografia da Lua do que acerca dos oceanos do nosso próprio planeta. 

    ...

  • prototipo-de-drone-ambulancia_488971

    Technology

    Ago 1, 2017

    É um pássaro?... É um avião?... É um drone!

    Capazes de captar imagens dos locais e ângulos mais inacessíveis e inesperados, os drones estão cada vez mais acessíveis aos adeptos de novas tecnologias com gosto por vídeo e fotografia. 


  • 1

    Business & Industry

    Dez 18, 2018

    AZERBAIJÃO

    O antigo, o novo e o futuro

    " O Azerbaijão é um país que impressiona em vários aspectos e é relativamente desconhecido nos países ocidentais. Partindo desde logo pelo facto de – ao contrário que muitos pensam...

  • 310

    Technology

    Ago 1, 2017

    O REI DA SEGURANÇA DOMÉSTICA

    O mundo não é, de forma alguma, um lugar seguro. Quer viva num apartamento no 12º piso ou numa grande vivenda na zona rural, vai sentir-se muito mais seguro depois de instalar um destes.

  • 14279036_127247534397015_777594915_n

    Helthcare & Wellness

    Abr 1, 2017

    UMA LUVA QUE DEVOLVE A FORÇA À MÃO

    Depois de ter chegado à final do "Microsoft Imagine Cup", com o protótipo de uma luva que devolve a força à mão e que permite levantar objectos até 40 quilos, a NUADA, é uma das startups do momento.


  • Perfect shaves

    Luxury & Fashion

    Nov 30, 2015

    Barbeados perfeitos

    Edwin Jagger é hoje considerada a melhor fabricante europeia de acessórios para barbear. O negócio familiar em Sheffield, Inglaterra, é o coração da empresa que se orgulha dos desenhos e materiais tradicionais e contemporâneos,...

  • Senator pen

    Business & Industry

    Out 1, 2015

    História Escrita

    Quando alguém na Alemanha procura uma caneta esferográfica produzida internamente, provavelmente será uma Senator. A marca tem mais de 90 anos de experiência na produção e distribuição de instrumentos de escrita. A sua inventividade...

  • Leather1

    Business & Industry

    Dez 1, 2016

    ESTILO SUL-AMERICANO

    A história ensina-nos que a primeira exportação de cabedais da Argentina para a Europa, foi efectuada por uma fábrica de curtumes em 1790. Por essa altura, a primeira razão para criar gado era o valor da sua pele, a carne era...