Culture & Art

Ago 1, 2016

UMA HISTÓRIA TECIDA POR MULHERES

A tecelagem sobreviveu a milhares de anos, mantendo-se a base da sua manufactura intacta: a trama e a teia, e o contar de linhas para criar motivos. Em Timor Leste, há uma variação de tecelagem que está muito enraizada e é parte da cultura do país: chama-se "Tais".

<

"Tais" é uma técnica usada em Timor Leste que está relacionada com outra técnica mais abrangente chamada "Ikat". Do malaio "ikat", que significa "atar" ou "prender", é uma técnica de tingimento de reserva por atadura, semelhante ao "tie-dye". A diferença entre estas duas técnicas – o "Ikat" e o "tie-dye" – é que no segundo, o tingimento por reserva só é feito depois da fase de tecelagem, ou seja, no pano já tecido, enquanto que no "Ikat", a fase do tingimento vem primeiro, fazendo com que toda a trama fique com padrões, que são visíveis em ambas as faces.

Em Timor Leste, o "Tais" é uma tradição que une gerações, através da passagem de conhecimento sobre a tecelagem. Jovens moças aprendem, desde muito novas, a tecer "Tais", uma vez que este é um dos papéis das mulheres na cultura e na vida social da comunidade local. As raparigas são ensinadas pelas mulheres da família – mães, avós, tias, irmãs – e muitas vezes, várias gerações de mulheres tecem ao mesmo tempo, reforçando os laços familiares. Para poderem casar, as noivas têm que tecer os seus próprios "Tais", e para tal, têm que o saber fazer muito bem. Cada clã tem o seu próprio padrão que as mulheres aplicam ao "Tais", devem sabê-lo de cor, pois é o padrão que irão usar em cerimónias culturais.

Os "Tais" são uma parte importante dos rituais timorenses, seja para celebrar o nascimento ou a morte, mas têm uma presença especialmente fundamental no ritual tradicional de casamento. Nos casamentos, é necessário haver uma troca de prendas entre a família dos noivos, prendas estas que devem ter um valor equiparado para ambas as partes, e é negociado pelas duas famílias. Da parte do homem, dão-se animais, vacas ou cavalos, enquanto do lado da mulher, a noiva tece "Tais".  Quanto maior o valor dos presentes do homem, mais e melhores terão de ser os "Tais". De referir ainda que há diferentes tipos de "Tais" para homens e mulheres: "Tais Feto" é o feminino e o "Tais Mane", é masculino.

O processo de tecer o "Tais" tradicional consiste em atar molhos de fios em locais específicos, isolando-os da tinta, fazendo com que os padrões fiquem na própria trama, em vez de serem criados com a composição da trama e da teia, como nas técnicas de tecelagem mais comuns. As cores podem ser identificadas a partir das ataduras, que podem ter mais ou menos nós, correspondendo a diferentes cores, e servem assim de orientação para a fase seguinte - o tingimento.

As tinturas e as cores são feitas a partir de diversos materiais orgânicos, por exemplo raízes, casca de manga, flores de cacto e turmérico, requerendo grande compreensão e proximidade da Natureza. Claro que os ingredientes dependem da flora local, o que significa que as cores também são características de áreas específicas da Ilha. Para além disso, as tecedeiras têm as suas próprias receitas secretas para as cores do seu clã e da sua família, pelo que existem muitos padrões e cores, diferentes e únicos, de família para família, e de comunidade para comunidade.

Depois de tingidos, os fios são secos ao ar livre e os nós retirados, resultando em fios com cores diferentes ao longo do comprimento da peça. Para atribuir diferentes cores aos padrões, o processo pode ser repetido várias vezes, com diferentes cores no mesmo molho, sendo que as cores mais fortes são aplicadas primeiro, e as mais claras por último. Em determinadas partes do país, o "Tais" tradicional é inteiramente feito à mão, desde o cultivo do algodão, passando pelo fiar, até ao tingimento, embora a dificuldade de cultivar algodão nalgumas partes tenha levado a que o algodão orgânico seja reservado para peças sagradas e rituais.

Após a fase de tingimento, a trama é então tecida. Os padrões no "Tais" apresentam um "desfoque" característico, uma vez que alinhar os fios da trama para que os desenhos fiquem correctos, é um trabalho difícil e minucioso.

Embora esta técnica requeira um conhecimento incrivelmente especializado, não existem registos escritos, é, e sempre foi, passada de mulheres para meninas, mães que aprenderam a arte com as avós, e que se lembram dela, quase como memória muscular. Este ensinamento irá dar-lhes o que precisam para se tornarem mulheres de família. É o papel delas na comunidade, prover as gerações futuras com herança cultural, mantendo viva a tradição secular desta complexa técnica de tecelagem, e os rituais da cultura timorense.

Mais artigos

DestaquesArtigos

  • doTERRA001

    Helthcare & Wellness

    Abr 1, 2017

    RESPIRE NATURALMENTE

    Praticamente todos os rebuçados e gomas para a tosse que se encontram actualmente disponíveis em qualquer supermercado ou farmácia incluem vários químicos de laboratório, entre adoçantes, corantes artificiais e agentes activos. 

    ...

  • 2-crowdfunding

    Food & Beverage

    Jun 1, 2017

    Para lá das Garrafas

    Os laboratórios Skipping Rock, sedeados no Reino Unido, assumiram como missão erradicar o desperdício causado pelas garrafas e copos de água criando a Ooho!, o primeiro de muitos produtos que, prometem, irão revolucionar as coisas...

  • 1

    Technology

    Nov 27, 2018

    LG SUITBOT

    "LG has created a robotic exoskeleton designed to support and enhance its wearer's legs to improve lower limb strength. The suit, named LG CLOi SuitBot, features "naturally-rotating joints" and sandal-like shoes, which LG claimed...


  • AdobeStock_112601508

    Research & Education

    Jun 1, 2017

    Ciclovias que brilham

    Até há relativamente pouco tempo os materiais que brilham no escuro não tinham funções que fossem muito além do prazer decorativo. Mas a luminescência foi conquistando aplicações mais utilitárias e hoje, literalmente, está...

  • GallerySlide1

    Technology

    Jul 1, 2017

    NÃO É GRANDE, É ENORME

    Imagine um avião que parecem dois aviões colados entre si pela asa. Depois adicione seis reactores Pratt & Whitney, tal como os utilizados no Boeing 747. O resultado são 580 toneladas de peso a levantar voo.

  • levizen-water-levitation-4

    Home & Design

    Jul 7, 2018

    ÚTIL E INVULGARMENTE BONITO

    O LeviZen é uma peça de design com um 'look retro' e usa ondas de som com frequências altas para levitar água e luz. É financiado através da plataforma Kickstarter e já ultrapassou o valor de investimento inicial, partindo...


  • 1

    Luxury & Fashion

    Ago 1, 2015

    Natural Born Timekeepers

    For almost eight decades, Citizen has been ahead of its time. This brand has always stood for innovations and high precision that make life better for everyday people. As a true manufacture d'horlogerie, CITIZEN integrates a comprehensive...

  • NEW GREAT BUSINESS OPPORTUNITIES IN IRAN

    Business & Industry

    Fev 29, 2016

    NOVAS GRANDES OPORTUNIDADES DE NEGÓCIOS NO IRÃO

    Depois de vários anos de isolamento, devido às sanções impostas desde 2006 sob a égide das Nações Unidas, com a alegação de que o programa nuclear adoptado pela República Islâmica do Irão não tinha apenas fins civis para...

  • Technology

    Abr 1, 2015

    True pioneers

    For years Pioneer has introduced innovative and high quality products into the market. A world-first in many ways, the japanese company has been through several changes over the years, but kept the original philosophy that gave birth...