Culture & Art

Ago 1, 2016

UMA HISTÓRIA TECIDA POR MULHERES

A tecelagem sobreviveu a milhares de anos, mantendo-se a base da sua manufactura intacta: a trama e a teia, e o contar de linhas para criar motivos. Em Timor Leste, há uma variação de tecelagem que está muito enraizada e é parte da cultura do país: chama-se "Tais".

<

"Tais" é uma técnica usada em Timor Leste que está relacionada com outra técnica mais abrangente chamada "Ikat". Do malaio "ikat", que significa "atar" ou "prender", é uma técnica de tingimento de reserva por atadura, semelhante ao "tie-dye". A diferença entre estas duas técnicas – o "Ikat" e o "tie-dye" – é que no segundo, o tingimento por reserva só é feito depois da fase de tecelagem, ou seja, no pano já tecido, enquanto que no "Ikat", a fase do tingimento vem primeiro, fazendo com que toda a trama fique com padrões, que são visíveis em ambas as faces.

Em Timor Leste, o "Tais" é uma tradição que une gerações, através da passagem de conhecimento sobre a tecelagem. Jovens moças aprendem, desde muito novas, a tecer "Tais", uma vez que este é um dos papéis das mulheres na cultura e na vida social da comunidade local. As raparigas são ensinadas pelas mulheres da família – mães, avós, tias, irmãs – e muitas vezes, várias gerações de mulheres tecem ao mesmo tempo, reforçando os laços familiares. Para poderem casar, as noivas têm que tecer os seus próprios "Tais", e para tal, têm que o saber fazer muito bem. Cada clã tem o seu próprio padrão que as mulheres aplicam ao "Tais", devem sabê-lo de cor, pois é o padrão que irão usar em cerimónias culturais.

Os "Tais" são uma parte importante dos rituais timorenses, seja para celebrar o nascimento ou a morte, mas têm uma presença especialmente fundamental no ritual tradicional de casamento. Nos casamentos, é necessário haver uma troca de prendas entre a família dos noivos, prendas estas que devem ter um valor equiparado para ambas as partes, e é negociado pelas duas famílias. Da parte do homem, dão-se animais, vacas ou cavalos, enquanto do lado da mulher, a noiva tece "Tais".  Quanto maior o valor dos presentes do homem, mais e melhores terão de ser os "Tais". De referir ainda que há diferentes tipos de "Tais" para homens e mulheres: "Tais Feto" é o feminino e o "Tais Mane", é masculino.

O processo de tecer o "Tais" tradicional consiste em atar molhos de fios em locais específicos, isolando-os da tinta, fazendo com que os padrões fiquem na própria trama, em vez de serem criados com a composição da trama e da teia, como nas técnicas de tecelagem mais comuns. As cores podem ser identificadas a partir das ataduras, que podem ter mais ou menos nós, correspondendo a diferentes cores, e servem assim de orientação para a fase seguinte - o tingimento.

As tinturas e as cores são feitas a partir de diversos materiais orgânicos, por exemplo raízes, casca de manga, flores de cacto e turmérico, requerendo grande compreensão e proximidade da Natureza. Claro que os ingredientes dependem da flora local, o que significa que as cores também são características de áreas específicas da Ilha. Para além disso, as tecedeiras têm as suas próprias receitas secretas para as cores do seu clã e da sua família, pelo que existem muitos padrões e cores, diferentes e únicos, de família para família, e de comunidade para comunidade.

Depois de tingidos, os fios são secos ao ar livre e os nós retirados, resultando em fios com cores diferentes ao longo do comprimento da peça. Para atribuir diferentes cores aos padrões, o processo pode ser repetido várias vezes, com diferentes cores no mesmo molho, sendo que as cores mais fortes são aplicadas primeiro, e as mais claras por último. Em determinadas partes do país, o "Tais" tradicional é inteiramente feito à mão, desde o cultivo do algodão, passando pelo fiar, até ao tingimento, embora a dificuldade de cultivar algodão nalgumas partes tenha levado a que o algodão orgânico seja reservado para peças sagradas e rituais.

Após a fase de tingimento, a trama é então tecida. Os padrões no "Tais" apresentam um "desfoque" característico, uma vez que alinhar os fios da trama para que os desenhos fiquem correctos, é um trabalho difícil e minucioso.

Embora esta técnica requeira um conhecimento incrivelmente especializado, não existem registos escritos, é, e sempre foi, passada de mulheres para meninas, mães que aprenderam a arte com as avós, e que se lembram dela, quase como memória muscular. Este ensinamento irá dar-lhes o que precisam para se tornarem mulheres de família. É o papel delas na comunidade, prover as gerações futuras com herança cultural, mantendo viva a tradição secular desta complexa técnica de tecelagem, e os rituais da cultura timorense.

Mais artigos

DestaquesArtigos

  • 1

    Lifestyle & Travel

    Dez 4, 2018

    Sardenha

    "Situada no meio do Mar Mediterrâneo, a Sardenha é uma região predominantemente montanhosa, marcada pela ausência de altos picos, inserida num ambiente natural vasto e charmoso, porém agridoce. De facto, a presença do homem...

  • birk_pillow_1024x1024

    Home & Design

    Jun 1, 2017

    O baloiço que ajuda a manter o equilíbrio

    O equilíbrio do corpo humano é conseguido através da comunicação entre diferentes partes do corpo, os olhos, o sistema vestibular do ouvido e as articulações e músculos, quando cada parte funciona correctamente o sistema de...

  • iReviews-gravity-blanket_4

    Home & Design

    Jun 1, 2017

    MAIS PESO, MENOS STRESS

    E se o peso pudesse reduzir os seus níveis de stress e ansiedade? Não, não é nenhuma espécie de cultura japonesa antiga. Antes pelo contrário. Já é uma técnica terapêutica utilizada em hospitais para o tratamento de distúrbio...


  • Yara Birkeland 2

    Technology

    Jul 1, 2017

    AUTOMATIZAR, AUTONOMIZAR

    Está planeado que inicie actividade no final de 2018. A ideia é cumprir pequenos trajectos, ligando três portos, por entre os fiordes a Sul de Oslo, na Noruega.

  • MokshJewellery002.jpg__1536x0_q75_crop-scale_subsampling-2_upscale-false

    Luxury & Fashion

    Abr 1, 2017

    MOKSH AND KAMYEN - MAIS BRILHANTE QUE O SOL

    Existe alguma outra nação que goste tanto de adornar as suas mulheres como os povos da Índia? Desde a cabeça, narizes, braços, cintura, até aos dedos dos pés, o arsenal feminino indiano tem peças sofisticadas de joalharia...

  • dubrovnik_croatia-1_inpixbay

    Lifestyle & Travel

    Jun 28, 2018

    UM TESOURO BEM ESCONDIDO

    A Croácia é um país secular com uma rica história arquitetónica preservada até aos dias de hoje. Com paisagens de cortar a respiração, encanta pelo verde da natureza e o azul marinho que contrastam com os velhos monumentos. Vamos...


  • Saffron stems

    Food & Beverage

    Set 1, 2015

    Golden Yellow

    Saffron was brought to India by the Persian rulers around 500 BC, and it is believed that the cultivation and various uses spread from Kashmir though the Indian subcontinent.

  • cecina

    Food & Beverage

    Abr 1, 2016

    Um Sabor Secular

    Se nunca ouviu falar da Cecina de León, é altura de todos a conhecerem. É carne de vaca seca e fumada, do quadril do bovino, com o exterior de um tom marrom tostado acastanhado escuro. Por dentro, é de cor marron cereja, que se...

  • _DSC7717_dictionary

    Luxury & Fashion

    Abr 1, 2016

    Caminhe com Estilo e Elegância

    Usadas ancestralmente pelos caçadores, as bengalas são indispensáveis para quem precisa de um apoio diário ou numa caminhada, mas são igualmente úteis para autores, poetas, escritores ou simplesmente para completar o guarda roupa...