Science & Nature

Mar 1, 2017

DESCOBERTAS CIENTÍFICAS DE 2016 - UM UNIVERSO MAIS CLARO

O passado ano foi fértil em descobertas e avanços científicos que, ainda há pouco tempo, pareciam miragens. Graças a algumas delas, detalhes sobre o passado, o presente e o futuro da Humanidade podem agora ser vistos de forma mais clara.

<

De entre todas as descobertas científicas significativas, de 2016, pode destacar-se uma, prevista há mais de 100 anos, por Albert Einstein (Alemanha, 1879-1955), na sua Teoria da Relatividade: a existência de minúsculas distorções no espaço e no tempo, que provocam ondas gravitacionais. Einstein previa que os objectos em movimento em todo o Universo produzem ondulações que se propagam por todo o espaço e, por consequência, essas distorções no espaço e no tempo. Isto vem clarificar a existência de buracos negros e a existência física da anti-matéria, ou matéria negra.

Uma excelente notícia, foi também que o esforço mundial para diminuir a emissão de CFC (clorofluorcarboneto) tem estado a produzir efeitos na redução do buraco da camada de Ozono. Trinta anos depois da assinatura do Acordo de Montreal, assinado por 46 países, pode dizer-se que o acordo funcionou e que o buraco que paira sobre a região da Antártida, diminuiu mais de 4 milhões de km2, apenas desde início da sua monitorização, em 2000.

Preocupante tem sido o misterioso desaparecimento de abelhas. De tal forma, que algumas espécies estão em vias de extinção. Este é um problema sério para o mundo inteiro, porque dois terços dos alimentos que ingerimos, dependem da polinização que este pequeno animal faz. Nenhuma solução ainda surgiu para resolver este importante facto, mas várias razões são apontadas: o Síndrome do Colapso de Colónia, que faz as abelhas abandonar as colmeias sem razão aparente; a utilização excessiva de pesticidas na agricultura, que levaria ao aparecimento de doenças mortais para o animal; ou o excesso de poluição na atmosfera.

Não tanto uma descoberta, mas mais um marco no desenvolvimento de energias renováveis, é o exemplo do Solar Impulse 2. Partiu de Abu Dhabi em Março de 2015, rumo a Oriente. Fez várias escalas até ao primeiro grande desafio: atravessar o oceano Pacífico, pela primeira vez, numa aeronave movida a energia solar. O feito foi conseguido, embora com grandes danos no equipamento e nas baterias de acumulação de energia. A viagem só foi retomada em Abril de 2016, para finalmente conseguir a proeza de dar a volta ao mundo num avião movido a anergia solar.

A vida humana tem limite máximo? Segundo o Albert Einstein College of Medicine, de Nova Iorque, EUA, sim. Segundo as pesquisas levadas a cabo pela universidade, até 1995 a esperança de vida aumentava 0,15% todos os anos, o que significa que, cada um de nós vivia perto de dois meses mais do que a expectativa do ano anterior. Mas em 1997, com a morte da pessoa mais velha de que se tem registo, Jeanne Calment, francesa, com 122 anos, a idade máxima parou de crescer e começou mesmo a diminuir ao ritmo de quase três meses por cada ano. Os pesquisadores estabeleceram, assim, a idade máxima para o ser humano entre os 113 e os 116 anos.

Numa caverna na África do Sul, cheio de fósseis e registos de antepassados do Homo Sapiens Sapiens, conhecida como como o Berço da Humanidade, foi descoberto o mais antigo cancro, até hoje identificado. Ao estudar o fóssil de pé humano com 1,7 milhões de anos, arqueólogos detectaram uma deformação estranha no tecido ósseo, que veio a provar tratar-se do mais antigo osteossarcoma. Esta descoberta vem mostrar que a existência desta doença não é um produto dos tempos modernos.

Em tudo, no planeta Terra, existe uma primeira forma. Na Universidade Heinrich Heine, na Alemanha, cientistas reuniram mais de 6 milhões de genes para tentar compreender como era a composição genética do nosso Ancestral Universal. Esse ser vivo terá existido há cerca de quatro mil milhões de anos e, os detalhes indicam que era um ser que não dependia de Oxigénio para sobreviver, antes absorvia Hidrogénio. Desta forma, foi possível definir que teria habitado ambientes ricos em Hidrogénio, Dióxido de Carbono e Ferro, tal como as profundezas dos oceanos. Esta descoberta vem desmantelar a teoria de que a vida terá começado a partir de uma "sopa primordial de nutrientes".

Mais artigos

DestaquesArtigos

  • AdobeStock_112601508

    Research & Education

    Jun 1, 2017

    Ciclovias que brilham

    Até há relativamente pouco tempo os materiais que brilham no escuro não tinham funções que fossem muito além do prazer decorativo. Mas a luminescência foi conquistando aplicações mais utilitárias e hoje, literalmente, está...

  • Depositphotos_19090019_xl-2015

    Food & Beverage

    Ago 30, 2018

    STEVIA

    This is already the century to take care of the body balance and healthcare. From the trip to gym three times a week, jogging in a park or by a river side or even on the beach, vegan food or even the external visual care, it will...

  • RedClay003

    Culture & Art

    Mar 1, 2017

    RED CLAY - REINVENTAR O BARRO

    Em 2010 nascia a marca que, pouco a pouco, se tem tornado cada vez mais procurada por alguns dos melhores percussionistas a nível mundial e que tem a particularidade de ser produzida num produto considerado ultrapassado pelos tempos...


  • ApisCor_febr_03

    Technology

    Mai 1, 2017

    Como se fosse magia

    Pare uma expressão figurativa: "casas crescem como cogumelos", mas em breve será literal. EM Fevereiro de 2017, na Rússia, surgiu a primeira casa com 38 m2 de área. A casa cresceu em 24 horas na cidade de Stupino, na região de...

  • Furoshiki

    Home & Design

    Jun 1, 2017

    EMBRULHE OS SEUS PÉS

    Furoshiki é o nome da arte tradicional japonesa de embrulhar objectos em pano. Agora, pela mão da marca italiana Vibram, esta arte é também aplicável aos pés.  

  • LG-rollable-OLED-display-flexible-rollable

    Technology

    Jun 1, 2017

    O SUPERMATERIAL

    Pode parecer incrível e surreal, mas os primeiros estudos deste novo material datam de 1947. O termo para definir o material é descrito pela primeira vez em 1962. A teoria de que esta substância poderia ser um condutor eléctrico...


  • Technology

    Set 1, 2015

    LNG to power new cruise ships

    Carnival Group, the bigest cruise lines conglomerate in the world, has announced new megaships to its fleets. In order to become more environmentaly friendly the new sea giants will be powered by natural gas.

  • 15195938972_495e152d7e_o

    Technology

    Abr 1, 2016

    Fechaduras Electrónicas Mais Seguras

    As chaves são parte integrante do dia-a-dia: transportá-las, usá-las, perdê-las e pagar para fazer chaves novas. Os smartphones tornaram-se uma parte igualmente indispensável das nossas vidas, sendo o caminho natural combinar...

  • Photos: Baufritz

    Home & Design

    Mai 1, 2016

    ECOLOGICAMENTE AMIGÁVEIS

    "A qualidade de vida começa em casa" é o lema da Baufritz, uma empresa pioneira na construção de casas de madeira, fundada em 1896, e agraciada com vários prémios. Design superior, materiais sustentáveis e livres de substâncias...