Luxury & Fashion

Fev 1, 2018

40 ANOS DE HISTÓRIA, 20 SEM O CRIADOR

Foi responsável pela consolidação da cultura das super-modelos e pela ligação entre a moda, a cultura pop e as celebridades. Apresentou a sua primeira colecção em 1978, em Milão, Itália, com apenas 32 anos e revolucionou totalmente o conceito de 'glamour'.

<

Por JORGE MATIAS

Julho de 1997, Miami Beach, Florida, Estados Unidos; vítima de uma bala disparada pelo assassino em série Andrew Phillip Cunanan, morria Giovanni Maria Versace, aos 51 anos de idade, por razões ainda hoje desconhecidas.

Gianni, como ficou conhecido no universo da moda, nasceu na Calábria, Sul de Itália, em 1946, e criou uma marca global feminina e masculina que colocou a Itália no centro do mapa da moda. O império que criou, vende roupas, perfumes, jóias, relógios, óculos, acessórios e artigos de decoração de interiores a preços proibitivos. Os seus clientes? Artistas do mundo da música, estrelas de cinema e membros da realeza.

Aprendeu o ofício de costura com a sua mãe, Francesca, e as suas principais influências foram Andy Warhol, arquitectura e a história da Grécia antiga.

O logótipo da marca – uma cabeça de Medusa – surge em partes iguais das referências de infância das ruínas de Roma, onde brincou com os seus irmãos (Donatella e Santo, respectivamente, directora artística e presidente da marca) e da figura da mitologia grega que fazia as pessoas apaixonarem-se inexoravelmente. Gianni queria que a sua marca tivesse o mesmo efeito sobre as pessoas.

De facto, algumas (muitas) das imagens mais fortes e icónicas de moda e glamour das últimas duas décadas do século XX são uma parte importante do seu legado.

A razão é simples: a marca Versace vendia sexo e a imagem de uma mulher poderosa, exuberante e, obviamente, muito rica. Gianni estabelecia uma conexão muito estreita entre vários sectores culturais através de roupas sensuais, muitos dourados, estampas e cores fortes e marcantes, pins e, naturalmente, o logótipo da Medusa.

E, para vincar ainda mais essa imagem forte e poderosa da mulher, nada mais perfeito do que socorrer-se desse grupo que, entretanto, despontava e que marcou de forma inesquecível as passerelles nos anos 1980 e 1990: Linda Evangelista, Claudia Schiffer, Cindy Crawford, Naomi Campbell, Christy Turlington, entre outras.

É necessário não confundir nada, neste ponto: enquanto outros estilistas contratavam uma ou outra para os seus desfiles, as modelos de topo mundial estavam sempre presentes nos desfiles organizados pela casa Versace. Graças à presença destas modelos, os desfiles da marca tornaram-se rapidamente em momentos a inesquecíveis e a não perder, e é por conta da utilização deste lote icónico (ainda hoje) que surge o termo "supermodel".

Até porque Gianni Versace não se limitava apenas a contratar as modelos mais top, como arrasava toda e qualquer concorrência ao colocá-las, sem pudor, todas juntas na passerelle e de mãos dadas.

Um magnífico exemplo – específico e inesquecível de um destes desfiles – teve lugar no Inverno de 1991, na apresentação da colecção Primavera/Verão para 1992, quando Versace decidiu fazer entrar na passerelle Cindy Crawford, Linda Evangelista, Naomi Campbell e Christy Turlington, de mãos dadas e a cantar o tema "Freedom! '90", de George Michael – que, refira-se também, entram todas no videoclip oficial do cantor britânico.

Disruptivo

Mas, se em 1991, Versace marcava para sempre o mundo da moda com este desfile único e inesquecível (vale a pena ver o vídeo do desfile que se encontra disponível na internet), um ano mais tarde viria a rasgar novamente todos os conceitos e padrões morais ao apresentar uma colecção com forte cariz fetichista e silhuetas marcadamente inspiradas na prática de Bondage.

"Obsceno!", apressaram-se muitos a classificar. Suzy Menkes, na altura, editora e crítica de moda do muito conservador International Herald Tribune, foi especialmente dura ao escrever: "não quero ver as mulheres como objectos sexuais ou nada desse tipo".

Ao mesmo tempo, o reputado fotógrafo Helmut Newton afirmava "adorei" e, como foi noticiado poucos dias depois pelo New York Times, numa noite de gala em Nova Iorque, nos Estados Unidos, o estilo mais utilizado pelas 'socialites' mais destacadas da época era o "novo estilo da marca Versace".

Outros críticos de moda da época, comparavam assim da seguinte forma os estilos de Versace e Armani: "se as roupas Armani são discretas e sussurrantes, o estilo Versace representa 'glamour' aos gritos".

Versace nunca se preocupou em economizar durante as suas campanhas e trabalhou inúmeras vezes com os melhores fotógrafos da época, como Irving Penn, Richard Avedon, ou Bruce Weber, que fotografaram Jerry Hall, Rene Russo, Jon Bon Jovi, Linda Evangelista, Cindy Crawford, Christy Turlington, Naomi Campbell, Kate Moss ou Madonna...

No dia da morte de Gianni, o seu rival de sempre, Giorgio Armani disse "Gianni Versace simboliza o sucesso da moda italiana em todo o mundo" e acrescentou, "a sua morte deixou-me em profundo estado de choque".

Em Setembro de 2017, para celebrar os 40 anos da marca Versace, a casa italiana recrutou uma "super-família" para apresentar também a sua colecção Primavera/Verão para 2018, em Milão. E que "super-família"!

Disseram "presente" para desfilar algumas caras que sempre estarão associadas à marca do genial italiano: Gisele Bündchen, Gigi Hadid, Irina Shayk, Raquel Zimmerman, Natalia Vodianova, Vittoria Ceretti, Kaia Gerber, Cara Taylor, Birgit Kos, Grace Elizabeth e Noah Luis Brown.

Todo o desfile foi acompanhado de frases de Donatella Versace: "Gianni, this is for you" e "this is the celebration of a genius; this is the celebration of an icon; this a celebration of my brother".

A irmã do criador italiano, prestou uma homenagem ao seu falecido irmão com um 'grand finale' digno de Gianni: envergando uns glamorosos vestidos prateados, Donatella agradeceu à audiência acompanhada de Carla Bruni, Claudia Schiffer, Naomi Campbell, Cindy Crawford e Helena Christensen, ao som de Freedom!'90.

A marca Versace completa 40 anos de vida em 2018, dos quais 20 sem o seu criador. E hoje bem podemos dizer que o homem pode ter morrido; mas o seu espírito, estilo e herança continua bem vivo e vibrante.

Contacto * www.versace.com * Ottagono Galleria Vittorio Emanuele Ii - Milan, 20121 * Italy * Tel.: +39 02 89011479

Mais artigos

DestaquesArtigos

  • 2073dd46294295.584f22e2a1d29

    Culture & Art

    Abr 1, 2017

    REINVENTAR O DOMINÓ

    Todos os jogos têm, de alguma forma, a sua personalidade própria. Alguns jogos têm uma vida curta porque nascem numa certa época ou a partir de uma tecnologia. É o caso dos video-jogos, jogos de arcada ou de computador. Outros,...

  • doTERRA001

    Helthcare & Wellness

    Abr 1, 2017

    RESPIRE NATURALMENTE

    Praticamente todos os rebuçados e gomas para a tosse que se encontram actualmente disponíveis em qualquer supermercado ou farmácia incluem vários químicos de laboratório, entre adoçantes, corantes artificiais e agentes activos. 

    ...

  • 2_10_17acapulco3

    Luxury & Fashion

    Abr 1, 2017

    ADIDAS ACAPULCO - WALK THIS WAY

    Quem se lembra de Run DMC? E de Stan Smith? E quem não conhece a Adidas? O que têm em comum a famosa marca das três faixas e os nomes acima mencionados? Os gloriosos anos 80.


  • 1

    Culture & Art

    Out 8, 2018

    MILESTII MICI

    "Imagine uma adega com centenas de quilómetros de corredores cheios de vinho, alguns milhões de garrafas, milhares de hectolitros em barris, centenas de safras, dezenas de variedades, um subterrâneo tão grande que apenas pode...

  • 2014-10-20 14.14.49

    Home & Design

    Mai 1, 2017

    JARDINS DO FUTURO

    Se gosta de verde, prepare o coração, pois os jardins do futuro são de tirar o fôlego e vão estar por toda a parte. Do cantinho na varanda, à cozinha, sala de estar, área de serviço, quintal e, sobretudo, nas cidades e nos...

  • MokshJewellery002.jpg__1536x0_q75_crop-scale_subsampling-2_upscale-false

    Luxury & Fashion

    Abr 1, 2017

    MOKSH AND KAMYEN - MAIS BRILHANTE QUE O SOL

    Existe alguma outra nação que goste tanto de adornar as suas mulheres como os povos da Índia? Desde a cabeça, narizes, braços, cintura, até aos dedos dos pés, o arsenal feminino indiano tem peças sofisticadas de joalharia...


  • 1

    Home & Design

    Fev 1, 2015

    Luxury Real Estate Specialists

    Drawing upon their success as one of the world's oldest art auction houses, Christie's implemented an innovative real estate venture in 1995. Integrating centuries of experience with a hand-selected network of talented brokers, Christie's...

  • 1

    Business & Industry

    Jul 1, 2015

    The New Suez Canal

    Since 1869, the Suez Canal, connecting the Mediterranean and the Red Seas, has been the main route to link Asia and Europe. Today, with the increase in marine traffic and trade, the Suez Canal is preparing for a new step forward, with...

  • 1

    Food & Beverage

    Jul 1, 2015

    Body Warmer

    Cacti are a very important piece of culture and history in Mexico. In the pre-Hispanic era, a cactus named maguey was considered a representation of Mayahuel, goddess of inebriation, and was associated with the moon and the feminine,...