Luxury & Fashion

Fev 1, 2018

40 ANOS DE HISTÓRIA, 20 SEM O CRIADOR

Foi responsável pela consolidação da cultura das super-modelos e pela ligação entre a moda, a cultura pop e as celebridades. Apresentou a sua primeira colecção em 1978, em Milão, Itália, com apenas 32 anos e revolucionou totalmente o conceito de 'glamour'.

<

Por JORGE MATIAS

Julho de 1997, Miami Beach, Florida, Estados Unidos; vítima de uma bala disparada pelo assassino em série Andrew Phillip Cunanan, morria Giovanni Maria Versace, aos 51 anos de idade, por razões ainda hoje desconhecidas.

Gianni, como ficou conhecido no universo da moda, nasceu na Calábria, Sul de Itália, em 1946, e criou uma marca global feminina e masculina que colocou a Itália no centro do mapa da moda. O império que criou, vende roupas, perfumes, jóias, relógios, óculos, acessórios e artigos de decoração de interiores a preços proibitivos. Os seus clientes? Artistas do mundo da música, estrelas de cinema e membros da realeza.

Aprendeu o ofício de costura com a sua mãe, Francesca, e as suas principais influências foram Andy Warhol, arquitectura e a história da Grécia antiga.

O logótipo da marca – uma cabeça de Medusa – surge em partes iguais das referências de infância das ruínas de Roma, onde brincou com os seus irmãos (Donatella e Santo, respectivamente, directora artística e presidente da marca) e da figura da mitologia grega que fazia as pessoas apaixonarem-se inexoravelmente. Gianni queria que a sua marca tivesse o mesmo efeito sobre as pessoas.

De facto, algumas (muitas) das imagens mais fortes e icónicas de moda e glamour das últimas duas décadas do século XX são uma parte importante do seu legado.

A razão é simples: a marca Versace vendia sexo e a imagem de uma mulher poderosa, exuberante e, obviamente, muito rica. Gianni estabelecia uma conexão muito estreita entre vários sectores culturais através de roupas sensuais, muitos dourados, estampas e cores fortes e marcantes, pins e, naturalmente, o logótipo da Medusa.

E, para vincar ainda mais essa imagem forte e poderosa da mulher, nada mais perfeito do que socorrer-se desse grupo que, entretanto, despontava e que marcou de forma inesquecível as passerelles nos anos 1980 e 1990: Linda Evangelista, Claudia Schiffer, Cindy Crawford, Naomi Campbell, Christy Turlington, entre outras.

É necessário não confundir nada, neste ponto: enquanto outros estilistas contratavam uma ou outra para os seus desfiles, as modelos de topo mundial estavam sempre presentes nos desfiles organizados pela casa Versace. Graças à presença destas modelos, os desfiles da marca tornaram-se rapidamente em momentos a inesquecíveis e a não perder, e é por conta da utilização deste lote icónico (ainda hoje) que surge o termo "supermodel".

Até porque Gianni Versace não se limitava apenas a contratar as modelos mais top, como arrasava toda e qualquer concorrência ao colocá-las, sem pudor, todas juntas na passerelle e de mãos dadas.

Um magnífico exemplo – específico e inesquecível de um destes desfiles – teve lugar no Inverno de 1991, na apresentação da colecção Primavera/Verão para 1992, quando Versace decidiu fazer entrar na passerelle Cindy Crawford, Linda Evangelista, Naomi Campbell e Christy Turlington, de mãos dadas e a cantar o tema "Freedom! '90", de George Michael – que, refira-se também, entram todas no videoclip oficial do cantor britânico.

Disruptivo

Mas, se em 1991, Versace marcava para sempre o mundo da moda com este desfile único e inesquecível (vale a pena ver o vídeo do desfile que se encontra disponível na internet), um ano mais tarde viria a rasgar novamente todos os conceitos e padrões morais ao apresentar uma colecção com forte cariz fetichista e silhuetas marcadamente inspiradas na prática de Bondage.

"Obsceno!", apressaram-se muitos a classificar. Suzy Menkes, na altura, editora e crítica de moda do muito conservador International Herald Tribune, foi especialmente dura ao escrever: "não quero ver as mulheres como objectos sexuais ou nada desse tipo".

Ao mesmo tempo, o reputado fotógrafo Helmut Newton afirmava "adorei" e, como foi noticiado poucos dias depois pelo New York Times, numa noite de gala em Nova Iorque, nos Estados Unidos, o estilo mais utilizado pelas 'socialites' mais destacadas da época era o "novo estilo da marca Versace".

Outros críticos de moda da época, comparavam assim da seguinte forma os estilos de Versace e Armani: "se as roupas Armani são discretas e sussurrantes, o estilo Versace representa 'glamour' aos gritos".

Versace nunca se preocupou em economizar durante as suas campanhas e trabalhou inúmeras vezes com os melhores fotógrafos da época, como Irving Penn, Richard Avedon, ou Bruce Weber, que fotografaram Jerry Hall, Rene Russo, Jon Bon Jovi, Linda Evangelista, Cindy Crawford, Christy Turlington, Naomi Campbell, Kate Moss ou Madonna...

No dia da morte de Gianni, o seu rival de sempre, Giorgio Armani disse "Gianni Versace simboliza o sucesso da moda italiana em todo o mundo" e acrescentou, "a sua morte deixou-me em profundo estado de choque".

Em Setembro de 2017, para celebrar os 40 anos da marca Versace, a casa italiana recrutou uma "super-família" para apresentar também a sua colecção Primavera/Verão para 2018, em Milão. E que "super-família"!

Disseram "presente" para desfilar algumas caras que sempre estarão associadas à marca do genial italiano: Gisele Bündchen, Gigi Hadid, Irina Shayk, Raquel Zimmerman, Natalia Vodianova, Vittoria Ceretti, Kaia Gerber, Cara Taylor, Birgit Kos, Grace Elizabeth e Noah Luis Brown.

Todo o desfile foi acompanhado de frases de Donatella Versace: "Gianni, this is for you" e "this is the celebration of a genius; this is the celebration of an icon; this a celebration of my brother".

A irmã do criador italiano, prestou uma homenagem ao seu falecido irmão com um 'grand finale' digno de Gianni: envergando uns glamorosos vestidos prateados, Donatella agradeceu à audiência acompanhada de Carla Bruni, Claudia Schiffer, Naomi Campbell, Cindy Crawford e Helena Christensen, ao som de Freedom!'90.

A marca Versace completa 40 anos de vida em 2018, dos quais 20 sem o seu criador. E hoje bem podemos dizer que o homem pode ter morrido; mas o seu espírito, estilo e herança continua bem vivo e vibrante.

Contacto * www.versace.com * Ottagono Galleria Vittorio Emanuele Ii - Milan, 20121 * Italy * Tel.: +39 02 89011479

Mais artigos

DestaquesArtigos

  • Reading-Between-the-Lines-church-by-Gijs-Van-Vaerenbergh-2

    Culture & Art

    Jul 1, 2017

    ESCULPIR NO AR

    Uma igreja pode ser o cerne da vida de cada um, ou simplesmente uma estrutura física que se combina com o ambiente envolvente. É isto que está no fundo de "Reading between the lines", uma instalação artística que emerge da paisagem,...

  • vegetacion_del_mundo_212903380_1200x803

    Science & Nature

    Ago 1, 2017

    A ÁRVORE DA VIDA

    O Baobá personifica o espírito africano. Árvore da vida, da fertilidade e solução medicinal para muitas maleitas, o Baobá tem uma importância única para comunidades inteiras. Há uma lenda no Senegal (a imagem desta árvore...

  • the-cicret-bracelet-a-bracelet-t

    Technology

    Mai 1, 2017

    UM SMARTPHONE À FLOR DA PELE

    Ver emails ou assistir a um filme são gestos cada vez mais fáceis de executar. Que dependam de um simples toque na pele é que custa a acreditar. Tal é possível com a "Cicret", uma pulseira inteligente que transmite o visor do...


  • Cogumelos01

    Food & Beverage

    Mai 1, 2017

    Do Mosto ao Gourmet

    Alex Villeneuve, com apenas 21 anos e prestes a tornar-se mestre cervejeiro pela Olds College, ao aperceber-se da quantidade de mosto (o que sobra dos cereais após a fermentação da cerveja) cujo único destino era o lixo, achou...

  • Sem-Título-1

    Business & Industry

    Abr 1, 2017

    ABAT TM - NOS BASTIDORES DA COZINHA

    Todos gostamos de ir a um restaurante para experimentar pratos difíceis ou impossíveis de cozinhar em casa. Mas haverá muita gente a questionar-se qual o segredo da sua confecção? Ingredientes frescos não são o problema, no...

  • dsc92181550c253

    Luxury & Fashion

    Mar 1, 2017

    CRIPTOMÉRIA - MALEÁVEL, LEVE E AROMÁTICA

    Do primeiro-ministro das Bermudas ao presidente da IBM Portugal, foram algumas das personalidades que encomendaram uma mala de senhora no mínimo inovadora e invulgar, para oferecer à esposa e ou a amigos. Trata-se de uma mala feita...


  • Business & Industry

    Set 1, 2015

    Leader in Copper business

    The demand for copper is growing. Copper is one of the key metals of modern economic development, found in nearly every new apartment or office block, vehicle and electrical appliance. It is one of the best heat and electricity conductors,...

  • 01 Glass

    Business & Industry

    Set 1, 2016

    PARA ALÉM DO VIDRO

    Actualmente, existe mais na indústria do vidro do que os olhos conseguem ver. Altamente versátil, o vidro pode ser utilizado em inúmeras necessidades diárias, combinando estética, limpeza fácil, conservação de energia ou soluções...

  • Oil Dependence

    Business & Industry

    Nov 1, 2016

    REDUZIR A DEPENDÊNCIA DO PETRÓLEO

    A forte e repentina quebra do preço do petróleo no final de 2014, e prolongada em 2015 e 2016, colocou inúmeros países em situação económica e social difícil. Em todo o mundo, cerca de 100 países produzem petróleo, a maioria...